Ragnarok XiLeRO de forma simples e sem openkore

Publicado por sombriks em 24/07/2007

[ Hits: 26.448 ]

Blog: http://www.google.com/profiles/Sombriks

 


Ragnarok XiLeRO de forma simples e sem openkore



Problema: Jogador de Ragnarok não pode jogar em Linux. Poucos eleitos conseguiram.

Solução: Hardware com aceleração 3D habilitada, wine mais recente, instalador full do servidor xilero, distribuição Linux qualquer com o iptraf ou similar instalado e uma pequena regra de iptables.

Método:

Baixe o enorme instalador do xilero e o wine, preferencialmente o mais recente, que possuirá melhor suporte a instaladores. Após o wine instalado, proceda com a instalação do xilero (next, next e finish) e entre na pasta do mesmo (suponho /home/<nome do seu usuário>/.wine/drive_c/Arquivos de programas/XiLeRO/RO) e procure dentro de uma pasta chamada data o arquivo sclientinfo.xml.

É aqui que encontraremos os nomes dos servidores. O servidor testado foi o xilero.pk. Dentro deste arquivo você verá claramente que o "nome" do servidor pk é "pk.xilero.net". Daí, para descobrirmos o ip real basta dar ping nesse endereço:

$ ping pk.xilero.net

Aparecerá o endereço real (não posto aqui porque ele pode mudar :D, dê o ping que é melhor) que você usará. Agora você precisa descobrir o ip "errado". Até então, mesmo com a instalação perfeita, não era possível jogar porque você sempre recebia falha na conexão com o servidor. É aqui que entra o iptraf.

Abra um console e coloque o iptraf rodando, no meu caso bastou virar root e digitar:

# iptraf

Selecionar "all interfaces" e pronto, minhas conexões tcp e udp seriam escutadas. Em seguida, volte e abra o jogo usando o wine, ao selecionar o servidor e colocar nome e senha, após algum tempo um erro surgirá, dizendo que houve falha de conexão com o servidor. se você voltar ao iptraf, verá que uma conexão foi aberta do seu ip para um ip estranho, através da porta 6901, que, vejam só, é a porta usada pelo servidor xilero pk para o servidor de login.

Então, se fosse possível redirecionar deste ip "errado" para o ip real que você descobriu com o ping anteriormente as chances de jogo aumentariam. Foi aí que a dica do The_Real_Neo entrou em ação: ele saca de iptables e fez a seguinte regra:

$ sudo iptables -t nat -A OUTPUT -d $ORIGINAL -j DNAT --to $REAL

Onde $ORIGINAL você troca pelo ip que aparecer no iptraf e $REAL você troca pelo ip que você conseguiu dando ping no servidor que quer. Se o seu usuário não for um sudoer, vire root e use esse comando. Qualquer console serve.

Depois disso eu consegui me conectar e ser feliz! :PPPPPP

Prós: Agora você escolhe se vai jogar no Windows ou não. Alguns nem tinham essa opção, então novas portas se abrem.

Contras: Rodando no Windows o jogo ainda é um pouquinho mais fluído. Não sei, pode ser meu hardware. Não tive sucesso em usar som, se alguém conseguir por favor avise.

Tentei o mesmo procedimento com um servidor brasileiro Ragnamania-Lumina. No caso desse aqui a tela ficava congelada por mais ou menos 1 minuto e no console do wine (versão 0.9.40) dizia que uma dll não aparecia, npkcrypt acho. Pode não ser, mas mesmo nele nós tínhamos o ip errado, o ip real que, como não tinha pasta data, precisei dum xpeba pra descobrir, mas dava esse delay por causa duma dll. Por isso o único servidor testado foi o XiLeRO pk.

Conclusão: Se isso ajudar você, maravilha! Se algo der errado, deixa um comentário logo abaixo da dica, ponha problemas, soluções, diga o que você testou, logo aparece alguém (se não eu, :D) que saiba ajudar.

Aqui usei um Slackware 11 com Dropline dentro de uma rede de 7 máquinas, com um roteador D-link 502G fazendo o NAT; as máquinas da rede todas com ip válido apenas dentro da rede. o wine foi o 0.9.40, mas é possível que funcione em versões mais novas. Mais velhas não sei, comenta aí!

Outras dicas deste autor

Notebook com KDE 4.4.3 e tela escurecendo

Configurando placa de rede wifi 802.11g Ralink RT2500

GTK-Gnutella no Slackware sem nenhuma dificuldade

Menu "Locais" abrindo Thunar ao invés do Nautilus no Gnome

Resolvendo problema de som em notebook HP dv5 Series

Leitura recomendada

Google Earth 7.x não aponta corretamente os lugares pesquisados [Resolvido]

Instalando ownCloud no Centos 6.4

Sincronize um diretório pessoal com o Google Drive

Ver vídeos em ASCII (dica do manual do Kurumin :))

Instalando o VirtualBox no Slackware

  

Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 24/07/2007 - 09:24h

Cara, Sério mesmo, ADORO o linux, de verdade, mas num caso desse, não inventa a roda, jogo é Windeo Game...
Quer jogar no linux? joga jogo 4 linux... pra que tanta gambiarra?
aposto que muita gente passou horas, dias, pra fazer todo esse processo funcionar e não conseguiu.
vou ainda mais além, que por que quer jogar no Linux? Instala uma Máquina Virtual...
Cara, não quero me achar o certo da história, mas vamos descomplicar as coisas, você prestou atenção em todos esses procedimentos?
Sério mesmo, tem que ter BIG COJONES pra fazer isso...
Não sou acomodado, gosto de esmiuçar legal, mas quando quero me divertir, só quero clicar, e jogar, ponto.
Desculpe se fui grosseiro, mas é minha opinião.

Obs.: Se Alguém discordar e quiser me "apedrejar" por favor, argumentos concretos, não quero discutir com "fanático"...

[2] Comentário enviado por M.Bittencourt em 24/07/2007 - 10:00h

Bom, alguns detalhes ao seu comentário.

Nem todo mundo tem windows instalado no pc de casa. Então, existem soluções para se rodar jogos nativos do windows no linux.

Eu jogo CS e Warcraft no Linux SEM PROBLEMAS.

Sim, existem algumas "gambiarras" a serem feitas na hora da instalação. Mas depois de instalados, não se tem mais o que fazer, apenas divertir.

Ninguém aqui apedreja, apenas expões pontos de vista.

Obrigado,
(Belo Artigo, eu jogo no BRO, vou tentar fazer funcionar lá, se der, eu posto aqui, infelizmente estou sem tempo até pra testar)

[3] Comentário enviado por removido em 24/07/2007 - 10:14h

Veja isto:

"Contras: Rodando no Windows o jogo ainda é um pouquinho mais fluído. Não sei, pode ser meu hardware. Não tive sucesso em usar som, se alguém conseguir por favor avise. "

Será que está divertido?
Aí depois de compilar e compilar e compilar dependências e mais dependências, pronto, funcionou, perfeito.

Resultado: Passou 2 meses pra fazer o jogo funcionar corretamente (Na sua máquina) por que tais "aberrações" só funcionam na máquina do cara que fez, não é estável, forçou a barra, exagerou na "nerdice"

Se fosse para optar só pelo mais difícil estaríamos programando em assembly até hoje.

VAMOS NOS TORNAR MALEÁVEIS, LIVRES E NÃO FANÁTICOS! NEM NERDS!

[4] Comentário enviado por M.Bittencourt em 24/07/2007 - 10:23h

Será quem o fanático aqui?

Quem está optando pelo mais dificil?

Os jogos que eu rodei no meu computador, fiz sem complicações extremas, rodaram 100%, com som e tudo que tem direito, e sim, está divertido como estaria no windows.

Não sei qual é o caso do ragnarok, mas com relação ao cs e ao war3 não tem porque deixar de jogar só pelo fato de não serem nativos para linux.

Não vou mais discutir, encontramos o fanático referido no início dos comentários, isso seria motivo para um artigo completo sobre o que rodar e o que não rodar no linux, e sim, isso seria apenas o ponto de vista de quem o escrevesse, pois cada um decide o que vale a pena ou não fazer para rodar um determinado aplicativo.

[5] Comentário enviado por removido em 24/07/2007 - 10:41h

Achamos sim, realmente...

leia os processos, contra fatos não há argumentos.

[6] Comentário enviado por hellnux em 24/07/2007 - 11:52h

Opa,

Boa dica mano...mas fico com uma dúvida, esse procedimento funciona no bRO?!

[]´s

[7] Comentário enviado por wingnux em 25/07/2007 - 01:49h


Mandou MUITO BEM! Valeu pelo tutorial! =)

[8] Comentário enviado por sombriks em 25/07/2007 - 02:31h

Hahaha, perae q chegou o homi da casa!

Quero com prazer dar a tréplica a cada argumentação, >:D

(...)
Cara, Sério mesmo, ADORO o linux, de verdade, mas num caso desse, não inventa a roda, jogo é Windeo Game...
(...)

Contordo plenamente. o XP é (tem até benchmark provando isso) a plataforma de games.
Todavia a idéia secundária aqui (a principal é jogar!) e fazer lobby.

A MS entrolu na ero dos jogos com som pelo autofalante da placa mãe e grpaficos de atari quando muitos já tinham SNES em casa. Mas eles investiram, pegaram pesado, fizeram LOBBY (pressão!! tem q fazer pressão!!!!) e hoje XP+Athlo64FXx2(hehehe...)+Geforce bate qualquer PS3 ou 360.

Antes desse artigo vc achava impossível, agora vc viu que mesmo quando o jogo não foi pensado originalmente pra rodar em linux a coisa pode andar. Imagine o desempenho e estabilidade dos nativos (meu Quake4 é perfeito! até trasnformei ele numa sessão X. Bom, é mentira a parte da sessão. fiquei na vontade.)

Linux pode ser sim uma boa plataforma pra jogos, mesmo sem 100% de apoio do mercado "ainda".

(...)
Quer jogar no linux? joga jogo 4 linux... pra que tanta gambiarra?
(...)
Eu jogo muitos games 4 linux. Alguns mais conheicdos são Diablo II 1.11b, CS1.6 (esse tah perfeito!), GTA Vice City(pau do som aqui tb), Ragnarok... Agora sem zoação, Quake4, Doom3, neverball(esse puzzle eu recomendo! seu pulso vai até doer...), e.. bom, as "coisas" que vem no menu jogos do GNOME e do KDE tem propósito diferente; severm pra matar tempo no trabalho, coisa que eu não posso fazer (alguns tem capacidades online! human vs human!). Vem também Quake3, Wolfenstein, e outra pá de jogos, que não vou me dar ao trabalho de pesquisar só pra engordar um posta já extenso.

(...)
vou ainda mais além, que por que quer jogar no Linux? Instala uma Máquina Virtual...
(...)

Não presta! Já tentei! não se compara um processador feito em C com um feito em silício.

(...)
Cara, não quero me achar o certo da história, mas vamos descomplicar as coisas, você prestou atenção em todos esses procedimentos?
Sério mesmo, tem que ter BIG COJONES pra fazer isso...
(...)

Boa questão. vou lhe dar um exemplo:

Tinha um belíssimo tutorial ensinando a galera a conectar no bRO usando ubuntu + wine (versão 0.9.4, ou .14, não lembro...) + openkore. Esse último um belo dum bot (me peguei conversando com uma dona chamada "Ubuntu" dentro do jogo, hahaha... Puxei papo pq achei que era outro linuxer. Era um openkore, um maldito bot, :PPPP) que a galera usa pra deixar o chara forte sem precisar jogar. O que tínhamos nesse tuto:

- versão específica do wine
- homologado apenas para a versão "X" do bRO (posts seguintes mostraram que a coisa não workava mais)
- instalação e configuração do openkore (tome trocentros txt pra alterar!)

O pior aqui é a versão específica de wine; se vc tinha um jogo funcionando, poderia não prestar outro; e por aí vai. claro, tem o openkore, que é mais uma variável e esse sim tinha mané compilação, demorado. E ainda podia dar errado! quando tentei, baixei metado do CPAN pra fazer 1.8MB funciona, hehehehe... Resumnindo solução imprática.

O que a minha requisita: (vou citar eu mesmo, :D)

(...)
Solução: Hardware com aceleração 3D habilitada, wine mais recente, instalador full do servidor xilero, distribuição Linux qualquer com o iptraf ou similar instalado e uma pequena regra de iptables.
(...)

Temos um elemento a menos (openkore) e um atrativo a mais (wine mais recente)

A primeira implementação (onde eu investiguei se dava) me custou 30 minutos (download e instalação do wine, o instalador XiLeRO eu já tinha previamente (~2GB), e o iptraf nasceu com o Slackware), mas refazer a técnica não foram mais que 5. Se vc multipicar por 5 (as máquinas restantes), vc terá uma lan-house linux com ragnarok truando em pouco menos de uma hora, o que só não é melhor que instalar no servidor e "puxar" o game a partir de lá. e eu fiz esse último! Ficou massa! (processo esse reproduzível também em termianis XP)

Basicamente um total neófito só vai precisar da aceleração 3D pré-configurada; o ubuntu 7.04 já faz isso por vc, é só vc deixar. quanto a abrir console e ficar "escutando a conexão", isso ele pode elvar um dia inteiro, mas é muito mais claro e óbvio que ler e reler os txt's do openkore.

Pra sentir o q eu tô falando, dá uma sacada no tuto do nosso brother RickMura:
http://www.vivaolinux.com.br/artigos/verArtigo.php?codigo=6640

Fechando, se tem que ter sacão pra fazer esses passos, o consolo é que já precisou de um sacão ainda maior, :D

epa, fechando o comentário, :D

(...)
Não sou acomodado, gosto de esmiuçar legal, mas quando quero me divertir, só quero clicar, e jogar, ponto.
Desculpe se fui grosseiro, mas é minha opinião.
(...)

Eu também! E vc não foi grosseiro. Depois que segui meu suter-tuto-instalator-tabajara é só clicar e pronto, :D

(...)
Será que está divertido?
Aí depois de compilar e compilar e compilar dependências e mais dependências, pronto, funcionou, perfeito.
(...)

Garanto que está. eu apenas tenho que me conformar (até a release 0.9.45 do wine chegar...) e escolher o som de minha preferência. Recomendo Daft Punk, ou Benny Benassi, mas Fat Boy Slim também desce legal no ragnarok.

E eu não precisei compilar nada, que isso fique claro.

(...)
Se fosse para optar só pelo mais difícil estaríamos programando em assembly até hoje.

VAMOS NOS TORNAR MALEÁVEIS, LIVRES E NÃO FANÁTICOS! NEM NERDS!
(...)

Não é optar pelo mais difícl. Estamos falando aqui em fazer lobby. Se eu fosse u motherfucker power C programmer com 30 anos de experiência eu não estaria fazendo o XileRO rolar em linux, mas escrevendo drivers para que pessoas como nós, que desejam apenas clicar e gozar (como disse a minsitra) possam realmente clicar e gozar. Não estou combrando nada de ninguém, mas linux é o único time de futebol onde vc pode virar jogador apenas querendo.

Se eu desistisse disso (bom, pus isso na geladeira umas 3 vezes até chegar nessa solução que eu considero regular) de vez estaria apenas endurecendo as bases da concorrência e aceitando que toda noite eu devo formarar o XP, porque pegou vírus de manhã. Há limites para a maleabilidade, até a MS tem; ela foi condenada pela UE a abrir os fontes de vários aplicativos, mas e mesma se recusa até hoje. O resultado é um crescente uso de linux na UE, em especial dentro do governo.

Quanto a NERD FANÁTICO, bom... Não vou comentar isso pra não ser grosseiro.

(...)
leia os processos, contra fatos não há argumentos.
(...)

Cabem em duas folhas A4, mas eu desejava que fosse Next, Next, Next e Finish. Assim será quando o wine (grannnde guerreiro!) apontar pro ip correto. O bug continua NOT CONFIRMED, e eu gostaria de estudar by myself C, automake e Autoconf pra bater de frente nesse e em outros pontos.

Mas vc se engana, sempre temos argumentos; garanto que se vc não tivesse windows pra jogar e não quisesse um piratão pra contaminar vc e seus arquivos, estaria gastando 4 preciosas horas de uma tarde nisso. e estaria reclamando da porra do lag já pela noite, falando mal dos indonésios (que matam os transeuntes sem motivo! aqueles safados!) e upando em Payon Dungeon.

Por fim, rodrigo, não se ahce especial! vamos aos posts seguintes:


M, vc poderia me passar algum "caminho das pedras" pro WAR3? acho que a minha versão (que roda no XPeba) precsia de um toque de carinho que não sei o que é. ela tem o frozen thone, e da última vez que vi tinha um spyware nela, hahaha...

hellnux, vc fala do bRO oficila, né? ele cai na mesma vala do Ragnamania Lumina; ele faz uso de uma dll de criptografia da MS, que possui apenas o stub (ainda não está workando) na versão 0.9.41 do wine; na 0.9.40 o game congela por 1 minuto até o wine desistir da dll, e daí cai no problema de "ir pro ip errado", mas nele temos um pequeno pro: no xilero a pasta data está lá, toda aberta pra gente ler o xml e achar o nome do server do xilero e assim descobrir o ip; no caso do lumina (e do bro tb) a pastas está compactada no formato grf, o que significa que ainda teríamos de descompactar pra ver em bom e claro UTF-8 o ip do server. Fora o pau da dll. Tanto o bRO quanto servers que usam gameguard vão esperar por hora. Quero continuar estudando C e tendo fé nos mestres e doutores (mais conhecidos como hackers, :D) por trás do wine.

E por hoje é só. Paz a todos e let's leveling!

[9] Comentário enviado por M.Bittencourt em 25/07/2007 - 08:19h

Ao que me diz respeito (M)... (M de Messias :)

bom, eu rodo o WAR 3(com a expansão... TFT) na net... original... pelo Debian 4.0.... e um amigo roda ele no slackware 11.2

posso procurar pra vc o tutorial que eu usei... mas não me lembro onde está...

assim que eu achar eu ti passo

[10] Comentário enviado por removido em 25/07/2007 - 11:00h

.

[11] Comentário enviado por removido em 25/07/2007 - 11:04h

Cara, será que estamos pensando no usuário voltado pra jogos?
Será que o camarada que está acostumado com o Windows® vai querer fazer todo este processo?
E depois ele ainda vai ver que não ficou tão bom quanto no mesmo.
É só pra quem gosta mesmo... é pra quem aprecia "investir" algumas horinhas da vida pra fazer algo só para preencher o ego.
meu computador em casa é bem democrático, tem um slackware, tem um ubuntu, e tem um windows, sim, tem um WINDOWS®, não estou "fortalecendo o inimigo" com isso, estou vendo o meu bem estar...
Uso o Linux para meu bem estar, jogo no Windows® para meu bem estar, tento contribuir aqui no VOL, para acumulo de conhecimento e para o bem estar de outras pessoas...

PESSOAS, Conforto, Funcionalidade, compatibilidade, LIBERDADE, são bandeiras que estamos esquecendo de levantar por causa da mais nova religião chamada "FANATISMO"...

Não estou falando de tecnologia, não quero julgar ninguém, só acredito que, parece que se tornou meio que uma "guerra", uma "questão de honra"...

Se queremos mesmo contribuir para o crescimento do linux em qualquer aspecto, devemos deixar de lado essa coisa: "Consegui!!! Consegui!!! Funcionou no Linux, depois de tanto trabalho!!!"

Vamos parar de tentar demonstrar conhecimentos técnicos...
Vamos parar com essa coisa de tirar tudo à limpo, tipo: "Não, eu estou certo"

Estou tentando sugerir o seguinte:

Por que não jogar no Windows?
Será que estou sendo um desertor?

No linux, jogos pra linux, ponto, é o que funciona fácil.

O ser humano à séculos inventou a roda para facilitar na sua vida...
Vamos parar de tentar reinventar uma roda quadrada por que é mais bonita.

Por favor, entendam meu ponto de vista, não precisam aceitar, mas pelo menos pensem, "por que eu faço isso?"

Obs.: Não é nenhuma perseguição à sua dica, ou à você, é por que esse "fanatismo" me dá agonia já à algum tempo...

[12] Comentário enviado por M.Bittencourt em 25/07/2007 - 13:10h

Fanatismo?

Conseguir rodar um jogo no linux... e divulgar pra galera como se faz?
Pra que outros não passem HORAS tentando descobrir o mesmo?

Nem todo mundo tem windows no pc... seja lá por qual motivo é...

Podemos SIM jogar no linux... E estamos mostrando que isso está melhorando a cada dia...

Só crescemos assim...

Se todo mundo pensar como vc... ah... quero jogar... vou pro windows...
não teríamos GIMP... não teríamos nenhum software no linux...

que com certeza começaram a rodar... a partir do momento em que ALGUEM resolveu dedicar algumas horas... portando aplicações de lá pra ca... ou então de alguem que resolveu dedicar algumas horas CRIANDO aplicações para a mesma necessidade diretamente no linux...

Se ninguem doar de seu tempo um pouco... estaremos SEMPRE amarrados ao windows...


E a vontade de fazer as coisas rodarem aki... sem a necessidade do windows é ajuda ao linux à crescer...

[13] Comentário enviado por removido em 25/07/2007 - 13:14h

Você criar um software é uma coisa, você passar o dia inteiro tentando "emular" só pra não dar o braço à torcer é FANATISMO sim!!!

criar um software, um jogo, ou qualquer outra coisa, é MUITO diferente, se todos pensassem como você estaríamos usando photoshop no Cedega, ou Wine...

[14] Comentário enviado por M.Bittencourt em 25/07/2007 - 13:17h

Se funcionar 100% e não tivermos outra forma... não tem problema...


mas temos diversos outros softwares que substituem isso...


não precisa instalar o windows só pra jogar CS... emule no linux... não vejo problemas nisso...

[15] Comentário enviado por removido em 25/07/2007 - 13:29h

Eu também não vejo problemas, desde que se façam procedimentos de jogos para quem quer jogar, e não ficar compilando um monte de coisas, copiando dll pro wine, e passando o dia inteiro para fazer funcionar.

CS funciona, olha que bom!
Ragnarok, (mesmo depois de se matar) funciona, Legal.
GunBound, Funciona, Ótimo!

mas como faz?

Ah cada um é de um jeito.

Meu, eu não entendo o pessoal, estão se igualando ao principal defeito da M$:

"Somos os únicos!"

Se eu fosse um usuário doméstico de windows e visse um tutorial desse eu JAMAIS faria um procedimento desse.

O que me parece é que ao invés de compartilhar conhecimento e crescer algo, só estão querendo crescer o próprio ego!

[16] Comentário enviado por M.Bittencourt em 25/07/2007 - 13:37h

Eu não compilei NADA para rodar o CS e o War3...

Rodou 100%...

No linux existem diversas distribuições e em cada uma o processo pode ser diferente...

Mas aí a culpa não é de quem ta mostrando a sua forma de rodar no seu OS... e sim da não padronização de algumas coisas... (que já é assunto pra um artigo inteiro)...

Se da pra emular as coisas... não vejo porque instalar o windows só pra instalar o CS... roda no linux mesmo...

E cada um mostra a forma que fez...

Qual a culpa do criador do artigo se o que se faz numa distribuição e talvez não funcione em outra?

vc ta sendo radical ao dizer que não se pode emular jogos e mostrar como foi feito...

se publicar um artigo mostrando como ele fez é aumentar o proprio ego...

Feche o VOL... é uma fabrica de mostrar quem pode mais...
quem é mais "FODA"...

[17] Comentário enviado por removido em 25/07/2007 - 14:00h

Ai meu Deus, tem gente que não entende, ou não quer entender...

Cara, o que eu quero dizer é:

Você conseguiu? ÓTIMO! Parabéns!

com outro jogo, vc vai brigar depois, talvez consiga, talvez não, não é problema.

Mas, por que eu vou quebrar minha cabeça pra fazer funcionar um jogo de Windows, no Linux?

Jogar é perda de tempo? eu não vejo assim, vejo como uma maneira de se destrair e melhorar produtividade.

Se matar para fazer funcionar é perder tempo? É! oras!

enquanto você está aí tentando fazer funcionar um jogo Windows no Linux, você poderia estar fazendo uma coisa MIL vezes mais útil para crescer a comunidade.

eu inicio o windows, jogo meu jogo até encher o saco, volto pro meu Linux e continua à desenvolver meus projetos para ajudar a comunidade, aí, vc não acha isso livre?

sem contar o fato de o público para que se volta os jogos são jogadores, certo? querem diversão, certo?
o cara não vai querer se matar pra fazer rodar...

outro exemplo:

msn, coisa que o usuário está acostumado à usar...

http://www.vivaolinux.com.br/dicas/verDica.php?codigo=8590

se põe no lugar do usuário...

cara, é sério, meu, para com isso.

"Feche o VOL... é uma fabrica de mostrar quem pode mais...
quem é mais "FODA"... "

olha isso, não soa como extremismo?

"vc ta sendo radical ao dizer que não se pode emular jogos e mostrar como foi feito..."

"É só pra quem gosta mesmo... é pra quem aprecia "investir" algumas horinhas da vida pra fazer algo só para preencher o ego."

e é verdade... cara, é sério, não quis ser grosseiro, me perdoe se fui...

Porque não tentamos fazer algo para o usuário?

[18] Comentário enviado por M.Bittencourt em 25/07/2007 - 14:09h

Mostrar como ele emulou o jogo não engrandece a comunidade?

Diversas pessoas que estão aqui procurão dicas de como se faz...


E pode ser que essa dica seja util para alguém...Pode ser dificil para alguns... já pra outros não...

Todo conteúdo é valido...

Se não ti serviu... ignoreo... ou melhore-o e faça ele útil a você e as outros membros...

Agora falar que emular um jogo é perda de tempo... hehehe

[19] Comentário enviado por removido em 25/07/2007 - 14:18h

cara, você não entendeu o que eu quis dizer, e acho que não quer entender, então, ok...

[20] Comentário enviado por sombriks em 25/07/2007 - 15:03h

rodrigo, vc me pediu argumento e eu os passei. vou ser mais sucinto então.

Eu poderia estar programando extensões para o GNOME, pro KDE, pro XFCE; coisas bem macumbentas, tipo, o end-user baixar umfonte compilado e dentro do próprio navegador o bixo perguntar "detectei um fonte preparado com autotools. deseja compilar?" e daí começar a coisa. Seri adeus ao console (de novo!).

Mas eu não sei fazer isso. Não ainda. Estou dando duro, estudando, tentando entender. Mas quer dizer que só os bixões da Red Hat (que até ganham pra isso) e a galera do compiz fusion faz algo pra melhorar a vida do end-user? Negativo! Você usa linux, deveria saber que a coisa só foi pra frente porque todo mundo ajuda de alguma forma, mesmo que seja pouco nobre. (vc já ajudou alguém a aprender a mexer no mouse? é pouco, mas serve.) Por hora eu sei fazer isso aí que eu postei, então nã me venha dizer que não vale.

(...)
Porque não tentamos fazer algo para o usuário?
(...)

E o que vc acha que eu fiz aqui? Nossa senhora, isso não vale pro usuário?

Eu tenho fé que esse processo será superado, logo surgirá outro melhor e mais eficiente pra jogar Ragnarok em linux (cliente nativo, talvez...)

Em todas as suas mensagens vc argumenta que linux não deve rodar coisas de windows, que eu devo procurar os "nativos". Mas isso não seria liberdade. Do jeito que tu tem a liberdade de ir pro xp pra jogar, deveríamos poder fazer do mesmo jeitinho no linux: só apertar e jogar.

Hoje, como vc cansou de gritar e apontar, é complexo. Mas já foi impossível em outras épocas, e no futuro espero que seja estupidamente fácil. Mais até que no Windão. quero ver quem vai ter alegria de jogar numa máquina com DRM, onde se vc quiser instalar uma nova cópia do jogo por causa de uma formatação vc não poderá faze-lo.

E com relação a cousa do amsn, aquela é uma das formas de fazer funcionar. Veja seu próprio link e leia o comentário. O cara mostra a versão daquilo lá via automatix, que é só apertar e bum! aparece um amsn pra vc.

Eu não entendo a sua posição, e só por isso decidi responder. Como vc pode concordar que o sistema que vc usa pra trabalhar nunca vai atender todas as suas necessidades? E outras coisas que eu não compreendi tb:

(...)
Vamos parar de tentar demonstrar conhecimentos técnicos...
(...)

(...)
Se matar para fazer funcionar é perder tempo? É! oras!

enquanto você está aí tentando fazer funcionar um jogo Windows no Linux, você poderia estar fazendo uma coisa MIL vezes mais útil para crescer a comunidade.
(...)

No mais, desejo que um dia você compreenda o que é o opensource de verdade, e porque não são empresas que o fazem crescer, mas sim trabalho comunitário.

[21] Comentário enviado por removido em 25/07/2007 - 15:19h

Não vou mais discutir... não vale a pena...

[22] Comentário enviado por sombriks em 31/07/2007 - 01:22h

-- UPDATE --

Vc consegue som simplesmente configurando o wine;

winecfg > audio > alsa support e oss suppport. Habilitei isso e pegou som legal. Tanto no Ragarok quanto no lineage II!

[23] Comentário enviado por M.Bittencourt em 31/07/2007 - 08:07h

Opa, agora voltando a minha dúvida.

Funciona no BRO?

[24] Comentário enviado por GilsonDeElt em 16/08/2007 - 00:33h

Sombriks, muito bom seu artigo!
Não costumo jogar muito, mas quando der eu vou instalar Ragnarök aqui.

Uma coisa: o cara aí em cima questiona a emulação dos jogos. No meu PC não tem Windows (PC veio com um Linux, num quis ficar com ele e pus outro), e não vou instalar um piratão porque, se der problema, eu é que vou ter que arrumar.
Não vejo problema em emular jogos, em gastar horas para isso...
O que o sombriks fez vai me ser útil, e será útil para mais pessoas...
Há usuários e usuários, e não necessariamente o cara que quer jogar vai hesitar em "trabalhar" um pouco pra isso...

Se você quer algo pro end-user (daqueles bem end mesmo), junta esses comandos com mais alguns e cria um shell-script com Kdialog (ou o Dialog do Gnome, que não sei o nome).

Assim que eu instalar meu Slack 12 (e ele reconhecer meu vídeo on-board), eu tento instalar Ragnarök.

Continuem comentando...
flws

[25] Comentário enviado por figueira em 23/08/2007 - 11:19h

Galera so queria saber como configurar o bendito wine 0.9.40,

não tem tuto dessa versão que me diz qual é o arquivo de configuração, nas versões antigas é o wine.conf ou wine/conf.

se puderem me ajudar preciso instalar na facu pra botar um sistema de contabilidade pra funcionar... desde ja agradeço pela colaboração.

[26] Comentário enviado por sombriks em 23/08/2007 - 23:52h

Versões antigas?

deve ser mui antiga, porque nunca usei esse .conf ae.

se vc tem um wine regularmente instalado, vc vai precisar de um console (porque os kras não se deram ao trabalho de criar um simples .desktop...) e digitar "winecfg". sem as aspas, claro.

todavia não deveria ter mistérios; dependendo do quão dependente de windows teu sistema eh, ele pode instalar suaaave ou não passar do instalador; se fizer uso de componentes DDE, COM, COM+, activeX ou DCOM, esqueça, por hora o funcionamento não será 100%.

[27] Comentário enviado por triesse em 11/09/2007 - 10:38h

Ae, Sombriks, parabéns pelo artigo! Assim que eu chegar em casa vou testar :P Mas em outro server.
Pergunta: Esse procedimento funciona em outros servers "private"? Por exemplo, eu jogo atualmente no RagnaProject (depois de dois anos de BRO) e não sei se ele ussa essa dll da MS. Achas que é possível ele rodar no meu Debian 4 numa boa?

Abração!

[28] Comentário enviado por gu1nho em 08/01/2008 - 18:13h

Eu não vejo necessidade em comprar um windows apenas para jogar. Preciso sim "perder meu tempo" (como disse o rodrigo) tentando fazê-lo rodar no Linux.
Não é todo mundo que usa o computador apenas para jogar, logo não há necessidade de pagar sei lá quantocentos reais por um windows apenas para jogar se há a possibilidade de rodá-lo no linux.
Se você tem dinheiro para comprar o windows para jogar e não se importa em gastar, muito bem, mas não seja agressivo com aqueles que não têm, não querem ou não precisam dele.

Rodo World of Wacraft quase sem problemas no Linux. Os problemas que eu tenho são limitações de hw, logo, aconteceriam em mesma proporção no windows. Mas concordo que em muitos casos jogos não rodam em linux, por mais que você quebre a cabeça =[

[29] Comentário enviado por Tiago-Fenrir em 08/01/2008 - 23:49h

?comentario=Gostaria de saber se é necessário o "$" na frente dos endereços IPs



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts