RAID 5 com apenas dois discos, ou menos

Publicado por Carlos Affonso Henriques. em 26/04/2010

[ Hits: 7.938 ]

 


RAID 5 com apenas dois discos, ou menos



O título desta dica é insólito, mas ela mostra de forma didática algumas curiosidades do suporte a RAID via software no Linux e de sua ferramenta de manipulação, o mdadm.

Estava bebendo umas cervejas com um colega e surgiu o assunto RAID, e como não poderia deixar de ser, daí o assunto RAID 5, por que ele disse que havia tido alguns problemas com um e coisa e tal, e de repente ele comentou que o ruim do RAID 5 é que precisaria de 3 discos e apostei uma caixa de cerveja que eu faria com dois discos apenas, ou melhor! Com disco nenhum, e ele duvidou... Claro que eu não disse como! Rsssssssssssss

Ocorre que o mdadm lida com qualquer dispositivo de bloco válido, discos, partições e para quem não sabe... Até mesmo chaveiros USB e arquivos através dos dispositivos de loop! Sei disso por que já implementei RAID 0,1 e 5 com sistemas de arquivos criptografados e funcionam muito bem. Peguei o laptop e fiz o seguinte.

Primeiramente criei os 5 arquivos com o dd no diretório /mnt/sda4/raidloop que criei em meu laptop:

# dd if=/dev/zero of=/mnt/sda4/raidloop/dev0.img bs=1024 count=262144
# dd if=/dev/zero of=/mnt/sda4/raidloop/dev1.img bs=1024 count=262144
# dd if=/dev/zero of=/mnt/sda4/raidloop/dev2.img bs=1024 count=262144
# dd if=/dev/zero of=/mnt/sda4/raidloop/dev3.img bs=1024 count=262144
# dd if=/dev/zero of=/mnt/sda4/raidloop/dev4.img bs=1024 count=262144


Em seguida criamos os dispositivos de bloco com o losetup.

# losetup /dev/loop0 /mnt/sda4/raidloop/dev0.img bs=1024 count=262144
# losetup /dev/loop1 /mnt/sda4/raidloop/dev1.img bs=1024 count=262144
# losetup /dev/loop2 /mnt/sda4/raidloop/dev2.img bs=1024 count=262144
# losetup /dev/loop3 /mnt/sda4/raidloop/dev3.img bs=1024 count=262144
# losetup /dev/loop4 /mnt/sda4/raidloop/dev4.img bs=1024 count=262144


Entendam o conceito! Eu criei dispositivos de bloco sobre arquivos através dos dispositivos de loop, mas em uma aplicação prática estes seriam partições distribuídas ao longo de apenas dois discos rígidos ao invés de 3 que no mínimo são requeridos em um RAID 5.

A desvantagem que temos neste caso é a perda de espaço nos discos rígidos, pois só faremos RAID 5 em algumas partições somente. Eu não testei o desempenho e a confiabilidade desta elegantíssima gambiarra, a fiz tão só por brincadeira e portanto é altamente desaconselhável empregá-la em um ambiente de produção sem testa-la completamente. Seu fim é apenas didático.

Continuando, agora vamos criar o dispositivo MD.

# mdadm --create /dev/md0 --level=5 --raid-devices=5 /dev/loop[0-4]

Pronto! Nossa gambiarRAID5 está criada!

Com o comando "mdadm -D /dev/md0" podemos ver o progresso de sincronização do spare em andamento.

Agora basta particioná-lo normalmente e criar o sistema de arquivos.

# cfdisk /dev/md0

E no tipo de partição selecione a opção FD (Linux Raid Autodetect)

Pronto! Agora você poderá ganhar umas cervejas as custas de um colega desavisado! Rssssssssssss

Para quem desejar se aprofundar mais no assunto RAID com software no Linux há em meu site uma tradução da página de manual do mdadm e do mdadm.conf.

Referência: http://capitainkurn.blogspot.com

Outras dicas deste autor

CBQ: controle efetivo

Obtendo o Dockerfile a partir de uma imagem

Executando comandos do Shell Bash pelo Python

Alterando o MAC addrres de sua placa de rede

Kali - apt-get GPG error, invalid signature [Resolvido]

Leitura recomendada

Mapeando unidade Linux utilizando CIFS

Xcruise - representação espacial dos arquivos

Resolvendo problemas de acesso ao pendrive e câmera digital

Resolvendo o problema de unidade ausente ou não pronta, após atualização do Ubuntu

GlusterFS - Cluster de Filesystem no Linux

  

Comentários
[1] Comentário enviado por dtux em 23/01/2012 - 22:38h

Mto didatico!!!



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts