PROJUDI/Goiás: Preparando documentos PDF para processos

Publicado por Perfil removido em 13/10/2010

[ Hits: 17.077 ]

 


PROJUDI/Goiás: Preparando documentos PDF para processos



Como muitos já sabem, sou advogado e moro em Goiás.

Aqui está-se implantando (ao menos em nível incipiente nos Juizados Especiais e algumas Varas de Família) o Processo Judicial Digital (PROJUDI), o que se traduz na ausência de processos em papel.

Para tanto, utiliza-se o formato PDF para envio dos arquivos a serem incluídos no processo, tais como petições, procurações e documentos.

É necessário criar previamente os arquivos e respeitar o tamanho máximo de 1MB por arquivo a ser transferido (portanto, nobres causídicos, sejamos breves em nossas exposições, rs).

Utilizando o Open ou BR Office para digitar os documentos de petição e planilhas de cálculo, basta usar a função "Exportar para PDF diretamente" existente nesses programas.

No caso de utilizar outro processador de texto, pode-se usar uma impressora PDF virtual, como a CUPS-PDF ou algum dos filtros do tipo "txt2pdf".

Mas o foco desta dica é realmente criar PDFs a partir das imagens de documentos escaneados. O que é muito fácil e rápido utilizando o console.

Vejam os passos:

1) crie uma pasta onde serão armazenadas as imagens escaneadas.

2) escaneie todos os documentos, tendo o cuidado de salvar os arquivos com nomes numerados e sequenciados, ex.: 001.jpg, 002.jpg, img01.jpg, img02.jpg etc.

3) verifique se o programa "convert" está instalado (está no pacote "ImagemMagick": basta executar "apt-get install imagemagick" no Debian/Ubuntu para verificar se está instalado e realizar a instalação em caso contrário).

4) no terminal, digite o seguinte script ou salve-o em um arquivo de texto para posterior utilização:

cd pasta_onde_estao_as_imagens
for i in *.jpg; do convert $i ${i%.jpg}.pdf; done


Pronto! Agora é só entrar no sistema do PROJUDI e enviar seus arquivos!!!

Abraços e até a próxima.

Outras dicas deste autor

Comunidade de relacionamentos para usuários Debian

Editando o seu profile

Autenticação Squid em PostgreSQL

Modem PCTEL no kernel 2.6

Placa Wireless Qualcomm Atheros QCA6174 em kernel 4.4.0-31

Leitura recomendada

Material de Estudo LPIC-1 - Prova 1 (LPI-101, LX0-103) e Prova 2 (LPI-102, LX0-104)

Mapa de teclado us-intl no Kubuntu

Como deixar o KDE com um visual inovador

GNOME e KDE no CentOS 5/6

Encontro Nacional LinuxChix 2007

  

Comentários
[1] Comentário enviado por RogerSantos em 14/10/2010 - 10:39h

Olá,

Aqui em Salvador o PROJUDI tem limite de 3MB, não de 1MB. Imaginava que isso era padrão.

Quanto a dica, excelente. Normalmente digitalizamos através de um Scanner da Fujitsu que já gera documentos em PDF, daí, não há aquele problema de ter vários arquivos. img001.jpg, img002.jpg, img003.jpg... etc. Mas o problema ocorre mesmo quando os advogados levam tais documentos à audiências e temos que nos virar na hora.

Para resolver isso, como não é possível instalar aplicativos no computador do juizado, eu tenho simplesmente copiado e colado as imagens dentro do Writer e exportado em PDF, mas essa sua dica é muito melhor. E como o ImageMagick roda em Windows sem necessitar ser instalado, funcionará perfeitamente. Isso me poupará muito tempo.



Contribuir com comentário