O que não fazer com manipuladores de exceção

Publicado por rafael farias novaes em 02/02/2009

[ Hits: 5.390 ]

Blog: http://www.vivaolinux.com.br/perfil/verPerfil.php?login=bfmano

 


O que não fazer com manipuladores de exceção



Nunca, nunca use um manipulador de exceção desta forma:

try
// código -linha 1
// código - linha 2
// código - linha 3
// etc. etc. etc ..
except
// não faz nada
end;

//continuando com o programa...

Por quê? Como o manipulador de exceção não faz nada, ele literalmente "engole" a exceção. Nada é exibido, registrado. Nada. Provavelmente algum dia algo inesperado acontecerá, e você gastará horas tentando descobrir o que aconteceu.

Suponha que esse código esteja realizando alguns cálculos longos e complicados e, por algum motivo,uma exceção seja disparada na linha DOIS.

Agora a execução do programa continuará como se nada tivesse acontecido. Essa é uma prática de programação ruim.

Moral da historia: Informe a exceção de alguma maneira ou remova o manipulador de exceção e deixe que o manipulador padrão trate dela.

Outras dicas deste autor

Instalando outra HD no Linux

Modem USB Giant D301 - GSM/3G no Ubuntu 8.04

Leitura recomendada

Instalação do Kylix3 no Slackware 10 e correção de bug na IDE C++

Substitua o apt-get pelo aptitude

Como corrigir erro de fonte defeituosa no kylix

Desabilitando o botão direito do mouse no KDE

Formatação de data no Kylix, Delphi ou Lazarus

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts