O que não fazer com manipuladores de exceção

Publicado por rafael farias novaes em 02/02/2009

[ Hits: 5.376 ]

Blog: http://www.vivaolinux.com.br/perfil/verPerfil.php?login=bfmano

 


O que não fazer com manipuladores de exceção



Nunca, nunca use um manipulador de exceção desta forma:

try
// código -linha 1
// código - linha 2
// código - linha 3
// etc. etc. etc ..
except
// não faz nada
end;

//continuando com o programa...

Por quê? Como o manipulador de exceção não faz nada, ele literalmente "engole" a exceção. Nada é exibido, registrado. Nada. Provavelmente algum dia algo inesperado acontecerá, e você gastará horas tentando descobrir o que aconteceu.

Suponha que esse código esteja realizando alguns cálculos longos e complicados e, por algum motivo,uma exceção seja disparada na linha DOIS.

Agora a execução do programa continuará como se nada tivesse acontecido. Essa é uma prática de programação ruim.

Moral da historia: Informe a exceção de alguma maneira ou remova o manipulador de exceção e deixe que o manipulador padrão trate dela.

Outras dicas deste autor

Modem USB Giant D301 - GSM/3G no Ubuntu 8.04

Instalando outra HD no Linux

Leitura recomendada

Instalando o Open Kylix3 no Debian Sarge

Instalando o Kylix em distros recentes (SUSE 10.0, Fedora, Kalango...)

Instalando Kylix 3 no SuSe 9.1

Instalação do Kylix3 no Slackware 10 e correção de bug na IDE C++

Formatação de data no Kylix, Delphi ou Lazarus

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário