KTorrent WebInterface: Controlando o Ktorrent pelo seu browser

Publicado por Leandro Santiago em 10/03/2007

[ Hits: 13.144 ]

Blog: http://leandrosan.wordpress.com

 


KTorrent WebInterface: Controlando o Ktorrent pelo seu browser



Para quem usa o KTorrent para compartilhar arquivos, aqui vai mais uma funcionalidade deste magnífico programa: O gerenciamento dos seus downloads através do seu browser. Isso mesmo: Pelo seu navegador.

O nome do plugin que permite essa façanha é KTorrent WebInterface.

Para usar esse recurso, deve atender os seguintes requisitos:
  • Estar com o KTorrent instalado.
  • Estar com a linguagem php corretamente instalada.

As versões por mim utilizadas foram: KTorrent 2.1rc1 e php-4.4.4

Não vou entrar em detalhes sobre como instalar esses programas ( ./configure && make && make install ). Então vamos aos "finalmente".

Abra o KTorrent. Acesse Configurações >> Configurar KTorrent. Na janela que será aberta, acesse a opção Plugins, que fica no lado esquerdo da janela.

Na lista de plugins, clique em webinterfaceplugin, e em seguida, clique no botão Carregar.

Então var aparecer, no canto inferior esquerdo da janela mais uma opção (se não aparecer, use a barra de rolagem). Clique nessa opção, chamada Interface Web.

Então, em meio às opções, em 'Servidor Web', Selecione uma porta (normalmente a padrão - 8080 - está disponível para uso). Em "Selecione a interface", deixe em default mesmo, pois a interface mobile é muito "feinha" ;).

Em "local do executável 'php'", coloque o caminho completo do executável do programa php. Normalmente o default (/usr/bin/php) está correto. Em "utilizador", digite um nome do usuário que vai gerenciar o KTorrent.

Observação: Não é necessário que seja um usuário cadastrado no computador.

Em seguida, clique no botão "Mudar Senha", e já janela que abrir, selecione uma senha para o usuário. Digite-a novamente no campo verificar e dê OK. Na janela de configuração do KTorrent, dê OK também. Agora chegou a hora de testar para ver se está tudo funcionando.


Abra o seu navegador favorito - que espero que seja o Firefox -, e digite no campo de endereços: http://localhost:8080.
  • localhost se você estiver acessando a máquina local. Se estiver acessando uma máquina numa rede, digite o IP dela, ou o nome de host.
  • Você pode usar isso também em sua máquina, ou seja, em vez de digitar http://localhost:8080, digite somente o http://<hostname>:8080. Se não sabe qual é o Hostname, digite isso num terminal:

    $ hostname

    Que irá obter o nome da sua máquina na rede, no meu caso, masaki.

Será carregada, então, uma tela de login:


Digite o seu nome de usuário e senha e clique em Login.

Pronto, está tudo pronto para você gerenciar o seu KTorrent de qualquer lugar do globo.


Vamos então às principais opções desta interface. Em "Start All", clique para iniciar todos os downloads. Em "Stop All", sem comentários. Em "Setttings", selecione as velocidades de up/download, número máximo de downloads simultâneos e seeds (sementes).

Em "Load Torrents", adicione arquivos torrent locais, ou remotos, pela URL correspondente.

Refresh para 'dar uma refrescada', digo, recarregar a tela. ;-)
Logout para sair da interface.

Os botõezinhos de controle ao lado dos downloads correspondentes são : uma seta verde, que indica o início, ou continuação de um arquivo, um quadrado verde, para pausar um download, e um 'Xis' (X) vermelho, que indica a remoção de um download.

"Simplesmente simples".

Considerações finais

O KTorrent é, sem dúvida, o melhor cliente Bittorrent para o ambiente KDE (quem sabe até, para todo e qualquer Sistema Operacional).

Essa interface Web tem várias vantagens, que se resumem em sua simplicidade de uso e instalação, mas não chega ao nível de usabilidade que a interface em Qt apresenta.Também não se compara à programas com interface web, como o TorrentFlux, por exemplo - programa, aliás, que eu nunca consegui instalar com sucesso, talvez pela considerável complexidade da instalação, ou por eu ter tentado instalar numa máquina remota, com acesso limitadíssimo de usuário. Se alguém aí conseguir instalá-lo, por favor escreva um Tutorial de como proceder.

Bem, acho que e isso. Pode até haver alguma coisa a mais, mas acho que o apresentado já é o bastante.

Links:
Muito obrigado, e até a próxima.

Outras dicas deste autor

Framebuffer - recursos gráficos sem o X

Slim, um belo e leve gerenciador de login

Usando o Bootsplash ao contrário

Desligando o seu computador com o dedão do pé

Acessando mais que 9 parâmetros em shell script

Leitura recomendada

Instalando o Real Player no Debian Lenny

aBíblia Software 2.2: agora também em inglês

Instalando o Flash Player 10 no Debian Lenny e Firefox 3.06 (manualmente)

Software com suporte CMYK - sK1 2.0 beta no Ubuntu 20.04

Instalando o editor Vim no CentOS

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts