Guardando SPAM com Procmail e SpamAssassin

Publicado por Luiz Antonio da Silva Junior em 24/06/2006

[ Hits: 8.320 ]

 


Guardando SPAM com Procmail e SpamAssassin



Resolvi escrever essa dica depois de passar algum tempo procurando uma solução contra SPAM. Quem administra servidor de e-mail vive numa constante batalha contra essa praga e sabe como o usuário reclama.

Bom, uma das melhores soluções para identificar SPAM é a utilização do SpamAssassin. Porém, ele não bloqueia e sim identifica a mensagem adicionando "*****SPAM*****" no "Subject" da mensagem original e colocando a mensagem como anexo. Assim, os emails continuam chegando à caixa de mensagem do usuário, agora, classificada como SPAM.

Exemplo de uma mensagem:

*****SPAM***** VoIP - Economize em suas ligações!!!

O foco dessa dica não é configurar o SpamAssassin e sim utilizar o sistema com ele já configurado.

Mas por que "guardar" SPAM invés de jogá-lo fora diretamente?

Simples, algumas vezes, principalmente pouco depois de configurar o SpamAssassin, é bem provável que ele identifique falsos-positivos, ou seja, classifica como SPAM mensagens que não são e, mantendo-as num diretório específico você pode, posteriormente, ensiná-lo quais mensagens são e quais não são SPAM. Depois disso, poderá apagá-los pois não terão mais utilidade.

Pois bem, edite seu /etc/procmailrc e adicione as seguintes linhas:

:0:
*^Subject:.\*\*\*\*\*SPAM\*\*\*\*\*
$HOME/INBOX.Spam

Com isso, tudo que vier com o título "*****SPAM*****" (que é o que o SpamAssassin faz quando encontra um SPAM, por padrão) será jogado para o /home/USUARIO/INBOX.Spam, assim, mesmo baixando as mensagens via cliente (Outlook, Thunderbird etc) elas não chegarão para o usuário.

Para o usuário checar esses emails ele deverá acessar via webmail e conferir se há falsos-positivos.

Obs. 1: Editando o /etc/procmailrc a regra valerá para todos os usuários. Se quiser ativar para um usuário específico adicione a regra no arquivo .prcmailrc dentro do seu HOME.

Obs. 2: Crie o aquivo ~/INBOX.Spam com permissão de escrita para o usuário ou o arquivo que preferir. Não esquecer de listar essa "pasta" no webmail para que seja visível ao usuário.

Nunca mais tive reclamações de clientes depois de fazer isso.

:-)

JuNiOx

Outras dicas deste autor

Trabalhando com cores no Java

Funções PHP relacionadas à HTML

Calculadora Google

Movie Studio in a Box

Bloqueando anexos via Procmail

Leitura recomendada

Integração Thunderbird + Firefox

Aprenda Qmail

Visualizando mensagem da fila do Postfix

Kshowmail: Combatendo SPAM & CIA

Howto: Postfix integrado ao Active Directory - Debian Lenny

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts