GitHub - Gerenciando repositório pelo terminal

Publicado por Jose Mario em 19/10/2015

[ Hits: 18.231 ]

 


GitHub - Gerenciando repositório pelo terminal



Salve galera.

Tentarei demonstrar da forma mais clara e simples possível como utilizar o GitHub.

Criei uma conta no https://github.com/zezaocapoeira e alguns repositórios utilizando o método descrito abaixo.

O guia abaixo é apenas uma singela demonstração de uso, adapte para a sua realidade.

Não esqueça de instalar o git, caso não esteja instalado.

1° passo

Terá que criar uma conta no site:
Após logado, terá que criar um repositório lá, procure pela opção "+ New repository".

Na próxima página adicione o nome do seu repositório (exemplo: "teste"). As configurações deixe padrão.

Feito isso encontre a opção "Create repository" e clique.

A próxima página que abrir conterá as instruções básicas de utilização, neste momento não faça nada na página apenas anote a linha que contém conteúdo semelhante a descrita logo abaixo e deixe a página aberta no navegador.

git remote add origin https://github.com/seu-usuario/teste.git

Vamos precisar dela depois.

Próximos passos serão no terminal

2° passo

No terminal, no diretório "/home/seu-usuario", rode os seguintes comandos:

Obs.: as aspas dos comandos abaixo são obrigatórias.

git config --global user.email "email-que-usou-pra-criar-a-conta-do-github"
$ git config --global user.name "nome-do-seu-usuario-de-login-do-github"


Feito isso, criaremos um diretório para alocar todos os repositórios do projetos (exemplo: "PROJETOS-GIT"):

mkdir PROJETOS-GIT

Entre neste diretório:

cd PROJETOS-GIT

Agora criaremos um diretório para alocar o repositório que tínhamos criado anteriormente no site:

mkdir TESTE

Entre no diretório:

cd TESTE

Agora começaremos a utilizar o Git para gerenciar o repositório.

Rode os seguintes comandos na seguinte ordem:

Para gerar as configurações:

git init

Para criar o README.md (pode-se utilizar um editor de texto para criar/editar o arquivo também):

echo "teste" >> README.md

Para adicionar:

git add README.md

O mais importante sempre que adicionar algo com "git add", terá que criar um "commit". Pois senão a alteração não será identificada.

git commit -m "primeiro teste"

Aquele endereço que pedi pra anotar, vamos usá-lo agora deste modo:

git remote add origin https://github.com/seu-usuario/teste.git
git status

Para enviar pra o repositório:

git push -u origin master

Vai pedir o nome do usuário que usa pra logar no GitHub e a senha.

Recarregue aquela página no navegador, e veja se aconteceu as alterações.

3° passo

Toda vez que adicionar ou alterar algo rode:

git status

Ele irá listar o que foi adicionado ou alterado.

Caso queira criar um diretório, ele deve conter algo dentro. Pois não será identificado se estiver vazio.

Depois de feito essa configurações iniciais, bastará apenas usar os seguintes comandos para administrar:

git status
$ git add seu-arquivo
$ git commit -m "qualquer-coisa"
$ git push -u origin master


Caso crie outro repositório. Terá que repetir as configurações que citei no início do guia.

Obs.: aqui demonstrei apenas como configurar o básico para fazer uploads. Para as demais opções de comandos sugiro verificar em:
Pra entender como o "git" funciona tem que praticar, a prática leva à perfeição.

Também verifique no Google, tem muitos resultados com o termo "tutorial git".

Fazendo uma pesquisa sobre as funções do "git" terá uma experiência bacana com a ferramenta.

Obrigado pela atenção, salve!!!

Outras dicas deste autor

SimpleScreenRecorder no Slackware 14.1 64 bits Multilib

Emulador pcsx2 (ps2) no Slackware64-14.2_multilib

Script gerenciador e configurador para QEMU

Puppy Linux : Instalação e configuração

Slackware + Gentoo - Dual-boot sem live-CD/USB

Leitura recomendada

Wireless - Ubuntu 11.04 no LG-A419 ( RT3090 )

Interface de rede novamente como eth0

SFTP (Secure File Transfer Protocol) no OpenSSH

Ver interfaces USB em sistema guest WindowsXP no Virtualbox em OpenSUSE 11.0

sysctl no boot do Antergos (Arch Linux)

  

Comentários
[1] Comentário enviado por edps em 19/10/2015 - 17:39h


show! agora só falta eu me lembrar da senha da época em que me cadastrei no github! rsrs

[2] Comentário enviado por danniel-lara em 20/10/2015 - 08:36h


Parabéns , muito bom mesmo

[3] Comentário enviado por ru4n em 21/10/2015 - 13:30h

Muito bom !

Vou transferir meus projetos do google.code para o github!

[4] Comentário enviado por rauldipeas em 24/10/2015 - 14:56h


Eu acho mais fácil gerenciar repositórios do GitHub usando o SparkleShare, ele sincroniza os arquivos criados localmente de maneira automática e simplifca muito o processo.

O meu repositório do AviX foi totalmente criado e gerenciado com ele.

http://avix.sf.net

[5] Comentário enviado por zezaocapoeira em 24/10/2015 - 15:32h

Salve galera . Valeu pelos comentários.

Obrigado pela atenção , salve !!!

[6] Comentário enviado por zezaocapoeira em 24/10/2015 - 15:45h


[4] Comentário enviado por rauldipeas em 24/10/2015 - 14:56h


Eu acho mais fácil gerenciar repositórios do GitHub usando o SparkleShare, ele sincroniza os arquivos criados localmente de maneira automática e simplifca muito o processo.

O meu repositório do AviX foi totalmente criado e gerenciado com ele.

http://avix.sf.net


Salve mano .

Valeu pela sugestão do "SparkleShare" .

Aqui prefiro fazer as coisas via "terminal" , acho mais simples . Resumindo é basicamente questão de gosto pessoal.

E parabéns pelo seu projeto http://avix.sourceforge.net/ , achei muito interessante . Parabéns pelo trabalho.

Obrigado pela atenção , salve !!!

[7] Comentário enviado por rauldipeas em 24/10/2015 - 16:01h


[6] Comentário enviado por zezaocapoeira em 24/10/2015 - 15:45h


[4] Comentário enviado por rauldipeas em 24/10/2015 - 14:56h


Eu acho mais fácil gerenciar repositórios do GitHub usando o SparkleShare, ele sincroniza os arquivos criados localmente de maneira automática e simplifca muito o processo.

O meu repositório do AviX foi totalmente criado e gerenciado com ele.

http://avix.sf.net

Salve mano .

Valeu pela sugestão do "SparkleShare" .

Aqui prefiro fazer as coisas via "terminal" , acho mais simples . Resumindo é basicamente questão de gosto pessoal.

E parabéns pelo seu projeto http://avix.sourceforge.net/ , achei muito interessante . Parabéns pelo trabalho.

Obrigado pela atenção , salve !!!


É, ainda bem que há opções pra todos os gostos né? Eu acho que é mais questão de hábito, faço muita coisa por terminal, mas sempre que posso prefiro fazer via modo gráfico.

Obrigado!

[8] Comentário enviado por julio.ferraz em 29/07/2017 - 15:09h

Rapaz,

Parabéns pela iniciativa, mesmo que existindo um manual enorme sobre o git na internet, a didática usada por você para mim foi excelente, não tive que buscar manual, e acabei tirando dúvidas que tinha em suas explicações. Parabéns mesmo pela maneira que conduziu o assunto de maneira prática e rápida. Um abraço!

[9] Comentário enviado por zezaocapoeira em 29/07/2017 - 18:00h


[8] Comentário enviado por julio.ferraz em 29/07/2017 - 15:09h

Rapaz,

Parabéns pela iniciativa, mesmo que existindo um manual enorme sobre o git na internet, a didática usada por você para mim foi excelente, não tive que buscar manual, e acabei tirando dúvidas que tinha em suas explicações. Parabéns mesmo pela maneira que conduziu o assunto de maneira prática e rápida. Um abraço!


Salve @julio.ferraz.

Valeu pelo feedback.

Caso tenha curiosidade:

https://wiki.winehq.org/Git_Wine_Tutorial

O conteúdo do link , pode ser adaptado a outras realidades.

Obrigado pela atenção, salve !!!



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts