Exercício Prático LPIC 10

Publicado por Wagner Souza em 06/04/2015

[ Hits: 2.878 ]

Blog: https://zerotoherosec.blogspot.com/

 


Exercício Prático LPIC 10



LPIC - 1
  • Tópico 101: Arquitetura de sistema (Peso 8)
  • Tópico 109: Fundamentos de rede (Peso 14)

Ao terminar a instalação de um servidor, foi verificado que a placa de rede não está ativa. O que deve ser feito para solucionar o problema? Configure a placa de rede para pegar IP pelo DHCP da rede.

Solução

A primeira coisa a ser feita é verificar se a sua placa de rede foi reconhecida pelo sistema. Execute o comando lspci que mostra as informações dos componentes de hardware conectados ao barramento pci e identificado pela sistema linux.

# lspci
00:00.0 Host bridge: Intel Corporation 440FX - 82441FX PMC [Natoma] (rev 02)
00:01.0 ISA bridge: Intel Corporation 82371SB PIIX3 ISA [Natoma/Triton II]
00:01.1 IDE interface: Intel Corporation 82371AB/EB/MB PIIX4 IDE (rev 01)
00:02.0 VGA compatible controller: InnoTek Systemberatung GmbH VirtualBox Graphics Adapter
00:03.0 Ethernet controller: Intel Corporation 82540EM Gigabit Ethernet Controller (rev 02)
00:04.0 System peripheral: InnoTek Systemberatung GmbH VirtualBox Guest Service
00:05.0 Multimedia audio controller: Intel Corporation 82801AA AC'97 Audio Controller (rev 01)
00:06.0 USB controller: Apple Inc. KeyLargo/Intrepid USB
00:07.0 Bridge: Intel Corporation 82371AB/EB/MB PIIX4 ACPI (rev 08)
00:08.0 Ethernet controller: Intel Corporation 82540EM Gigabit Ethernet Controller (rev 02)
00:0b.0 USB controller: Intel Corporation 82801FB/FBM/FR/FW/FRW (ICH6 Family) USB2 EHCI Controller
00:0d.0 SATA controller: Intel Corporation 82801HM/HEM (ICH8M/ICH8M-E) SATA Controller [AHCI mode] (rev 02)


Note que no início de cada linha, há um identificador do hardware. Vamos utilizar e esse ID para ver mais detalhes do hardware, como por exemplo, o módulo utilizado para o funcionamento da placa de rede. No caso eu vou escolher o ID 00:08.0 de nome Ethernet que é a placa de rede.

É importante entender que mesmo reconhecendo o hardware, não é garantia de o módulo está ativo. Sendo assim, é preciso detalhar mais as informações a respeito da placa de rede.

# lspci -s 00:08.0 -v
00:08.0 Ethernet controller: Intel Corporation 82540EM Gigabit Ethernet Controller (rev 02)
        Subsystem: Intel Corporation PRO/1000 MT Desktop Adapter
        Flags: bus master, 66MHz, medium devsel, latency 64, IRQ 16
        Memory at f0820000 (32-bit, non-prefetchable) [size=128K]
        I/O ports at d240 [size=8]
        Capabilities: [dc] Power Management version 2
        Capabilities: [e4] PCI-X non-bridge device
        Kernel driver in use: e1000


Agora ficou mais interessante. A última linha mostra qual é o módulo que o sistema usa para comunicação com este hardware. Neste exemplo, é o e1000.

Verifique se o módulo foi carregado.

# lsmod | grep e1000
e1000                 128503  0

O "lsmod" lista todos os módulos ativos no momento. Concluímos que a placa está ativa.

Se você desejar saber mais detalhes referente ao este módulo, se possui dependências, localização e etc. O comando "modinfo" o ajudará nessa tarefa:

# modinfo e1000

Caso a saída seja muito extensa, use o "less" para facilitar a leitura das informações.

# modinfo e1000 | less

Um detalhe muito importante: caso não houvesse nenhum retorno do comando "lsmod", você precisaria ativar o mesmo com o comando:

# modprobe e1000

Este comando já verifica se há dependências para este módulo e o configura.

Em relação aos módulos está tudo OK. O que pode estar acontecendo é que a placa de rede não foi configurada. No Debian e seus derivados, as placas de rede são configuradas no arquivo "/etc/network/interfaces". No Red Hat, e seus derivados, o arquivo de configuração fica em "/etc/sysconfig/network-scripts/ifcfg-" (o que vem após o traço, é como a sua placa foi nomeada pelo sistema).

Como neste exercício é para configurar a placa para receber IP do DHCP da rede, seguem as configurações.

Debian:

# vi /etc/network/interfaces

E digite as informações abaixo:

auto eth0
iface eth0 inet dhcp

Salve e saia do arquivo. Em seguida, execute os comandos:

# ifup eth0
Ou:
# ifconfig eth0 up

Em seguida:

# /etc/init.d/networking restart

Com isso já deve resolver.

Red Hat:

# vi /etc/sysconfig/network-scripts/ifcfg-eth0

E configure dessa maneira:

DEVICE=eth0
ONBOOT=yes
HWADDR=00:02:44:95:1D:88
BOOTPROTO=dhcp
USERCTL=no

# ifup eth0
Ou:
# ifconfig eth0 up

Em seguida:

# service network restart

O padrão é que o nome da primeira placa de rede seja eth0. Isso pode variar em algumas distribuições, mas essas variações não são levadas em consideração nos exames da LPIC e sim, a nomenclatura eth0, eth1...


Bom, mas uma dica para ajudar nos estudos.
Aprofundem o conhecimento e boa sorte!

Outras dicas deste autor

Baixando arquivos de servidores FTP via linha de comando

Exercício Prático LPIC 09

Exercício Prático LPIC 01

Servidor Proxy para uso do APT e ZYPPER - Configuração

Exercício Prático LPIC 12

Leitura recomendada

Scripts adduser (para criar usuários) em distros não Debian - Para iniciantes

Recuperar arquivos do Windows usando um LiveCD do Ubuntu Linux

Mágicas com o utilitário screen em conexões remotas

Otimizando o uso da memória RAM do sistema

Transferindo arquivos com o netcat

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário