Exercício Prático LPIC 10

Publicado por Wagner Souza em 06/04/2015

[ Hits: 2.413 ]

Blog: https://zerotoherosec.blogspot.com/

 


Exercício Prático LPIC 10



LPIC - 1
  • Tópico 101: Arquitetura de sistema (Peso 8)
  • Tópico 109: Fundamentos de rede (Peso 14)

Ao terminar a instalação de um servidor, foi verificado que a placa de rede não está ativa. O que deve ser feito para solucionar o problema? Configure a placa de rede para pegar IP pelo DHCP da rede.

Solução

A primeira coisa a ser feita é verificar se a sua placa de rede foi reconhecida pelo sistema. Execute o comando lspci que mostra as informações dos componentes de hardware conectados ao barramento pci e identificado pela sistema linux.

# lspci
00:00.0 Host bridge: Intel Corporation 440FX - 82441FX PMC [Natoma] (rev 02)
00:01.0 ISA bridge: Intel Corporation 82371SB PIIX3 ISA [Natoma/Triton II]
00:01.1 IDE interface: Intel Corporation 82371AB/EB/MB PIIX4 IDE (rev 01)
00:02.0 VGA compatible controller: InnoTek Systemberatung GmbH VirtualBox Graphics Adapter
00:03.0 Ethernet controller: Intel Corporation 82540EM Gigabit Ethernet Controller (rev 02)
00:04.0 System peripheral: InnoTek Systemberatung GmbH VirtualBox Guest Service
00:05.0 Multimedia audio controller: Intel Corporation 82801AA AC'97 Audio Controller (rev 01)
00:06.0 USB controller: Apple Inc. KeyLargo/Intrepid USB
00:07.0 Bridge: Intel Corporation 82371AB/EB/MB PIIX4 ACPI (rev 08)
00:08.0 Ethernet controller: Intel Corporation 82540EM Gigabit Ethernet Controller (rev 02)
00:0b.0 USB controller: Intel Corporation 82801FB/FBM/FR/FW/FRW (ICH6 Family) USB2 EHCI Controller
00:0d.0 SATA controller: Intel Corporation 82801HM/HEM (ICH8M/ICH8M-E) SATA Controller [AHCI mode] (rev 02)


Note que no início de cada linha, há um identificador do hardware. Vamos utilizar e esse ID para ver mais detalhes do hardware, como por exemplo, o módulo utilizado para o funcionamento da placa de rede. No caso eu vou escolher o ID 00:08.0 de nome Ethernet que é a placa de rede.

É importante entender que mesmo reconhecendo o hardware, não é garantia de o módulo está ativo. Sendo assim, é preciso detalhar mais as informações a respeito da placa de rede.

# lspci -s 00:08.0 -v
00:08.0 Ethernet controller: Intel Corporation 82540EM Gigabit Ethernet Controller (rev 02)
        Subsystem: Intel Corporation PRO/1000 MT Desktop Adapter
        Flags: bus master, 66MHz, medium devsel, latency 64, IRQ 16
        Memory at f0820000 (32-bit, non-prefetchable) [size=128K]
        I/O ports at d240 [size=8]
        Capabilities: [dc] Power Management version 2
        Capabilities: [e4] PCI-X non-bridge device
        Kernel driver in use: e1000


Agora ficou mais interessante. A última linha mostra qual é o módulo que o sistema usa para comunicação com este hardware. Neste exemplo, é o e1000.

Verifique se o módulo foi carregado.

# lsmod | grep e1000
e1000                 128503  0

O "lsmod" lista todos os módulos ativos no momento. Concluímos que a placa está ativa.

Se você desejar saber mais detalhes referente ao este módulo, se possui dependências, localização e etc. O comando "modinfo" o ajudará nessa tarefa:

# modinfo e1000

Caso a saída seja muito extensa, use o "less" para facilitar a leitura das informações.

# modinfo e1000 | less

Um detalhe muito importante: caso não houvesse nenhum retorno do comando "lsmod", você precisaria ativar o mesmo com o comando:

# modprobe e1000

Este comando já verifica se há dependências para este módulo e o configura.

Em relação aos módulos está tudo OK. O que pode estar acontecendo é que a placa de rede não foi configurada. No Debian e seus derivados, as placas de rede são configuradas no arquivo "/etc/network/interfaces". No Red Hat, e seus derivados, o arquivo de configuração fica em "/etc/sysconfig/network-scripts/ifcfg-" (o que vem após o traço, é como a sua placa foi nomeada pelo sistema).

Como neste exercício é para configurar a placa para receber IP do DHCP da rede, seguem as configurações.

Debian:

# vi /etc/network/interfaces

E digite as informações abaixo:

auto eth0
iface eth0 inet dhcp

Salve e saia do arquivo. Em seguida, execute os comandos:

# ifup eth0
Ou:
# ifconfig eth0 up

Em seguida:

# /etc/init.d/networking restart

Com isso já deve resolver.

Red Hat:

# vi /etc/sysconfig/network-scripts/ifcfg-eth0

E configure dessa maneira:

DEVICE=eth0
ONBOOT=yes
HWADDR=00:02:44:95:1D:88
BOOTPROTO=dhcp
USERCTL=no

# ifup eth0
Ou:
# ifconfig eth0 up

Em seguida:

# service network restart

O padrão é que o nome da primeira placa de rede seja eth0. Isso pode variar em algumas distribuições, mas essas variações não são levadas em consideração nos exames da LPIC e sim, a nomenclatura eth0, eth1...


Bom, mas uma dica para ajudar nos estudos.
Aprofundem o conhecimento e boa sorte!

Outras dicas deste autor

Shell Script nosso de cada dia - Episódio 1

Guias das Melhores Práticas de Segurança para GNU/Linux

Exercício Prático LPIC 12

Exercício Prático LPIC 08

Exercício Prático LPIC 11

Leitura recomendada

Alerta! Glxgears não é teste de desempenho

Guia de bolso com os principais comandos Linux

Como obter explicação "mastigada" de seus comandos shell

Criando pacotes executáveis auto-extraível no GNU/Linux

Mudando a cor do xterm

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts