Executando comandos Linux com o timeout

Publicado por Diego Mendes Rodrigues em 13/04/2020

[ Hits: 2.831 ]

Blog: https://www.linkedin.com/in/diegomendesrodrigues/

 


Executando comandos Linux com o timeout



O Linux possui um utilitário de linha de comando chamado timeout, que viabiliza a execução de comandos, com um limite de tempo pré-determinado.

Segue a sintaxe deste comando:

timeout DURATION COMMAND ...

Para utilizar esse comando, você deve especificar o valor do "timeout" em segundos, junto com o comando Linux que será executado. Por exemplo, para executar o comando "ping" durante 6 segundos, os dois comandos abaixo são válidos:

timeout 6s ping -4 vivaolinux.com.br
ou:
timeout 6 ping -4 vivaolinux.com.br

Observe que não é necessário colocar 6s, já que o tempo padrão é em segundos.
Linux: Executar comandos Linux com o timeout
Existem outros prefixos que podem ser utilizados para definir o tempo em minutos, horas ou dias:
  • m - representa minutos
  • h - representa horas
  • d - representa dias

Em alguns casos, com alguns comandos, eles continuam sendo executados depois do tempo definido no "timeout". Nessas circunstâncias, você pode utilizar a opção "--kill-after".

Segue a sintaxe dessa opção: -k, --kill-after=DURATION

Ao utilizar a opção "--kill-after", é necessário enviar também a duração do "timeout", como exposto anteriormente, para que o comando saiba quando o sinal de "kill" deve ser enviado.

Outras dicas deste autor

Java 10 - final de vida do Java 9!

Adicionando o Timestamp no History

WhatsDesk - cliente WhatsApp não-oficial para Linux

pfetch ao invés do neofetch

Sistema de arquivos, disco rígido e memória do seu Linux

Leitura recomendada

Verificando espaço em filesystems e pastas

Utilizando SSH

Usando o RPM

Abrindo o Konsole com o Konqueror, na pasta atual

Releitura do arquivo "/etc/fstab" sem reiniciar a máquina

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário