Estendendo, à quase eternidade, a vida útil do SD card no Raspberry Pi

Publicado por Carlos Affonso Henriques. em 18/06/2018

[ Hits: 1.458 ]

 


Estendendo, à quase eternidade, a vida útil do SD card no Raspberry Pi



Para quem já teve problemas de corrupção de cartões SD com Raspberries em dispositivos de campo, pensei nessa solução simples mas eficaz.

A ideia é montar tudo que precisa ser escrito em ramdisk via tmpfs, e após a iniciação do sistema operacional fazer um remount como read-only.

Inicialmente tentei sem sucesso,incluir a opção ro (read only) no /boot/cmdline.txt, depois montar a / como ro via fstab... então parti para algo mais "manual".

Primeiramente vamos editar o /etc/fstab e deixa-lo parecido com esse:

proc            /proc           proc    defaults          0       0
/dev/mmcblk0p1  /boot           vfat    defaults          0       2
/dev/mmcblk0p2  /               ext4    defaults,noatime,nodiratime,commit=90  0       0
tmpfs / tmpfs defaults,noatime,nodiratime
tmpfs /tmp tmpfs defaults,noatime,nodiratime
tmpfs /var/log tmpfs defaults,noatime,nodiratime
tmpfs /var/spool/ tmpfs defaults,noatime,nodiratime

Disse "parecido" pois ele pode ser diferente para cada necessidade, distribuição etc.

Após o sistema operacional iniciado, remonte o sistema de arquivos "/", raiz como ro, com o seguinte comando:

# mount -o remount,ro /

Para automatizar o processo você deve fazer scripts de inicialização, não vou me adentrar nisso por fugir ao escopo da matéria.

Bom trabalho a todos!

Outras dicas deste autor

Slax como USB live

Espelhamento remoto com ChironFS

Endereço IP como variável

Raspberry PI 3: Wireless integrada funcionando no Slackware ARM

Renomeando interfaces de rede com nameif e /etc/mactab

Leitura recomendada

Livrando-se dos "pacotes órfãos" (modo gráfico)

Resolvendo o problema de unidade ausente ou não pronta, após atualização do Ubuntu

Link simbólico e hardlink

Clonando partições/HDs com o dd

Gerenciamento de quotas de impressão

  

Comentários
[1] Comentário enviado por vmmello em 19/06/2018 - 15:22h

Eu faço mais ou menos a mesma coisa.

Um detalhe é que ao montar o /var/spool/ como tmpfs os crontabs são perdidos ao reiniciar. E também e-mails que estiverem na fila e coisas do tipo.

[2] Comentário enviado por CapitainKurn em 28/06/2018 - 02:00h


[1] Comentário enviado por vmmello em 19/06/2018 - 15:22h

Eu faço mais ou menos a mesma coisa.

Um detalhe é que ao montar o /var/spool/ como tmpfs os crontabs são perdidos ao reiniciar. E também e-mails que estiverem na fila e coisas do tipo.

Faz um script de iniciação com as crontabs, .... Mas como eu disse, depende da aplicação, etc. Cada cenário tem que ser estudado e ver o que é possível ser feito.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts