Dicas de pós-instalação no Slackware 13.37 64 bits

Publicado por Fernando Eckhardt Valle em 19/09/2011

[ Hits: 15.639 ]

 


Dicas de pós-instalação no Slackware 13.37 64 bits



Então você acabou de instalar o Slackware 13.37 e achou que tinha acabado a parte mais difícil... pois agora sim que a coisa fica interessante. Instalação do Slack é igual andar de bicicleta, depois que aprende uma vez, não esquece mais, agora configurar, às vezes damos uma leve esquecidinha... principalmente se você ficou um bom tempo mexendo com alguma distribuição que era só dar um apt-get e tudo se resolvia. Pois bem, aqui estão algumas dicas!

1) Adicionando usuário e passando para o modo gráfico

Como sempre, após instalar o Slackware nos deparamos com o o sistema em modo texto, mesmo o pessoal já estando careca de saber, não custa nada explicarmos novamente como você faz ele dar boot direto para o modo gráfico, mas antes, vamos adicionar um usuário, porque trabalhar o tempo todo como root é chamar pela desgraça.

Adicionando um novo usuário:

# adduser

E então siga os passos que serão mostrados na tela.

Bootando em modo gráfico:

# nano /etc/inittab

Procure por esta linha:

# Default runlevel. (Do not set to 0 or 6)
id:3:initdefault:

Onde está o 3, troque por 4.

Ctrl + O (irá salvar a alteração) e então Ctrl + X (irá fechar o editor de texto).

Pronto, caso queira entrar direto para o modo gráfico sem reiniciar o micro, dê o comando "startx".

2) Atualizando o Firefox para a versão 6

O Firefox por padrão no Slack 13.37 vem na versão 4... muito atrasado, vários sites ficam pedindo atualização para trabalharem decentemente, então vamos atualizá-lo.

Acesse o site com os repositórios oficiais e mais atuais do Slack:
Procure e salve o pacote com o Firefox 6. Se quiser facilitar a vida, cole isso num terminal:

wget ftp://ftp.slackware.com/pub/slackware/slackware64-current/slackware64/xap/mozilla-firefox-6.0.2-x86_64- 1.txz

Seria interessante agora fechar o Firefox para garantir a estabilidade da coisa, e então de um upgrade no pacote:

# upgradepkg mozilla-firefox-6.0.2-x86_64-1.txz

3) Atualizando o plugin do Flash

Claro, como você verá vídeos no Youtube sem o plugin do Flash!?!

Inicialmente baixe o plugin direto do site da Adobe:

wget http://download.macromedia.com/pub/labs/flashplatformruntimes/flashplayer11/flashplayer11_rc1_install_lin_64_090611.ta r.gz

Bom, se você utilizar o sistema de 32 bits, procure na página e baixe a versão correta:
Desempacote o arquivo baixado:

tar -zvxf flashplayer11_rc1_install_lin_64_090611.tar.gz

Acesse a pasta criada e copie o arquivo libflashplayer.so para a pasta de plugins do Firefox:

# cp libflashplayer.so /usr/lib64/mozilla/plugins/

Reinicie o Firefox e teste o Youtube.

4 Acessando pendrives como usuário comum

Não tem coisa mais chata como você plugar o pendrive no micro, ele reconhecer, você tentar acessá-lo e então nada acontece. Você não tem permissão. Só o root consegue essa proeza. O comando para um usuário comum consiga montar a e acessar automaticamente os dispositivos plugados na entrada USB é o seguinte:

# gpasswd -a seu_nome_de_usuario plugdev

Reinicie a sessão na sequência.

O comando acima faz o usuário pertencer ao grupo plugdev, então ele tem acesso aos dispositivos como um pendrive.

5) Passando o KDE para o português e arrumando layout do teclado

Considerando que você está usando o KDE, acesse o DVD da instalação e procure pelo diretório kdei, que está dentro do diretório Slackware64 (acho!). Dentro desse diretório está o pacote com a linguagem português do KDE. Caso isso parece demorado pode baixar pelo link abaixo:

wget ftp://ftp.slackware.com/pub/slackware/slackware64-13.37/slackware64/kdei/kde-l10n-pt_BR-4.5.5-noarch- 3.txz

Instale o pacote:

# installpkg kde-l10n-pt_BR-4.5.5-noarch-3.txz

No menu K vá em configurações do sistema, locale, e adicione o idioma "Português brasileiro". Quando reiniciar a sessão tudo estará em português.

Para arrumar o layout do teclado, caso ele esteja incorreto:

Acesse o menu K, configurações do sistema, na guia Hardware, entre em dispositivos de entrada, na sessão do teclado vá em leioute, marque configurar leioutes, Adicionar leioutes, Limitar a seleção por idiomas: português, Leiaute: Português (Brasil), Variante: Padrão, Rótulo: br. Dê um Ok e apague o layout norte-americano.

6) Instalando o Libreoffice 3 e deixando-o em português e com corretor gramatical

Todo mundo precisa de uma suíte de escritório na vida, o LibreOffice é ótima... não perde em nada para o MSOffice se analisarmos as utilidades do dia a dia do usuário caseiro. Baixe o LibreOffice, no formato txz, bonitão para instalarmos:

wget http://connie.slackware.com/~alien/slackbuilds/libreoffice/pkg64/13.37/libreoffice-3.4.3-x86_64- 1alien.txz

Só uma observação aqui, esse repositório connie.slackware.com/~alien/slackbuilds/ tem vários pacotes bons e atualizados, recomento passar um tempo dando uma conferida em seu conteúdo.

Vamos baixar também o pacote de tradução:

wget http://connie.slackware.com/~alien/slackbuilds/libreoffice/pkg64/13.37/libreoffice-l10n-pt_BR- 3.4.3-x86_64-1alien.txz

Instalando:

# installpkg libreoffice-3.4.3-x86_64-1alien.txz
# installpkg libreoffice-l10n-pt_BR-3.4.3-x86_64-1alien.txz

Talvez seja interessante agora abrir um programa do LibreOffice e entrar em Ferramentas, Opções, Configuração de idiomas, Idiomas, e mudar as opções para Português.

Para colocarmos o corretor ortográfico, primeiro devemos baixá-lo:

wget http://extensions.services.openoffice.org/e-files/1375/8/Vero_pt_BR_V208AOC.oxt

Na sequência, abra o Writer (mas pode ser outro programa da suíte): Ferramentas, Gerenciador de extensão, Adicionar, procure o arquivo Vero_pt_BR_V208AOC.oxt, mande abrir, espere carregar e pronto. Quando reiniciar o Writer terá o corretor funcionando.

Valeu galera, qualquer dúvida, reclamação, apontamento de erros ou sugestões só deixar um comentário.

Obrigado pela leitura!

Outras dicas deste autor

Canal do Viva o Linux no Telegram

Showterm: screencast pelo terminal

VirtualBox 4.3 no Fedora 20

Resolvendo problema de screen tearing nas placas de vídeo Intel no Ubuntu, Mint e derivados

Leitura recomendada

Pós-instalação do Fedora 18: Habilitar as chaves GPG para o yum

Como resolver o problema das teclas Alt+F2 e Ctrl+Alt+F2 no Sabayon Linux 4

Slackware com WEP via iwconfig sem Wicd!

Repositórios oficiais do Skype para GNU/Linux

A melhor forma de rodar o Kurumin 2.04 com o Windows em dual boot

  

Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 19/09/2011 - 14:18h

Não é recomendado deixar o init:4, é preferível deixar init:3 e no rc.local fazer a chamado do xdm, kdm, ou seja lá qual for o gerenciador que você usar.

[2] Comentário enviado por removido em 19/09/2011 - 21:16h

Excelente compilação de dicas!

Adoro esses apanhados de dicas, pois facilitam para quem quer começar em uma distro.

Abraço

[3] Comentário enviado por pherde em 19/09/2011 - 22:50h

@arkhan, legal outro jeito de fazer: alterando o rc.local, mas confesso que sempre fiz da maneira exposta pois aprendi assim, Sempre bom ter mais de uma laternativa. :)

@Gedimar, era bem essa a intenção, ter um apanhado de dicas pra facilitar a vida do povo que ta começando no slack. Acho válido ter isso a cada versão lançada da distro.

[4] Comentário enviado por removido em 23/09/2011 - 11:35h

valew pelas dicas pherde, pra eu que sou usuário beginner no gnu/linux foi de grande ajuda!

[5] Comentário enviado por pherde em 23/09/2011 - 19:11h

Isso ae C0Y07E, valeu pelo comentário.... é sempre bom ter um apanhado de dicas dessas para ir pegando o jeito da coisa!

[6] Comentário enviado por robertozm em 06/10/2011 - 14:12h

Valeu... foi muito util, meu KDE estava todo em ingles e eu não tinha conseguido por em br, sem contar q so assim meu teclado funfo com ABNT2.

[7] Comentário enviado por bluefox em 09/11/2011 - 16:30h

muito obrigado pela força amigo, sera que tem como vc fazer um tutorial de como configurar o compiz fusion no slackware 13.37. Vi no youtube e tentei fazer mas não consegui !
Muito obrigado suas dicas foram de muita ajuda.

[8] Comentário enviado por ajsalmeida em 10/11/2011 - 16:27h

muito bom cara parabéns

[9] Comentário enviado por alisson.bertochi em 22/11/2011 - 09:15h

Fui obrigado a logar aqui no vol pra dar os parabéns. Show velho, muito bom!!
Abraço, fiquem com Deus!

[10] Comentário enviado por rodolfosld em 14/12/2011 - 12:05h

tente atualizar o firefox e nada de todas as formas que o amigo explicou a do kdei deu certo em partes pois ainda continua em ingles mas na hora de efetuar os comandos foi tudo certo ser[a que eu estou colocando os arquivos em lugar errado ficam na pasta de download do firefox mesmo ou eu tenho que transferilas para outra pasta antes de efetuar a instalacao em modo texto logo no boot meu teclado fica em portugues ao iniciar o x ou modo texto dentro do x volta a ingles eu estou como usuario root direto ainda nao criei o usuario padrao da maquina sera este o problema

[11] Comentário enviado por bezutti em 31/01/2012 - 20:42h

Parabéns, belo tutorial!!! Ótimo para iniciantes.

Abraçosss...

[12] Comentário enviado por Sagua em 03/04/2012 - 21:16h

Valeu Fernando
deu tudo certo aqui
abraço

[13] Comentário enviado por dionata em 16/04/2012 - 14:27h

Opa Gostei destas informações, coloquei o slack 13.37, to me aventurando nele sei que se eu aprender ele, aprendo qualquer distro. Vou testar estas em casa. aqui na emrpesa usamos ubuntu.

Obrigado mesmo.

[14] Comentário enviado por xiloba em 18/09/2013 - 20:37h

Queria aproveitar as dicas do colega e perguntar como instalar as fontes do Libreoffice, tipo Times New Romam no Slackware.



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts