Debian Lenny com interface gráfica e consumindo 30 MB de RAM

Publicado por George Kihoma em 27/04/2009

[ Hits: 23.634 ]

 


Debian Lenny com interface gráfica e consumindo 30 MB de RAM



Máquina limitada, procurando uma "distro para hardware limitado/antigo"? Seus problemas acabaram. Para quê criar algo novo se é perfeitamente possível utilizar um sistema atual como Debian Lenny, feitas as devidas configurações?

Recentemente tomei contato com o Tinycore Linux, uma distro pequena cuja imagem .iso cabe em 10MB. A distro tem softwares atualizados e um visual invocado com JWM e o dock wbar. Após o boot, consome 30MB de RAM. E eu penando para limpar o consumo de memória no notebook da minha irmã, que tem 256 MB de RAM e roda o Debian Lenny.

Usando o KDE 3.5, basta abrir um navegador e o kopete que a coisa parece que começa a andar para trás. Ora, como uma das vantagens do Linux é imensa possibilidade de configuração (flexibilidade), pensei comigo. Tenho duas opções: colocar esse Tinycore no notebook da minha irmã ou... personalizar o Debian para consumir menos do que está consumido agora. Escolhi a segunda opção. E abaixo segue o passo-a-passo, vulgo HOWTO.

1 - Instalação enxuta (básica) do Debian Lenny. Instale apenas o modo texto.

2 - Instale os seguintes pacotes (aptitude install): xbase-clients, xfonts-base, xserver-common, xfstt, icewm (ambiente gráfico/gerenciador de janelas), pcmanfm (gerenciador de arquivos leve), epiphany (navegador web mais leve que o firefox/iceweasel). Para redes wireless use o wlassistant.

3 - Não instale o Xorg. Vamos utilizar o Xvesa, driver vesa do Kdrive, que é um servidor X otimizado para um pequeno consumo de memória. Em KDrive servers você pode fazer o download do pacote .deb. O pacote xvesa deve ser instalado por último.

Depois de tudo instalado é hora de configurar.

No diretório home do(s) usuário(s) crie o arquivo .xserverrc com o conteúdo abaixo:

exec /usr/bin/X11/Xvesa -mouse /dev/input/mice,5 -screen 1024x760x32 -shadow -nolisten TCP -I &>/dev/null

Após criar o arquivo, dê um chmod +x .xserverrc para torná-lo executável. Caso queira pode modificar a resolução da tela manipulando os valores de screen. Antes de configurar você pode executar o comando "Xvesa -listmodes" para listar os modos suportados e escolher o mais apropriado para você.

Ainda no diretório home do(s) usuário(s) crie o arquivo .xinitrc contendo chamadas para os aplicativos que serão iniciados após o X. Por exemplo:

#! /bin/bash
icewmbg & #para ao papel de parede
wbar & # dock leve
icewm

Observe que todos os aplicativos que vem antes do gerenciador de janelas devem ser iniciados com o & ao final do comando. Apenas o gerenciador de janelas não deve ter o & ao final do comando.

Alternativamente você pode usar o jwm juntamente com o wbar. O resultado será similar.

Para facilitar a sua vida instale o mingetty (aptitude install mingetty) e configure o /etc/inittab para usar o mingetty no tty 1 (terminal virtual 1) com o parâmetro de autologin. Aproveite e comente as linhas de 3 a 6, deixando apenas mais um terminal virtual caso seja necessário.

A seção de configuração dos terminais virtuais do inittab vai ficar assim:

1:2345:respawn:/sbin/mingetty --autologin nome-do-usuario tty1
2:2345:off:/sbin/mingetty tty2
#3:2345:off:/sbin/mingetty tty3
#4:2345:off:/sbin/mingetty tty4
#5:2345:off:/sbin/mingetty tty5
#6:2345:off:/sbin/mingetty tty6

Edite também seu .bashrc e adicione a linha startx nele.

Depois de tudo configurado, reinicie o sistema e aproveite para baixar algum tema do IceWM que lhe seja agradável.

Também é possível continuar com o KDE, mas não consegui reproduzir os resultados do Morimoto com a última versão do kurumin-light, em que o KDE abria consumindo apenas 32 MB de RAM e usando o Xorg.

Como brincadeira usei um tema no IceWM para "homenagear" aquele sistema que precisa de 2GB de RAM para usar uma interface gráfica bonitinha. Vejam a última saída do comando "free -m".

No mais, divirta-se!
Linux: Debian Lenny com interface gráfica e consumindo 30 MB de RAM
Outras dicas deste autor

Boot de uma imagem ISO no HD

Compilando driver de adaptadores Ralink

Usando comandos *nix portados para Windows

Usando o APT com uma imagem .iso

QEMU ou VirtualBox - Testando Pendrives Bootáveis

Leitura recomendada

Linux Mint: Utilizando o MintUpdate

Instalando placas wireless Realtek RTL8188CE e RTL8192CE-VA4 802.11 no Slackware 13.37

Qual distribuição Linux o iniciante deve usar? Considerações de um ex-usuário Windows

Corrigindo a opção de Delay Pools e autenticação Ldap do Squid 2.7.8_1 no PfSense 1.2.3-Release

Vídeo: Instalando o openSUSE

  

Comentários
[1] Comentário enviado por fabio em 28/04/2009 - 05:56h

Muito boa a dica! Botei em produção num notebook antigo que tinha Debian aqui em casa e ficou um avião :)

[2] Comentário enviado por zendrael em 28/04/2009 - 10:32h

Muito jóia! Já faz tempo que brigo com o Xvesa em minha distro e não sabia que era tão simples fazê-lo funcionar!
Só duas dúvidas: como configurar um GDM, XDM ou SLIM para usar o Xvesa?
E, quando uso o "autologin", ele não incia o Xvesa, retorna erro 2 dizendo que o servidor X não pode ser iniciado. O que pode ser?
T+

[3] Comentário enviado por overlock em 08/05/2009 - 10:34h

cara 30 MB Ram???

Acabo de ressucitar um celeron 900 128 RAM - Adivinha qual interface vo coloca nele???

ahaushuas otima dica... com certeza vou usar....

abraços
^^fknapaz^^

[4] Comentário enviado por ricardoperera em 30/06/2009 - 23:30h

George, parabéns kra, pela dica, pô ficou mto legal!! Já guardei aki a tua dica e assim que der eu vou testar ela!! Ms kra.... essa parte ai de configurar esses arquivinhos ai... difícil hein.... pelo menos pra mim, q n sei essas coisas... ms parece ser mais tranquilo e bonito q o tal do fluxbox... bom era isso!!

FALOW!! PARABÉNS!! ADORO O DEBIAN LENNY!!

ps.: fala p tua irmã botá o wallpaper do debian lenny ai pq graças a ele o micro ta rodando de forma aceitável, hehehe!!! Abraço!!!

[5] Comentário enviado por zendrael em 25/10/2009 - 16:39h

E como habilitar o Composite (p/ usar o xcompmgr)?

Valeu!

[6] Comentário enviado por rrubio em 09/11/2009 - 12:56h

Muito boa dica...
excelente mesmo!

agora vou fazer uns testes por aqui, e ressucitar algumas máqionas.

valeu!

[7] Comentário enviado por linus black em 03/01/2010 - 02:19h

10 o seu howto.
mas para facilitar vc pode postar a sourcer.list que vc usou ?.
Ou é segredo de estado...
Boa cara....


[8] Comentário enviado por rrubio em 04/01/2010 - 11:33h

Boa, vou fazer um teste aqui no trampo pois é isto mesmo que estamos precisando!

VALEU CARA!

[9] Comentário enviado por tedtage em 09/01/2010 - 11:24h

Sou meio leigo com linux. Tentei instalar este passo-a-passo mas não entendi uma coisa:
Quando vou instalar o xbase-clients, com o aptitude ou apt-get, ele pede a instalação de
um monte de pacotes do xorg. No passo 2 você disse para não instalar o xorg. Fiquei confuso.

Como eu disse, amigão, sou meio leigo no pinguim. Acabei ficando na dúvida pois se eu instalar
o pacote que você sugeriu,xbase-clients, ele vai instalar xorg core, nvidia xorg, xvesa xorg, etc.

O que faço?

[10] Comentário enviado por georgekihoma em 11/01/2010 - 14:57h

Caras, vou refazer o passo-a-passo e ver se está coerente. Pode ser que na pressa de postar eu tenha trocado alguma informação. Quanto ao sources-list eu usei os repositórios normais do Debian lenny, com exceção do xvesa que foi baixado do link indicado. No momento estou sem internet em casa e assim que tiver refeito o howto eu posto aqui os resultdos.

[11] Comentário enviado por Tacioandrade em 21/01/2010 - 22:54h

Muito bom esse passo a passo, caso alguem saiba os nomes dos pacotes (o nome de verdade) e puder ajudar colocando aqui, é que estou tentando fazer uma Suse Custom com o Suse Studio, mais o nome dos pacotes no Suse são diferentes do do debian... =/

[12] Comentário enviado por ricardoperera em 26/01/2010 - 21:16h

Olá!! Só pra constar que essa sua dica é a que eu mais gosto =D!! Já fiz aqui em um pc, mas dai eu tive problemas tb durante a instalação e acabei instalando o xorg pra funfar!

[13] Comentário enviado por zendrael em 25/07/2010 - 11:53h

Olá!

Fica muito com com debian mesmo, perfeito para netbooks. Mas com uma base Ubuntu (pelo cd minimal do 10.04) o Xvesa não abre de jeito nenhum! Existe um Xvesa mais recente? Ou você já tentou fazer isso com ubuntu?

Valeu!

[14] Comentário enviado por lucasdona em 06/08/2010 - 15:10h

Pergunto eu, esse turorial se aplica ao debian squeeze tmb?
Abraços, Lucas.

[15] Comentário enviado por lucasdona em 07/08/2010 - 14:08h

funcionou 100%, caso alguém queira tirar essa duvida, segui esse tutorial usando o debian squeeze, show de bola, testei tanto com modo grafico icewm e o fluxbox, todos 2 funcionaram 100% com o debian squeeze.

[16] Comentário enviado por lucasdona em 17/08/2010 - 16:20h

tava demorando, fiz tudo igual em outra maquina e nao ta entrando no modo grafico, ta dando erro no .xinitrc e fala que nao foi possivel encontar /usr/bin/Xvesa; que *(&#%*&( hein,....

[17] Comentário enviado por georgekihoma em 18/08/2010 - 18:58h

Caras, vira e mexe também tomo uma surra desse Xvesa. O pacote debian (http://www.pps.jussieu.fr/~jch/software/kdrive/) às vezes me dá essa dor de cabeça. Lucasdona,, a localização do Xvesa está correta (/usr/bin/X11/Xvesa)? As permissões do Xvesa estão corretas (chmod 4777 Xvesa)? A chamada para o Xvesa tem que ser feita no .xserverrc e não no .xinitrc. No arquivo .xserverrc acrscente um "&" (sem as aspas) no final da linha. Vou dar uma fuçada no tinycore e do Slitaz p ver como eles configuraram o Xvesa e como os scripts "chamam" ele. Vou procurar também a configuração correta do Slim para usar o Xvesa. Assim que tiver mais notícias eu mando aqui ou refaço o howto.

[18] Comentário enviado por vini.g.fer em 11/10/2010 - 17:30h

Muito boa essa dica! Tentei fazer aqui em uma maquina virtual antes de instalar em uma maquina com apenas 256MB de RAM, mas nao tive o mesmo resultado ...
quando tentei iniciar a interface gráfica com startx na linha de comando, recebi a mensagem

/usr/bin/X11/X: arquivo ou diretório não encontrado.

Posso ter feito algo errado na instalação do debian, mas creio que fiz tudo certo. Usei a iso "net install" do debian (aquela que tem só 150MB).
Como não consegui devido ao erro, pesquisei na net e Instalei outro pacote usando
apt-get install x-window-system-core
que encontrei nesse link: http://www.vivaolinux.com.br/dica/Como-Instalar-o-Xwindow-+-KDE-no-DebianColinux
mas acho que instalei muita coisa desnecessário junto.

Depois disso quando iniciei a interface grafica com startx ele consome 60 a 70MB e nao 30 a 40MB.

Alguma sugestão?

[19] Comentário enviado por georgekihoma em 12/10/2010 - 23:47h

Caros, estou refazendo o trabalho com o Debian Squeeze.
Atualizem o conteúdo do arquivo .xserverrc para:
exec /usr/bin/X11/Xvesa -mouse /dev/input/mice,5 -screen 1024x768x24 -shadow -nolisten TCP -I &>/dev/null
Notem a diferença para o post do artigo, onde a definição da tela estava errada (1024x760x32).
Eu "instalei" o Xvesa da seguinte forma. Baixei o tar.gz e, como root, descompactei para /usr/bin/X11R6/bin/Xvesa. Ainda como root criei um link simbólico para o Xvesa dentro de /usr/bin.
Depois executei o comando chmod u+s Xvesa.
ATENÇÃO: o dono do arquivo Xvesa deve ser o root, caso contrário você terá problemas para executá-lo.
Assim que construir a iso com o live-helper eu mando um link para download.


[20] Comentário enviado por vini.g.fer em 13/10/2010 - 10:59h

Nem percebi o erro 1024x760x32 no artigo. Isso explica porque quando tentava utilizar 640x480x32 não funcionava (máquinas virtuais normalmente não funcionam em tela cheia).

Também instalei o Xvesa de outra forma: baixei o arquivo .deb ao invés do tar.gz e executei ele com dpkg -i nome_do_arquivo.deb

Não entendi o que significa "link simbólico" (desculpe, sou iniciante em linux).



Contribuir com comentário