Criando menu para o Fluxbox automaticamente

Publicado por Davidson Rodrigues Paulo em 30/08/2006

[ Hits: 11.679 ]

Blog: http://davidsonpaulo.com/

 


Criando menu para o Fluxbox automaticamente



Se você é usuário de Fluxbox, já ter se perguntado se não existe um jeito mais fácil de criar um menu completo sem ter que inserir item por item, manualmente ou através de algum ferramenta gráfica.

Pois existe um jeito, trata-se do Fluxbox Generate Menu, distribuído junto com as versões mais recentes do Fluxbox. Essa ferramenta faz uma varredura no sistema, procurando por entradas no menu do GNOME e do KDE, e as converte para o Fluxbox, inserindo, inclusive, ícones para cada item, automaticamente, conforme as informações fornecidas.

Um uso genérico para o a ferramenta pode ser visto a seguir:

$ fluxbox-generate_menu -ds -is -t gnome-terminal \
   -w google.com.br -b firefox -m "Slackware Linux"


Onde:
  • -ds: varre o sistema em busca de arquivos .desktop, que são os arquivos que definem as entradas nos menus do KDE e do GNOME;
  • -is: varre o sistema em busca dos ícones, definidos nos arquivos .desktop;
  • -t gnome-terminal: qual o seu terminal favorito (comando). Esse terminal será utilizado para executar todas os aplicativos do modo texto, como lynx, mutt, alsamixer, dentre outros;
  • -w google.com.br: qual será a página principal dos navegadores em modo texto, como Lynx e Links;
  • -b firefox: qual o seu navegador favorito (comando). Será criado um link para ele no topo do menu do Fluxbox;
  • -m "Slackware Linux": o título a ser exibido no topo do menu do Fluxbox.

Outras opções úteis:
  • -k: cria um submenu KDE, com os aplicativos constantes no menu desse gerenciador de janelas;
  • -g: faz o mesmo, só que para GNOME;
  • -B: criar um menu Backgrounds, com a lista de planos de fundo encontrados em ~/.fluxbox/backgrounds;
  • -r: não remove entradas do menu que estejam vazias;
  • -d: outros diretórios para procurar por arquivos .desktop, separados por espaço;
  • -i: outros diretórios para procurar por ícones, separados por espaço. Para procurar recursivamente, utilize */*/* no final (ex.: /home/davidson/.icons/*/*/*);
  • -u: cria um submenu dentro do menu atual ao invés de um menu principal;
  • -n: especifica o prefixo para o GNOME (no Slackware é /usr);
  • -q: especifica o prefixo para o KDE (no Slackware é /opt/kde).

Para finalizar, segue um comando de exemplo para gerar um menu completo para o Fluxbox no Slackware 10.2:

$ fluxbox-generate_menu -q /opt/kde -k -g -ds -is \
   -i ~/.icons/*/*/* /usr/share/pixmaps \
   -t gnome-terminal -w google.com.br -b firefox \
   -m "Slackware Linux"


Será criado um backup do menu atual em ~/.fluxbox/menu.bak. Basta, agora, editar o novo menu, para fazer os ajustes finos, como títulos dos menus (estarão em inglês), itens personalizados etc.

Abraços a todos,

Davidson Paulo

Outras dicas deste autor

Removendo vários pacotes no Slackware de forma rápida

Traduzido o guia PHP-Nuke for Idiots

Liberando acessos ao ldconfig com SELinux enforced

Montando partições remotas do SAMBA no boot

GNOME: problema típico de atualização

Leitura recomendada

Como desativar o case sensitive no Freeradius com PostgreSQL

Compilação e instalação de mod_perl

Lista de mimetypes para Squid, Dansguardian e etc

Configuração do xorg.conf para placas de vídeo VN800 (Notebook)

Teclado Brasileiro no Funtoo pelo Xorg

  

Comentários
[1] Comentário enviado por peixelahma em 20/12/2006 - 18:15h

Legal a dica. Mas gostaria de aumentar as letras do meu menu como faço isso? Acabei de abaixar um tema legal, mas é muito pequeno o menu do flux . Vc sabe como faço para aumentar o tamanho do menu e das letras?

[2] Comentário enviado por xerxeslins em 21/02/2008 - 09:45h

FAVORITADO! dica simples, porém muito útil.. valeu =)

[3] Comentário enviado por xerxeslins em 01/03/2008 - 20:05h

Olá! Quando eu executo esse comando os menus ficam em inglês e eu fiz como você disse.. para traduzir so que na tradução os menus nao ficam com acentos ficam com caracteres estranhos quando sao acentuados.. como resolve isso?

[4] Comentário enviado por davidsonpaulo em 02/03/2008 - 16:11h

xerxeslins, isso acontece por causa do charset do sistema, que é diferente do usado pelo Fluxbox. Experimente isso definir a variável LANG como pt_BR.UTF-8 antes de editar o arquivo:

$ LANG=pt_BR.UTF-8 vim [arquivo]

Se não funcionar, experimente usar pt_BR.ISO8859-1:

$ LANG=pt_BR.ISO8859-1 vim [arquivo]

Obs.: substitua vim pelo seu editor de textos de preferência (vi, emacs, gedit etc).

[5] Comentário enviado por xerxeslins em 03/03/2008 - 12:39h

Muito obrigado =]]

[6] Comentário enviado por sandrossv em 21/04/2008 - 11:06h

onde eu posso baixar o fluxbox-generate_menu ?



Contribuir com comentário