Configurando parâmetros ajustáveis do sistema de arquivos ext*

Publicado por rafael oliveira em 22/05/2015

[ Hits: 6.442 ]

 


Configurando parâmetros ajustáveis do sistema de arquivos ext*



Gostaria de compartilhar um comando interessante para manutenção do sistema de arquivos Linux e comunicando, previamente, que não se encontram todas as opções do comando tune2fs.

tune2fs: comando para ajustar parâmetros ajustáveis do file system.

Opções:

-c max-mount-counts - determina um limite de montagem para a próxima checagem do file system. Atingindo esse limite, no próximo reboot o file system será checado durante o boot com fsck.

Ex.:

# tune2fs -c 5 /dev/sda1

Obs.: "0" e "-1" indica que não há limite de montagem.

-C mount-count - altera manualmente o valor que diz quantas montagens já houveram para aquele file system.

Ex:

# tune2fs -C 4 /dev/sda1

Tendo como referência, o exemplo do parâmetro anterior: tune2fs -c 5 /dev/sda1

Se você executar "tune2fs -C 4 /dev/sda1", estará informando ao sistema que "/dev/sda1" já foi montado 4 vezes "-C 4".

-e error-behavior - determina qual ação que o sistema (Kernel) deverá tomar se erros forem encontrados:
  • continue - continua normalmente.
  • remount-ro - monta o file system com permissão só de leitura "ro (read-only)".
  • panic - causa Kernel Panic.

-f - força o tune2fs a concluir a ação mesmo em caso de erro.

-g group - configura grupo que poderá usar blocos reservados do file system.

Ex.:

# tune2fs -g root /dev/sda1 # ou -g 0

-i interval-between-checks[d|m|w] - configura o intervalo entre as checagens do file system. Exemplo:

# tune2fs -i d2 /dev/sda1

Onde:
  • d - dias
  • m - meses
  • w - semanas

-j - muda o tipo de file system ext2 para ext3, sem perda de dados.

-J journal-options - sobrescreve as opções default de journal do file system:
  • size - tamanho do journal
  • device - "partição", file system preparado com "mke2fs -O journal_dev external-journal" para ser utilizado como journal externo

-l - lista informações do file system.

-L volume-label - configura o LABEL do file system especificado.

Ex.:

# tune2fs -L HOME /dev/sda2

Obs.: um bom comando para inspecionar UUID e LABEL de partições:

# blkid -o list

-M last-mounted-directory - altera informação que informa qual foi o último ponto de montagem que o file system foi montado.

-o [^]mount-option - com esse parâmetro podemos determinar quais são as opções de montagem padrão para determinado file system.

Ao montarmos uma partição com opção default, a partição é montada com as opções que definimos com "tune2fs -o [^]mount-option". São varias opções que podemos "setar" mas, como exemplo podemos usar o seguinte comando:

# tune2fs -o +acl /dev/sda1 # habilita suporte a ACLs na partição /dev/sda1
# tune2fs -o +journal_data_ordered /dev/sda1 # altera o tipo de journal

Obs.: com "^", removemos opção e com "+" (ou apenas o nome da opção), adicionamos a opção. Use man tune2fs para saber mais opções.

-O [^]feature[,...] - configura ou remove opções do files system.

Ex.:

# tune2fs -O ^has_journal /dev/sda1 # remove journal do file system

-r reserved-blocks-count - configura o número de blocos reservados do file system.

-T time-last-checked YYYYMMDD[HH[MM[SS]]] - altera data da última checagem.

-u user - configura qual usuário poderá usar os blocos reservados do file system.

-U UUID - muda o UUID de uma partição:
  • clear - clear the filesystem UUID.
  • random - gera um novo UUID aleatório.
  • time - gera um novo UUID baseado na hora/data atual.

Outras dicas deste autor

Visão geral do Nmap

Script de backup + envio de e-mail

openSUSE 13.1 em UEFI

Auditando acesso de usuários no Linux

Leitura recomendada

Sistema em EXT4 não pode ser montado como "read-write" [Resolvido]

Adicionar Windows 7 ao domínio Samba

b5i2iso - converter imagem BIN para ISO quando não se tem o arquivo CUE

Comandos para Sistema de Arquivos LVM

Resolvendo o problema de unidade ausente ou não pronta, após atualização do Ubuntu

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário