Conectando com Claro 3G - modem Huawei 156B (Debian 5)

Publicado por Perfil removido em 18/11/2009

[ Hits: 9.805 ]

 


Conectando com Claro 3G - modem Huawei 156B (Debian 5)



Olá amigos! Eu já estava aborrecido de não aparecer com novidades neste fim de semana...

Bom, eu tenho instalados aqui em meu Desktop as seguintes distros: Ubuntu 9.04 (principal e perfeitamente configurada para meu uso - a trabalho, leia-se), Ubuntu 9.10 (testando), Fedora 11 (conhecendo) e Debian 5.0 (conhecendo, peguei o CDROM xfce/lxde).

Reclamei em algum post que não entendi o sistema e que não conseguia me conectar, especialmente usando meu modem Huawei 3G 156B, da Claro. Retiro o que disse e peço perdão ao Debian.

O fato é que a coisa não está bem documentada e, portanto, quando se migra de um ambiente Ubuntu (fácil), ou Slackware (completo demais) para uma tentativa de ambiente enxuto (o Debian conta com 5DVDs, inviável para mim, por isso baixei o primeiro CDROM apenas) é hora de apanhar um pouco... E apanhei! Mas revidei, dei o troco, e estou aqui, triunfante, postando minha dica a partir do Iceweasel, um "priminho" simpático do Firefox (não sei que nome dão a esses projetos dentro do Mozilla, mas enfim), conectado no Debian.

Para começar a conversa, instale o pacote "ppp", que está no CDROM:

# apt-get install ppp

Use o aptitude se preferir. Eu achei a interface dele um pouco confusa de início, mas estou pegando o jeito.

Se você chegou até aqui na leitura, ótimo! Sinal que está conectado de outro lugar.

Aponte seu navegador para meu script de configuração de conexão, hospedado aqui no VOL, que escrevi para o ResuLinux (desinstalei, desisti dele):

Instalado o ppp e copiado o script para sua máquina, basta abrir um terminal e executar:

# claro-resu.sh

Escolha "configurar", aguarde, espete o modem e escolha "conectar". Se não der certo de primeira, mande "desconectar" e tente "conectar" novamente. Suave na nave!!!

Detalhe: ele depende de Dialog e não sei se o Debian o instala por padrão, pois não precisei instalar nada para executar. Mas de qualquer forma, está no primeiro CDROM.

Estou me divertindo com o Debian, não é à toa que ele existe há tanto tempo, cativando novos usuários e inspirando novas distros (Ubuntu, pra dizer pouco).

Até a próxima.

Outras dicas deste autor

CentOS 5 - Desabilitar IPv6 (IP Version 6)

Corretor ortográfico do Firefox em português brasileiro

HTML para PDF

Instalando o Flash Player 9 sem complicações

Configurando o Team Speak

Leitura recomendada

Tutorial de instalação do modem Huawei E156 no Ubuntu 8.10 com Vivo ZAP

GPU - CUDA 5 na plataforma openSUSE 12.3

Multi-toque no Ubuntu

Como instalar scanner Kodak i2600 via Terminal no Ubuntu

Montando Android no Debian automaticamente

  

Comentários
[1] Comentário enviado por Teixeira em 18/11/2009 - 09:08h

Eu ainda nao consegui confiar no Resulinux.
Isso porque baixei a ISO (versao 2.9 final), queimei o LiveCD e na hora de rodar deu um monte de erros do tipo block isso, block aquilo ( varias telas reportando erros de bloco ).
Apesar disso, ate` funcionou, mas nao pude confiar, por causa do montao de erros indicados.
Como eu nao conferi a checksum - azar meu - ai` eu malandramente baixei novamente a ISO atraves de outra distro Linux (antes foi no Windows), queimei com o Brasero, conferi a checksum e tchaaan!!!
Deu novamente os block isso, aquilo, e aquilo outro.
Funcionar ate` que funciona, mas eu nao me atrevo a instalar em HD com tantos erros assim.
Deve ser algum problema de "goto" performado ou da rebimboca da parafuseta...
Mas se nao prestarmos atencao naquela infinidade de erros, temos a nitida impressao de que esta` tudo normal.

[2] Comentário enviado por Teixeira em 18/11/2009 - 09:24h

Quanto ao modem, existem coisas que dao o maior trabalho em uma distro, e em outras se tornam extremamente simples.

La no escritorio foi a maior briga-de-foice para instalar o Velox. Dava erro disso, e erro daquilo. A culpa, claro, sempre era "do hardware" - a placa de rede ou o proprio modem.
Levamos a torre ( do jeito que estava ) para outro local, colocamos "um Linux" rodando em liveCD e ainda iamos comecar a pensar COMO fazer a coisa funcionar, quando a conexao ja` estava estabelecida ( faltando apenas configurar ).
Ou seja, era problema da linha telefonica mesmo.


[3] Comentário enviado por removido em 18/11/2009 - 09:47h

Prezado Teixeira:

por que desisti do ResuLinux? Porque na versão atual, apesar de QUASE funcionar tudo, ele ainda está mais tosco que uma distro normal qualquer ORIGINÁRIA (leia-se: Debian, Slackware, Knoppix, etc, que inspiram as distros DERIVADAS) e apesar de clamar ser de boot veloz, desempenho e segurança, não pude ver muito disso. O boot com KDE demora quase o mesmo tanto que o do Ubuntu e este é mais bem preconfigurado. Mais desempenho no dia a dia? Não percebi nada de consistente. Portanto, digo que esta versão 2.91 está muito aquém do que se pode esperar, além de estar em quase total estado de abandono (confira o site -- abandonado às moscas...). Parece que o projeto KDuXP é que está ativo. Sei la!

Daí que hoje estou brincando com Debian, Fedora e o novo UKK. Meu sistema padrão, que está 100% configurado -- pois preciso dele pra trabalhar...rs -- é o UJJ 9.04 (quando eu entender bem o 9.10, atualizo e pronto). Tenho aqui outras isos, sou quase um colecionador, dentre as quais, ainda não testei:

- Mint 7
- Knoppix 6
- CrunchBang
- Zenwalk
- Xubuntu 9.10

mas o ResuLinux ficou no passado... pelo menos por ora.

[]s

PS. Sim, experimentei os tais erros, geralmente falando do meu HD. Como ele monta o /etc/fstab a cada boot, ele fica fuçando o que não é da conta dele e perdendo tempo a cada boot -- como se estivesse em liveCD... aneim -- to fora!

[4] Comentário enviado por izaias em 02/03/2010 - 20:21h

Retiro-me



Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts