CentOS 7: Configurando NTFS através do Repositório EPEL

Publicado por Carlos Adriano em 19/07/2016

[ Hits: 24.640 ]

 


CentOS 7: Configurando NTFS através do Repositório EPEL



Saudações!

Recentemente, ao terminar de instalar o CentOS 7 com KDE, percebi que não havia o reconhecimento NTFS. E percebi que no repositório padrão, não havia o pacote ntfs-3g.

Portanto, vamos a dica simples para configuração.

Procedimentos

Abra o terminal, torne-se root com comando:

su

Execute o seguinte comando, como usuário root no shell, para habilitar o repositório EPEL:

# yum install epel-release

Instale o pacote ntfs-3g através do comando abaixo;

# yum install ntfs-3g

Feito isso, através do navegador de arquivos (Dolphin), você já pode acessar a partição NTFS desejada, pois geralmente, ela deve ser montada automaticamente ao ser acessada pelo navegador de arquivos.

Para montar manualmente

Para visualizar qual partição deve ser montada, utilize o comando abaixo:

# fdisk -l

Crie o caminho desejado para local onde a partição será montada. No comando abaixo, fica um exemplo:

# mkdir /media/hd-externo

Para montar a partição NTFS:

# mount -t ntfs-3g /dev/sdb1 /media/hd-externo

Onde:
  • Partição NTFS
  • /dev/sdb1

O caminho onde será montada a partição NTFS, para acesso posteriormente: /media/hd-externo

Montagem automática durante o boot

Para configurar a montagem automática durante o boot:

Antes de iniciar, vamos utilizar o comando abaixo para fazer backup do fstab:

# cp /etc/fstab /etc/fstab.original

Execute o comando abaixo, para visualizar a partição NTFS:

# blkid

Vamos utilizar o nano como editor e abrir o arquivo de configuração com o comando:

# nano /etc/fstab

Para montar a partição, vamos inserir na ultima linha do fstab, os valores de acordo com a saída do seu comando blkid :

Abaixo, vamos entender cada valor do blkid,
  [Partição (UUID) ]  [Montagem]  [Tipo]  [Parâmetros]  [Restauração e Backup]  [Checagem e Correção]
UUID="333EB1909EB146E2" /media/hd-externo       ntfs-3g defaults        0 0

Após inserir os dados no fstab corretamente, pressione no teclado:
  • Ctrl+o para salvar;
  • Ctrl+x para sair.

Você pode reiniciar e conferir, ou simplesmente usar o comando abaixo:

# mount -a

NOTA: comandos acima usados como root.

É isso aí!
Até a próxima.

Outras dicas deste autor

Programas não abrem após instalar Arch Linux com Plasma KDE?

Driver Nvidia 340.96 no Debian ou Kali Linux

USB Audio Controller Adapter no Linux

Multimídia no CentOS 7: VLC, Flash Plugin, Codecs, SMplayer, Java, Handbrake

Criar um pendrive de boot do Linux (Live USB) via terminal

Leitura recomendada

Estendendo, à quase eternidade, a vida útil do SD card no Raspberry Pi

Trocar senha do SAMBA via estações Windows pelo próprio usuário

Debian - Criando RAID 1 (mirror) rapidamente

Servidor NFS no OpenBSD

Recuperando HDs com LVM no Linux

  

Comentários
[1] Comentário enviado por Ric_Sts em 06/06/2019 - 16:53h

Valeu, cara!



Contribuir com comentário