Carregando o "config" para recompilar o kernel

Publicado por Perfil removido em 18/01/2007

[ Hits: 8.053 ]

 


Carregando o "config" para recompilar o kernel



No diretório /boot existe um arquivo personalizado facilmente identificável, que pode estar linkado para um "config" genérico, a fim de facilitar a vida da gente...e dos desenvolvedores da distro também! ;-)

O config é usado na hora de recompilar o kernel, como um guia do que deve ser construído na árvore do kernel ou ficar esperando como um módulo bem comportado láááá em /lib/modules...

Por exemplo: no Mandriva 2005, existe o config-2.6.11-6mdk; no meu Slackware 11, o config-generic-2.6.18 (dos últimos pacotes pré-compilados para esta distro) e um config-generic-2.6.19.1 do último kernel genérico que instalei (este, salvo por mim). Abra seu /boot e veja como está armazenado o seu.

Além deste arquivo no diretório /boot, existe um arquivo oculto ".config" em /usr/src/seu_kernel que é usado para a compilação do kernel propriamente dito.

Fazer as opções pelo xconfig, menuconfig ou qualquer_coisa_config nada mais é do que fazer a alteração do ".config", um simples arquivo-texto oculto armazenado em /usr/src/seu_kernel:


Resumindo:

1) em /boot há um "config" com as opções necessárias para todas as arquiteturas/dispositivos de hardware, para manter uma compatibilidade com todos os PCs possíveis;

2) em /usr/src/seu_kernel há um ".config" com as opções para seu PC, que pode ser igual ao anterior ou não se você fez alterações (mesmo que não tenha compilado o kernel);

Está difícil de entender??? Acho que não!!! ;-))

Usando o xconfig

Eu sempre usei o "make xconfig" por achá-lo muito mais prático. É uma interface gráfica que trás muitas comodidades ao usuário. Veja:


Atente-se para os botões no canto superior esquerdo:


Pode-se:

a) navegar nos itens de trás-para-frente (seta azul redonda);


b) navegar para carregar um arquivo "config" qualquer:


c) salvar as alterações em /usr/src/seu_kernel/.config (desenho do disquete):


d) escolher o tipo de visualização da árvore.


Observações ao se fuçar nos "config" da vida:
  • faça sempre um becape do /usr/src/seu_kernel/.config (.config_old);
  • faça sempre um becape do /boot/qualquer_nome.config;
  • após terminar todo o trabalho de escolha do que deve ou não entrar no kernel, salve como /boot/qualquer_OUTRO_nome.config usando o passo "b)" anterior;
  • se fizer craca, apenas renomeie /usr/src/seu_kernel/.config_old para .config e recomece.

Prontinho! Mais uma dica espertíssima para os amantes da grande aventura de fuçar aonde não se deve... ;-)

Um grande abraço e até a próxima.

Outras dicas deste autor

Aplicar temas no LXDE

Crash do LibreOffice Impress 3.6 [Resolvido]

Drivers wireless binários para Slackware kernel 2.6.18

Executando comandos rápidos no Kurumin

Atualização do Ubuntu passando por proxy

Leitura recomendada

Como remover versões antigas do kernel

Atualizando kernel no Debian 6 - 32 bits

Módulos APM x ACPI, gerenciando a bateria do laptop no Slackware 12

Manjaro não inicializa pelo GRUB de outra distribuição [Resolvido]

Atualização do kernel 3.18 no Ubuntu

  

Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.



Contribuir com comentário