openSUSE - Deveria Ser a Porta de Entrada no Mundo Linux?

O presente artigo visa uma breve análise sobre a distro, mencionando experiências pessoais com o openSUSE Leap 15.1, como ele deveria (ou não) ser a porta de entrada ao mundo Linux. Sabendo que podemos discordar em pontos expostos no texto, convido-os à leitura.

[ Hits: 2.984 ]

Por: Edivan Santtos em 16/01/2020 | Blog: http://bit.ly/2Pi7y0m


Introdução



Links:
Embora a afirmação do título possa ser, à primeira vista, determinista, ela se encaixa perfeitamente para o objetivo do Ubuntu que era ser a porta de entrada dos usuários do Windows no mundo Linux. Podemos até concordar que no passado foi de grande relevância, desde a época dos CD's que a Canonical enviava gratuitamente para nossas casas em qualquer lugar do mundo.

Mas, ainda podemos dizer que é a distro de entrada? Ou será que ela também não se pretende a isso, e nós também não deveríamos, pois ela já cumpriu muito bem o seu objetivo?

Vou discorrer sobre a experiência de uso na distro, com interface principal, KDE Plasma. Embora seja apenas uma análise, em alguns momentos farei comparações com outras distros que usei, não com o objetivo de dizer qual foi/é melhor, mas a experiência de uso da distro e de aplicações em cada uma.

Início da experiência: Instalador

O instalador é, inicialmente, complicado para iniciantes, visto que existem muitas opções e nomenclaturas diferentes da maioria das distros. Por exemplo, na hora de definir a localização da pasta raiz, existe a indicação de Aplicativos e ISV pré selecionada. Para quem já fez alguma instalação, não vai ter problema.
Linux: OpenSuse deveria ser a porta de entrada no mundo linux?
Outro fator no instalador, é que ele tem muitas informações e seções. Particularmente gostei muito, mas não seria o caso de iniciantes.

Por padrão, eles já informam tipos de arquivos pouco conhecidos, como XFS, ZFS. É preciso prestar atenção, pois pode ter algum aplicativo sem suporte. Quem usava Dropbox, deve lembrar que ano passado o suporte foi interrompido para outros formatos além do EXT4. Mas esse ano voltaram com o suporte para arquivos diferentes do EXT4, incluindo os citados.

DE

Como mencionado na introdução, escolhi a DE padrão, KDE Plasma. Depois de usar Kubuntu em 2010 e Linux Educacional (o pior sistema que já vi), abandonei o KDE até agora. Mas ele está incrivelmente leve e responsivo, gastando menos memória que o Gnome.

O Dolphin está repleto de funcionalidades e como sempre, a DE tem inúmeras formas de configurações e ajustes. Vários DE's disponíveis para selecionar na hora da instalação, motivo que deixa a ISO bem maior que o comum.
Linux: OpenSuse deveria ser a porta de entrada no mundo linux?
O sistema é bem responsivo, fiz várias transferências de arquivos em 4k (20-50GB), fui abrindo programas, alternando, renderizei vídeo no Kdenlive e não teve nenhum travamento. Incrível a estabilidade.

Já iniciando as configurações, ao olhar para a hora e data, acessando menu tem várias configurações numéricas para o sistema.
Linux: OpenSuse deveria ser a porta de entrada no mundo linux?

Por dentro da distro: Central de Programas

O Discover é um lixo. Demora para instalar, atualizar e achar algo, mas abre rápido. Acho que se a ideia é fazer uma "loja de apps" que faça algo melhor. Também existe uma grande quantidade de aplicativos pouco úteis.
Linux: OpenSuse deveria ser a porta de entrada no mundo linux?

YaST

Essa é a melhor coisa da distro, talvez. É rápido, estável e o Gerenciador de Software encontra facilmente os pacotes, é muito inteligente. Ao fazer uma pesquisa por algum pacote e selecioná-lo, você já consegue ver a ferramenta do YaST selecionar as dependências necessárias. Então é só aceitar a instalação.

O Zypper também é algo fora de sério, muito diferente do APT e Pacman, que são os gerenciadores que tenho um pouco de conhecimento.

É ridiculamente simples rodar um:

# zypper in gedit -vim

Com este comando, ele instala o Gedit e remove o Vim. Ao contrário do APT, em que é preciso digitar um:

# sudo apt-get install gedit && sudo apt-get remove vim
Linux: OpenSuse deveria ser a porta de entrada no mundo linux?
Ao tentar instalar algum pacote que falte a dependência, ele informa que poderá instalar o pacote com "quebra" pela falta da dependência.
Linux: OpenSuse deveria ser a porta de entrada no mundo linux?

Programas Padrão do KDE

Como estava utilizando o KDE, decidi testar mais os programas padrão. O Kate, Konsole, Kdenlive (que já usava), o Kmail e o gerenciador de partições do KDE. Com exceção do Kmail, todos eles funcionaram bem.

O Konsole é incrivelmente feio e as fontes não ajudam, porém, é possível deixá-lo mais agradável aos olhos. Dentro dele mesmo existem vários temas, igual em toda interface KDE. A captura de tela é tão eficiente que ao capturar uma imagem você pode fazer outra captura dela mesma. Além de várias outras funções.
Linux: OpenSuse deveria ser a porta de entrada no mundo linux?
Para adicionar os users ao grupo "vboxusers" ou outro, inicialmente, pode parecer confuso. Mas só no início.
Linux: OpenSuse deveria ser a porta de entrada no mundo linux?

Placa de Vídeo

Após adicionar os repositórios da comunidade, o da Nvidia e Packman, foi muito simples instalar os drivers proprietário da Nvidia. Pra ser sincero, quando adicionei o repositório, ao buscar no Gerenciador de Software do YaST, ele já deixou selecionado quais eram os drives para minha placa de vídeo e as dependências, sem que eu precise ficar olhando qual seria. Legal, não é?
Linux: OpenSuse deveria ser a porta de entrada no mundo linux?
Uma coisa que não gostei foram as fontes padrão na DE, são horríveis para leitura. Não sei como não notaram que as fontes são importantes para que a leitura seja melhor, mesmo o nome de uma simples pasta.

O menu de configurações do sistema é tão completo que grande parte das funções não irei utilizar, visto que me considero um usuário comum. São funções que, embora eu não use, são de grande relevância para outros grupos de usuários. Inclusive, já vi alguém falar que pela primeira vez estava usando o Leap em servidor.

Pacotes

Os pacotes são um pouco mais recentes que os do Debian 10.2, embora sejam igualmente estáveis.

RAM

Uso o Dropbox e Mailspring para iniciar junto com o sistema, no Debian estava consumindo 1.4GB ao ligar, e no openSUSE estava com pouco mais de 900MB.

openSUSE é o que o Ubuntu deveria ser: fácil de usar, leve e estável. Talvez o Ubuntu tivesse ainda melhor aceitação se ao deixar o Gnome 3 no início e mudado para o Unity, a distro tivesse investido no KDE. Mas é perceptível e sabido de muitos, que o Ubuntu já não tem tanto interesse em usuários comuns, finais. O maior foco são soluções empresariais.

Outro ponto positivo, é a facilidade em encontrar as versões dos pacotes em cada versão da distro, além da ferramenta One Click Install.

openSUSE Packages: Search
Linux: OpenSuse deveria ser a porta de entrada no mundo linux?
O Flathub já vem por padrão na distro, podendo o usuário ativá-lo ou não.
Linux: OpenSuse deveria ser a porta de entrada no mundo linux?
Outro ponto é que o LibreOffice, no formato padrão de exibição, se ajusta melhor que no Debian, mas quando usado na forma de "abas", achei que fica estranho o layout.

Exibição padrão:
Linux: OpenSuse deveria ser a porta de entrada no mundo linux?
Exibição em Abas:
Linux: OpenSuse deveria ser a porta de entrada no mundo linux?
Outro fator que poderia pesar em uma escolha do ambiente KDE, é a maravilha do Dolphin. Rápido, com inúmeras funções, além de bonito.
Linux: OpenSuse deveria ser a porta de entrada no mundo linux?

Bugs e pontos negativos

Não vi bugs inutilizáveis, a não ser as fontes que sempre ficam turvas como na imagem abaixo. No entanto, não sei se é bug da distro, visto que instalei ela com Gnome em uma VM e não tive esse problema. Após uma breve pesquisa, descobri que pode ser o KDE, visto que meu monitor tem 19.5 polegadas e é de baixa resolução.
Linux: OpenSuse deveria ser a porta de entrada no mundo linux?
Linux: OpenSuse deveria ser a porta de entrada no mundo linux?
Pelas informações colhidas, o KDE funciona melhor com telas grandes e melhor definição. Senti que a área de trabalho foi pouco aproveitada, principalmente de colocar algum dos inúmeros widgets. Se sua tela é pequena, o KDE não seria uma boa opção. Embora algumas pessoas achem que o Gnome ocupa mais espaço, mas creio que ocultando a Dock automaticamente, isso não se aplica.

O Discovery (como dito) é desnecessário, lento, trava e não aparece opção de remover os programas na maioria das vezes.
Linux: OpenSuse deveria ser a porta de entrada no mundo linux?

Considerações finais

Se alguém me perguntar se vale a pena, com certeza direi que sim. Mas como é algo individual, não posso dizer "com certeza". No entanto, a experiência que tive foi de longe a melhor. Nos últimos 6 meses usei Debian e Ubuntu 19.04/10. Não tive problemas sérios com essas duas, apenas estava com curiosidade sobre o openSUSE Leap, visto que o Tumblewed não é pra quem usa placas gráficas, segundo a própria página da distro.

Sem considerar os fatores dos arquivos padrão, adicionar alguns repositórios, como dito no início, a distro é ideal para iniciantes. A rigor, sempre precisamos fazer alguma coisa em uma distro que pode ser complicada para iniciantes.

Essa curiosidade me apresentou essa maravilhosa distribuição. Ainda preciso me acostumar com o KDE, pois gosto do Gnome e do multitarefas dele. No mais, a distro é excelente e até estranho ela não ser tão comentada no fórum. Espero que ganhe mais usuários.

O Linux Educacional foi mencionado no início do artigo mas, particularmente, não sei como podem chamar aquilo de Linux ou distro. Foi a pior experiência Linux que já tive e nenhuma aluno gostou (certamente). Resultado? Colocar Windows, que os alunos gostam e também digo que é melhor mesmo usa-lo do que o Linux Educacional.

Por quê não colocar outra distro Linux? Bem...

Até a próxima.

   

Páginas do artigo
   1. Introdução
Outros artigos deste autor

Arco Linux - Distro completa

Por que voltei para o Ubuntu? O que tem na versão 19.04?

Introdução e administração de pontos de restauração no openSUSE

Introdução à Solus Linux - Distro Independente

Leitura recomendada

Gnome-shell no Ubuntu em um clique

Rodando o qemu com o novo módulo acelerador

Linux pode ser usado por todo mundo! Escolhendo o seu primeiro Linux. Duas Filosofias fundamentais

Biblioteca Linux - Mais além do desktop

Enlightenment 0.17 - Instalação

  
Comentários
[1] Comentário enviado por Mc.Eagle em 16/01/2020 - 12:10h

Sinceramente, atualmente não vi nada melhor que o Linux MInt pra apresentar o mundo OpenSource aos usuários finals.

[2] Comentário enviado por alison_rmx em 16/01/2020 - 14:51h

Ótimo texto amigo, adoro e uso openSUSE mas acredito que esteja longe de ser uma distribuição educacional, como amigo disse LinuxMint "ainda" acredito que seja a melhor distro para iniciantes no linux, abraço.

0100000101101100011010010111001101101111011011100010000001001101011000010111001001101001011011100110100001101111

Ideas For Life.

[3] Comentário enviado por izaias em 16/01/2020 - 23:37h

openSUSE é uma excelente distro, estável, a mais completa e totalmente gerenciável graficamente pelo poderoso YaST.
O que pega mesmo no camaleão é a instalação, seus desenvolvedores deveriam criar um método mais intuitivo.

Ótimo artigo Edivan!

[4] Comentário enviado por removido em 17/01/2020 - 22:17h

Parabéns pelo artigo, utilizo o openSUSE desde a versão 42.1, e uma excelente distribuição, não sou da área de TI mas o oo diass tem ferramenta que facilitam bastante minha vida no dia a dia.

[5] Comentário enviado por ElNegro em 20/01/2020 - 13:02h

Parabéns pelo artigo ! uma coisa muito importante é que me imaginei na minha primeira experiencia com linux foi o Ubuntu 4 gostei bastante porque sempre tive interesse e curiosidade pelo mundo Linux/GNU Linux mais como primeiro contato meu mundo transição linux/Win foi quanto instalei o Mandriva ! por pouco tempo é verdade depois estranhamente não me senti no mundo linux com o mandriva e nos dias atuais experimentei o OpenSuse Leap e tive a mesma sensação ! com o ubuntu Mint e outras distros que se propunham a ser de entrada no mundo linux isso demora mais a acontecer !!
Mais concordo para que chega o OpenSuse e o Mint acho que o mint cumpre este papel melhor mais é uma opnião pessoal!

Mais uma vez parabéns pelo artigo!

[6] Comentário enviado por edivandjs em 20/01/2020 - 15:23h


[1] Comentário enviado por Mc.Eagle em 16/01/2020 - 12:10h

Sinceramente, atualmente não vi nada melhor que o Linux MInt pra apresentar o mundo OpenSource aos usuários finals.


Obrigado pela leitura.

[7] Comentário enviado por edivandjs em 20/01/2020 - 15:23h


[2] Comentário enviado por alison_rmx em 16/01/2020 - 14:51h

Ótimo texto amigo, adoro e uso openSUSE mas acredito que esteja longe de ser uma distribuição educacional, como amigo disse LinuxMint "ainda" acredito que seja a melhor distro para iniciantes no linux, abraço.

0100000101101100011010010111001101101111011011100010000001001101011000010111001001101001011011100110100001101111

Ideas For Life.


Obrigado pela leitura e contribuição de comentário.

[8] Comentário enviado por edivandjs em 20/01/2020 - 15:25h


[4] Comentário enviado por caffilhobr em 17/01/2020 - 22:17h

Parabéns pelo artigo, utilizo o openSUSE desde a versão 42.1, e uma excelente distribuição, não sou da área de TI mas o oo diass tem ferramenta que facilitam bastante minha vida no dia a dia.


Fiquei (e ainda estou) impressionado com a quantidade de ferramentas e estabilidade, mesmo na versão RR.

[9] Comentário enviado por edivandjs em 20/01/2020 - 15:26h


[3] Comentário enviado por izaias em 16/01/2020 - 23:37h

openSUSE é uma excelente distro, estável, a mais completa e totalmente gerenciável graficamente pelo poderoso YaST.
O que pega mesmo no camaleão é a instalação, seus desenvolvedores deveriam criar um método mais intuitivo.

Ótimo artigo Edivan!


Vlw, Izaias. Espero que melhorem essas coisas :0

[10] Comentário enviado por edivandjs em 20/01/2020 - 15:27h


[5] Comentário enviado por ElNegro em 20/01/2020 - 13:02h

Parabéns pelo artigo ! uma coisa muito importante é que me imaginei na minha primeira experiencia com linux foi o Ubuntu 4 gostei bastante porque sempre tive interesse e curiosidade pelo mundo Linux/GNU Linux mais como primeiro contato meu mundo transição linux/Win foi quanto instalei o Mandriva ! por pouco tempo é verdade depois estranhamente não me senti no mundo linux com o mandriva e nos dias atuais experimentei o OpenSuse Leap e tive a mesma sensação ! com o ubuntu Mint e outras distros que se propunham a ser de entrada no mundo linux isso demora mais a acontecer !!
Mais concordo para que chega o OpenSuse e o Mint acho que o mint cumpre este papel melhor mais é uma opnião pessoal!

Mais uma vez parabéns pelo artigo!


Obrigado pela leitura e comentário. Argumentos são sempre bem-vindos.

[11] Comentário enviado por pinduvoz em 24/01/2020 - 00:57h

Das distros RPM, posso dizer que o openSUSE é a minha favorita. Mas eu gosto mesmo é das Debian Like, por isso responderia sua pergunta indicando o Linux Mint.

Boa contribuição.

Parabéns.

[12] Comentário enviado por albfneto em 29/01/2020 - 20:35h

Eu também gosto de OpenSUSE, é minha segunda distro, depois do Sabayon.
Ele é fácil e bem personalizável...

se vc usar o Tumbleweed, ele atualiza muito, muito mesmo.

concordo que pode ser uma porta de entrada, sim, com uma vantagem, OpenSUSE é linux bem profissional, até programadores o usam.
serve bem desde iniciante até usuário avançado.

A inslalação ela não é fácil pro iniciante, é fácil errar com ela, sem prática, mas com um pouco de prática, vc regula tudo o que quer na instalação.

Seu artigo é ótimo. tá favoritado.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Albfneto,
Ribeirão Preto, S.P., Brasil.
Usuário Linux, Linux Counter: #479903.
Distros Favoritas: [i] Sabayon, Gentoo, OpenSUSE, Mageia e OpenMandriva[/i].

[13] Comentário enviado por StanislausK em 31/01/2020 - 17:16h

Ola,

quando um usuário iniciante em Linux tem problemas, recorre as comunidades: a maioria dos usuários usam Debian/Ubuntu/Linux Mint (e similares), Manjaro, e Fedora. E tem muita info para essas distros. Agora para o openSUSE vejo poucas pessoas usando; e colegas que testaram não gostaram. Em termos de ranking de popularidade, pelo DistroWatch, nos últimos 12 meses o openSUSE estava na posição 11, no de 6 meses em 16, e no de 3 meses em 17. Uma ligeira queda no interesse? Quando comecei a usar o Linux (há 3 anos, com Ubuntu e Fedora), o openSUSE nem funcionava direito no meu hardware; felizmente hoje, funciona bem! Pode ser que o openSUSE possa ser usado por usuários iniciantes, mas acho que as distros mencionadas acima, ainda continuam sendo melhores nesse caso.

[14] Comentário enviado por edivandjs em 01/02/2020 - 08:45h


[12] Comentário enviado por albfneto em 29/01/2020 - 20:35h

Eu também gosto de OpenSUSE, é minha segunda distro, depois do Sabayon.
Ele é fácil e bem personalizável...

se vc usar o Tumbleweed, ele atualiza muito, muito mesmo.

concordo que pode ser uma porta de entrada, sim, com uma vantagem, OpenSUSE é linux bem profissional, até programadores o usam.
serve bem desde iniciante até usuário avançado.

A inslalação ela não é fácil pro iniciante, é fácil errar com ela, sem prática, mas com um pouco de prática, vc regula tudo o que quer na instalação.

Seu artigo é ótimo. tá favoritado.

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨
Albfneto,
Ribeirão Preto, S.P., Brasil.
Usuário Linux, Linux Counter: #479903.
Distros Favoritas: [i] Sabayon, Gentoo, OpenSUSE, Mageia e OpenMandriva[/i].


Obrigado pela leitura e comentário. Estou gostando muito da simplicidade de comandos no openSUSE e da estabilidade. Estou usando agora o TW por conta da versão do Gnome, 3.3x. No Leap é possível adiconar repositórios mais recentes do KDE, e continuar usando os pacotes do repositório padrão. Mas com o Gnome não é possível, então fiquei com o Tw. Muita atualização mesmo...Demais. Mas ainda é a Rolling Release mais estável que usei.

Abraço.

[15] Comentário enviado por edivandjs em 01/02/2020 - 08:50h


[13] Comentário enviado por StanislausK em 31/01/2020 - 17:16h

Ola,

quando um usuário iniciante em Linux tem problemas, recorre as comunidades: a maioria dos usuários usam Debian/Ubuntu/Linux Mint (e similares), Manjaro, e Fedora. E tem muita info para essas distros. Agora para o openSUSE vejo poucas pessoas usando; e colegas que testaram não gostaram. Em termos de ranking de popularidade, pelo DistroWatch, nos últimos 12 meses o openSUSE estava na posição 11, no de 6 meses em 16, e no de 3 meses em 17. Uma ligeira queda no interesse? Quando comecei a usar o Linux (há 3 anos, com Ubuntu e Fedora), o openSUSE nem funcionava direito no meu hardware; felizmente hoje, funciona bem! Pode ser que o openSUSE possa ser usado por usuários iniciantes, mas acho que as distros mencionadas acima, ainda continuam sendo melhores nesse caso.


Infelizmente tem pouca coisa mesmo. principalmente em português. Recentemente escrevi uma dica e só consegui encontrar direcionamento para uma possível solução, no fórum em alemão. Mas o bom é que sempre vai ter gente disponível para ajudar a escrever documentação e tutoriais. Sobre o distrowatch, ele não é tão confiável nesse aspecto pois é quase impensável o MX está em prireiro lugar. Deveria ser Mint. Dizem que o Mx usa bots para ficar em primeiro.

[16] Comentário enviado por LckLinux em 02/02/2020 - 21:24h


Li seu texto e gostei do que você escreveu; grato por tê-lo compartilhado. Não tenho resposta, pensando aqui....se seria ou não (o OpenSUSE) a "porta de entrada no Mundo Linux". É para se pensar. Eu experimentei essa distro por um tempo, em meu laptop, e gostei bastante, achei que ágil e super funcional (o YAST foi uma surpresa, pra mim, surpresa boa). Você tem toda a razão, creio, ao indicar a instalação como um momento sensivelmente delicado para quem está iniciando contato com Linux; lembro que eu me demorei um pouco ali, na primeira vez que instalei essa distro. No momento estou usando Debian e Arch Linux (dual boot), mas o OpenSUSE forma o "trio" de minha preferência atualmente (é bem provável que em algum momento eu volte a usá-lo diariamente).

Eu não sabia disso aqui: "# zypper in gedit -vim ........ Com este comando, ele instala o Gedit e remove o Vim. Ao contrário do APT, em que é preciso digitar um.........." (grato pela dica).

[17] Comentário enviado por edivandjs em 08/02/2020 - 13:21h


[16] Comentário enviado por LckLinux em 02/02/2020 - 21:24h


Li seu texto e gostei do que você escreveu; grato por tê-lo compartilhado. Não tenho resposta, pensando aqui....se seria ou não (o OpenSUSE) a "porta de entrada no Mundo Linux". É para se pensar. Eu experimentei essa distro por um tempo, em meu laptop, e gostei bastante, achei que ágil e super funcional (o YAST foi uma surpresa, pra mim, surpresa boa). Você tem toda a razão, creio, ao indicar a instalação como um momento sensivelmente delicado para quem está iniciando contato com Linux; lembro que eu me demorei um pouco ali, na primeira vez que instalei essa distro. No momento estou usando Debian e Arch Linux (dual boot), mas o OpenSUSE forma o "trio" de minha preferência atualmente (é bem provável que em algum momento eu volte a usá-lo diariamente).

Eu não sabia disso aqui: "# zypper in gedit -vim ........ Com este comando, ele instala o Gedit e remove o Vim. Ao contrário do APT, em que é preciso digitar um.........." (grato pela dica).


Obrigado pela leitura e comentário. Até pouco tempo atrás estava usando Debian.

[18] Comentário enviado por d3r_wachter em 09/02/2020 - 20:09h

O openSuse nas mãos de quem quer uma distro pronto para uso é questão de 10 minutos configurando alguma coisinha, gostei do artigo mas não sei se é indicável a iniciantes dados que base Debian ainda é mais popular, diria algo mais como o Linux Mint pode ser a melhor opção para quem começa e quem tem interesse em aprender usar o openSuse, recomendo o uso do XFCE se o problema da resolução persistir.

[19] Comentário enviado por edivandjs em 14/02/2020 - 20:58h


[18] Comentário enviado por d3r_wachter em 09/02/2020 - 20:09h

O openSuse nas mãos de quem quer uma distro pronto para uso é questão de 10 minutos configurando alguma coisinha, gostei do artigo mas não sei se é indicável a iniciantes dados que base Debian ainda é mais popular, diria algo mais como o Linux Mint pode ser a melhor opção para quem começa e quem tem interesse em aprender usar o openSuse, recomendo o uso do XFCE se o problema da resolução persistir.


Obrigado pela leitura e comentário. Até pouco tempo atrás estava usando Debian. Gostei pelo tempo que passei nele, mas o YAST (pra mim) é imbatível. Além da confiabilidade da distro (igual o Debian). Mas estou curtindo demais os comandos do zypper.

[20] Comentário enviado por fpimentajr em 11/03/2020 - 14:13h

Realmente o openSUSE é uma distro que além de robusta e estável ele acaba facilitando e colocando o foco na produtividade e é bem amigável de se usar no dia a dia. Comecei a usar na versão 42 e desde lá ele tem sido minha distro principal... de certo que passeio por outras distros pra ver como estão, mas usar mesmo o SUSÃO é o cara.
Uma bela matéria, bem escrita apontando os principais pontos de contado do usuário comum. Mas discordo que ele possa ser uma distro de entrada, até porque o acho bem técnico, dada as sua robustez pode confundir o usuário iniciante.
Acho que o Mint, Zorin ou Manjaro seriam mais interessantes para usuário vindo do Windows.
Forte abraço.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts