flock - Gerenciador de lockfiles

O flock é um gerenciador de lockfiles, técnica comum utilizada por diversos softwares para checarem se já estão sendo executados, assim evitando dupla execução, como o MySQL.

[ Hits: 5.546 ]

Por: Danillo Costa em 06/03/2015 | Blog: https://softhost.com.br/


flock



O flock é um gerenciador de lockfiles, técnica comum utilizada por diversos softwares para checarem se já estão sendo executados, assim evitando dupla execução, como o MySQL.

É uma ótima solução para quem utiliza shell script e deseja que estes não sejam executados mais de uma vez simultaneamente, pois se o lockfile especificado estiver em uso, o flock negará o uso para qualquer outro processo, evitando dupla execução.

Acredito que o flock venha por padrão em diversas distribuições GNU/Linux, já que o encontrei no CentOS 5, CentOS 6 e no Linux Mint 17.

Recentemente escrevi uma dica de como evitar execuções simultâneas de uma mesma tarefa agendada no Cron. Basicamente trata-se de matar todas instâncias do processo crond e iniciá-lo novamente, porém, acabou não sendo um método 100% eficaz, já que o crond veio a ser executado mais de uma vez dias depois, possivelmente por alguma tarefa que não terminou a tempo.
Nem o trecho o abaixo que inseri no início do script resolveu por completo, o qual passou por uma série de testes sem falhas via Cron.

if [ -e "$lock_file" ]; then
	echo "Error: $script ja esta em execucao."
	exit 1
else
	touch "$lock_file"
fi

Tempos depois encontrei o flock na Internet, mas com nenhuma referência em português.

Caso tenha um script, que por exemplo, execute de minuto em minuto, porém, eventualmente acabe demorando mais de um minuto para ser executado, o Cron executará novamente o script no minuto seguinte, podendo obter um resultado indesejado.

O uso do flock não é restrito aos casos descritos acima e nem tão somente funciona apenas em conjunto ao Cron. Seu uso é amplo, já que possui uma função simples, e pode ser utilizado diretamente pela linha de comando e até mesmo dentro do próprio shell script.

Exemplo via Cron

Para finalidade de demonstração, crie um arquivo em /tmp/imprime_data.sh com o conteúdo:

#!/bin/bash
date >> /tmp/imprime_data.log
sleep 20

Agora agende-o como uma tarefa para ser executado de minuto em minuto. Aplique:

crontab -e

Cole a linha abaixo na última linha, salve e feche o Cron.

* * * * * /usr/bin/flock -n /tmp/imprime_data.lockfile -c "/bin/bash /tmp/imprime_data.sh"

Abra ao menos mais dois terminais de comando e tente executar ao mesmo tempo o comando:

bash /tmp/imprime_data.sh

Monitore a saída em tempo real do log para checar se será escrito a data uma ou mais vezes no mesmo minuto.

tail -f /tmp/imprime_data.log

Outra forma de verificar, é utilizando o ps para ver se tem mais de um processo em execução com o mesmo comando, mas tem de ser um pouco rápido, já que o script leva 20 segundos para ser executado:

ps aux | grep -F "/tmp/imprime_data.sh"

Exemplo via Shell Script

Crie um script qualquer com o conteúdo abaixo:

#!/bin/bash
(
	flock -n 200 || exit 1
	sleep 20
) 200>/tmp/teste.lockfile

A linha "sleep 20" tem função meramente didática, em vez dela, pode substituir pelo seus comandos.

Tente executar o script em mais de um terminal ao mesmo tempo. Na segunda tentativa de execução, não será executado, voltando para a linha de comando. O código de retorno será 1, indicando falha, o qual pode ser checado aplicando o comando abaixo logo após a segunda tentativa:

echo $?

Neste exemplo é utilizado file descriptor, representado pelo "200". Não entrarei em detalhes, mas é bem explicado neste artigo: Manipulando Arquivos Descritores No Shell | Daemonio Labs

Obs.: O arquivo lockfile pode conter qualquer nome, em qualquer diretório, desde que tenha permissão de escrita.

Fontes de pesquisa:
   

Páginas do artigo
   1. flock
Outros artigos deste autor

chkconfig - Adicionando o seu shell script

Gnome Shell e Extensions no Ubuntu 11.10

rwd - Restart When Down

Gerenciando Mouses da Razer

Blacklist - O que é? Como consultar o IP? Como automatizar?

Leitura recomendada

Backup automatizado com HD externo

Como programar backup com rsync e cron de maneira rápida e simples

Gerar músicas aleatórias com YAD (Modo Gráfico)

Piano Gripe 3 - Caracteres de controle

Monitoramento de pops para provedores

  
Comentários
[1] Comentário enviado por fabio em 06/03/2015 - 09:45h

Bem interessante! Parabéns pelo artigo.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts