Stripe no LVM

Dando continuidade ao meu artigo Filesystem LVM, onde expliquei algumas funções do LVM e também comecei a explicar sobre o Stripe no LVM, além mostrar alguns outros comandos.

[ Hits: 1.672 ]

Por: Faustino em 18/04/2017


Alguns comandos úteis



Primeiro artigo da série: Filesystem LVM [Artigo]
Iniciaremos com alguns comandos para identificar se um volume está usando stripe ou está concat.

Vamos iniciar com o comando vgs, onde é possível identificar o nome de todos os vgs existentes, além disso, temos mais algumas outras informações importantes, vamos ver a figura abaixo:
Na figura abaixo podemos o significado de cada atributo da coluna "ATTR":
Na saída do comando abaixo, temos a última coluna #STR que mostra se o Filesystem está em stripe e quantas colunas:

# lvs -a -o devices,vg_name,lv_name,stripes,stripe_size,segtype

  Devices             VG           LV           #Str   Stripe   Type
  /dev/sda2(0)        VolGroup     lv_root      1      0        linear
  /dev/sda2(7050)     VolGroup     lv_swap      1      0        linear
  /dev/sdd1(0)        backup_vg    backup_lv    1      0        linear

Não temos nenhum VGS com stripe.

Aqui temos um exemplo de como fica a saída do comando se tivéssemos stripe:

# lvs -a -o devices,vg_name,lv_name,stripes,stripe_size,segtype

   Devices                    VG                LV              #Str   Stripe     Type
  /dev/sda2(0)                VolGroup          lv_root         1      0          linear
  /dev/sda2(7050)             VolGroup          lv_swap         1      0         linear
  /dev/sdf1(0),/dev/sde1(0)   appl_stripe_vg    appl_stripe_lv  2      128.00k   striped
  /dev/sdd1(0)                backup_vg         backup_lv       1      0         linear

Criando o filesystem

Irei pular a etapa inicial, onde usamos o comando fdisk, além do reconhecimento dos discos alocados e vamos para a criação do volume. Essa etapa não tem muito segredo, temos vários artigos que explicam essa etapa, então não irei me ater a detalhes

# pvcreate /dev/sdf1
   Physical volume "/dev/sdf1" successfully created

# pvcreate /dev/sde1
  Physical volume "/dev/sde1" successfully created

# vgcreate appl_stripe_vg /dev/sdf1
    Volume group "appl_stripe_vg" successfully created

# vgextend appl_stripe_vg /dev/sde1
   Volume group "appl_stripe_vg" successfully extended

Agora sim, vamos criar o LVOL com o stripe:

# lvcreate -L1.9G -i2 -I 128 -n appl_stripe_lv appl_stripe_vg
  Rounding up size to full physical extent 1.90 GiB
  Rounding size (487 extents) up to stripe boundary size (488 extents).
  Logical volume "appl_stripe_lv" created

Onde:
  • -L: Tamanho em GIGA/MEGA
  • -i: Quantidade de discos
  • -I: Tamanho da coluna
  • -n: Nome do LVOL

Pronto, o filesystem está criado com stripe.

Aumentando o volume

Agora que aprendemos como criar um fs com stripe de 2 duas colunas e a blocagem de 128K, iremos expandi-lo.

Observações:
  1. Se utilizarmos um stripe com 2 disco o resize (aumento) usaremos dois discos.
  2. Os discos devem ter o mesmo tamanho.

Vamos incluir os dois discos no mesmo VG, que o que foi recém criado, irei omitir a fase inicial, pularei para a fase que interessa.

# vgextend appl_stripe_vg /dev/sdg1 /dev/sdh1
    Volume group "appl_stripe_vg" successfully extended

Vamos executar o comando vgs para mostrar a quantidade de discos que temos no VG "appl_stripe_vg", onde temos 4 discos.

# vgs

  VG               #PV    #LV  #SN   Attr     VSize    VFree
  VolGroup         1      2    0     wz--n-   29.51g   0
  appl_stripe_vg   4      1    0     wz--n-   3.97g    2.06g
  backup_vg        1      1    0     wz--n-   2.00g    200.00m

Executando o resize. Não tem muito segredo, basta o processo, é semelhante aumentar um filesystem normal:

# lvextend -L+1.9G -i2 /dev/appl_stripe_vg/appl_stripe_lv
  Rounding size to boundary between physical extents: 1.90 GiB
  Using stripesize of last segment 128.00 KiB
  Rounding size (975 extents) up to stripe boundary size for segment (976 extents)
  Extending logical volume appl_stripe_lv to 3.81 GiB

   

Páginas do artigo
   1. Alguns comandos úteis
Outros artigos deste autor

Configurações Básicas no CentOS 7

Filesystem LVM

Leitura recomendada

Implementando quotas de disco no Red Hat

NTFS-3g: Leitura e gravação em NTFS com segurança? Ainda não!

Filesystem LVM

Acesso a compartilhamentos do Samba sendo autenticados pelo Active Directory usando Kerberos

Proxy reverso com Apache + cache + compactação + estatísticas

  
Comentários

Nenhum comentário foi encontrado.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts