Restauração e registro do RedHat após utilização de repositórios CentOS

Procedimento para restaurar o S.O. Red Hat Entrerprise Linux, que após utilizar repositórios do CentOS, passou a ser um CentOS, e agora não
pode ser registrado com a licença RHN.

[ Hits: 18.200 ]

Por: Celso S. Faria em 10/03/2012


Introdução, Preparação e Simulação



Introdução

Tive a experiência de necessitar de um Servidor Red Hat, e não ter a licença imediatamente no momento da implementação de um sistema instalado por um terceiro.

A distribuição era obrigatória, para que tivéssemos o suporte do fabricante da solução que estava sendo instalada.

Sabia que era possível utilizar os repositórios do CentOS, devido à compatibilidade e os habilitamos, com isso o software que adquirimos pode ser instalado.

O problema todo ocorreu quando as licenças foram disponibilizadas, e o S.O. não passou na validação de registro na Red Hat.

Aberto chamado na Red Hat, ficou constatado que o S.O. havia deixado de ser um autêntico Red Hat e havia se tornado um CentOS, pois os pacotes kernel e o pacote Release foram substituídos, entre outros.

Como isto foi resolvido?

Montamos um ambiente semelhante ao que já estava instalado com os mesmos pacotes, e iniciamos um processo de reverso na instalação.

Abaixo, descrevo como foi realizado todo o processo de Restore do servidor, culminando no registro do S.O. com sucesso no site da Red Hat.

* Como eu disse, tudo foi simulado antes de ser aplicado em produção e não dou nenhum tipo de garantia, portanto, faça por sua conta e risco.

Antes de iniciar qualquer procedimento, tenha em mente que será necessário 'rebootar' o servidor em alguns momentos para que o procedimento seja concluído.

Por segurança, tenha Backup dos arquivos de configuração referentes aos pacotes CentOS que estão instalados no servidor. As versões de todos os pacotes CentOS instalados e, por último, que todo o procedimento deve ser executado como Root.

Os pacotes CentOS são identificados no próprio nome do pacote pela palavra: centos

. . . E para identificá-los, execute:

# rpm --qa | grep centos

Preparação e Simulação do Ambiente de Testes

1. Instalado um Servidor Red Hat (em máquina virtual) com o mesmo perfil do servidor original.

2. Incluídos os repositórios copiados de uma instalação CentOS (com a mesma versão do Red Hat) e renomeando o repositório atual no Red Hat para ".old" (ou simplesmente deletando).

3. Excluindo o pacote “yum-rhn-plugin”:

# rpm -ev yum-rhn-plugin

4. Realizada a limpeza do cache de pacotes:

# yum clean all

5. Realizado novo cache dos repositórios do CentOS:

# yum check-update

6. Atualizado o kernel:

# yum update kernel*

7. Instalados todos os pacotes identificados como sendo CentOS no servidor, que no meu caso, foram os especificados no próprio comando abaixo:

# yum install redhat-logos centos-release-notes crash pango ntp yum firstboot-tui filesystem nss-tools gzip redhat-artwork yum-fastestmirror setuptool kudzu procmail desktop-backgrounds-basic anacron pirut gdm pm-utils firefox basesystem comps-extras busybox yum-metadata-parser system-config-date firefox nss rhgb firstboot nss centos-release Deployment_Guide-en-US specspo pango initscripts bluez-utils gnome-session -y
    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução, Preparação e Simulação
   2. Restore e Remoção de Repositórios
   3. Registrando o S.O. no RHN
Outros artigos deste autor

Integrando Nagios e Google Maps

Apache Mod_Proxy como Front-End de acesso e balanceamento de diversas aplicações web

Nagios - Configurando níveis de acesso e autenticação centralizada no Active Directory

Servidor Apache hospedando diversos sites com e sem SSL

Openfire integrado em uma floresta Active Directory

Leitura recomendada

Habilitando som nas animações em flash no Ubuntu

Montando sua Web Rádio no Linux com DJ Automático

Sabayon Linux: Migrando KDE4 para KDE5

Passo a passo: Fedora autenticando usuários no Active Directory

Recuperando e/ou adaptando o GRUB do Sabayon Linux

  
Comentários
[1] Comentário enviado por manoel.junior em 24/09/2015 - 16:46h

Amigo, será que não bastaria dar um yum history list e yum history undo ID ?

Abraços!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts