Recuperação de partições deletadas com o TestDisk

Veremos neste artigo como recuperar uma partição deletada e para tal, utilizaremos o excelente TestDisk.

[ Hits: 195.580 ]

Por: edps em 10/01/2012 | Blog: https://edpsblog.wordpress.com/


Introdução



Em artigo anterior publicado aqui mesmo no VOL: Recuperação de Dados com PhotoRec, demonstrei como recuperar arquivos deletados com a ferramenta Photorec. Aqui veremos como recuperar partições deletadas com o TestDisk.
Linux: Recuperação de partições deletadas com o TestDisk

O TestDisk é uma ferramenta disponível para a grande maioria das distribuições Linux, BSDs, Mac OS X e MS Windows.

Sua instalação no Debian e derivados, poderá ser feita da seguinte maneira:

$ sudo apt-get update
$ sudo apt-get install testdisk -y


Para usuários de qualquer distribuição:

$ wget http://www.cgsecurity.org/testdisk-6.13.linux26.tar.bz2
$ tar -jxf testdisk-6.13.linux26.tar.bz2
$ cd /testdisk-6.13
$ sudo ./testdisk_static


Fora isso e como já dito, o TestDisk está presente em grande parte dos mais variados Live-CDs, dentre os quais cito os excelentes:
  • Gparted LiveCD
  • Parted Magic
  • SystemRescue CD

Para maiores detalhes sobre os diferentes métodos de instalação, visitem o endereço abaixo:
O motivo deste artigo foi a perda de partições após a exclusão de uma partição Linux com o Gerenciador de Discos do Windows XP. Maiores detalhes podem ser visto num tópico aqui mesmo no VOL:

Utilização

Particularmente, acho o TestDisk mais fácil de mexer que o Photorec, então como 'root' ou usando o 'sudo', chame-o assim:

# testdisk

Ou:

sudo testdisk

Para listar as partições disponíveis, use:

sudo testdisk /list
Linux: Recuperação de partições deletadas 
com o TestDisk

Na imagem acima, vemos que em "/dev/sdb" existem 3 partições primárias: uma partição estendida e uma lógica (/dev/sda5), as partições deletadas foram da 6 à 9.

Maiores detalhes nas imagens da página seguinte.
    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Utilização - continuação
   3. Utilização - continuação
   4. Utilização - finalizando
Outros artigos deste autor

Snapshots de pacotes para o Debian

Instalação do Java da Oracle em distros Debian-like

KernelCheck - Instalando o kernel mais recente em distros Debian-like e outras

ArchBang, o Arch Linux fácil!

O Sistema Debian Alternatives

Leitura recomendada

Usando partições e sistemas de arquivos

Solucionando problemas no sistema de arquivos

Removendo vírus de Windows com LiveCD GNU/Linux

Como montar imagem VDI (VirtualBox) no Linux

Instalando e configurando um servidor CVS com Subversion

  
Comentários
[1] Comentário enviado por levi linux em 10/01/2012 - 11:54h

Parabéns, muito bom seu artigo. Entender o funcionamento de ferramentas de recuperação é essencial para quem usa vários sistemas. Favoritado, 10!

[2] Comentário enviado por clodoaldops em 10/01/2012 - 12:18h

Xou de bola... tá favoritado... mas por são linux... espero nunca precisar disto... rsrsrsrsrs
Gde edps, tenkiul mai fréndi!

[3] Comentário enviado por izaias em 10/01/2012 - 13:38h

Está bem mais explicado e claro, muito melhor que muitos tutos por aí.

Quando alguém perde tudo acidentalmente, fica desesperado.
Somente um artigo bem explicado assim, dá um certo alívio pro 'incauto'.

Ótimo trabalho!

[4] Comentário enviado por mcnd2 em 10/01/2012 - 20:26h

Dez!

Parabéns pelo excelente artigo.

Agora já nos favoritos, sem problemas de brincar* com as partições sem o medo de perde-las, rs!

*tome cuidado ao manipular partições, poderá ter perda de dados.

Abraço @edps...

[5] Comentário enviado por iz@bel em 10/01/2012 - 20:34h

Com edps, os problemas viram soluções e as soluções viram artigos hehehehe
Parabéns!

Nos favoritos (Espero não precisar, mas a Lei de Murphy...)

[6] Comentário enviado por JJSantos em 11/01/2012 - 01:13h

Favoritado, testei e funcionou com maestria... 10

[7] Comentário enviado por maran em 11/01/2012 - 11:02h

Meu, excepcional este artigo, fiquei de cara, se soube disso a uns tempos atras o pessoal teria economizado uma grana, porque possivelmente é simples montar uma distro live com isto embutido e usar no suporte da sua empresa! animal cara!

[8] Comentário enviado por leandro em 11/01/2012 - 11:41h

Se eu tivesse lido este artigo antes... teria poupado o trabalho de reinstalar 3 distros perdidas... rsrs

Mas, quando acontecer novamente (com Windows instalado no mesmo HD, isso se torna uma possibilidade), já terei como me virar!

+10 + Favoritos = Parabéns!

[9] Comentário enviado por leandromoreirati em 11/01/2012 - 22:37h

Prezado EDPS,
Infelizmente n ão tive tempo para ler seu artibo assim que puder vou faze-lo, apenas gostaria de deixar um depoimento pessoal, já recuperei 2 TB de dados de um servidor com esse programa, e a pertição era NTFS.
Ele e robusto d+ ando com um pendrive bootavel com ele no bolso, nao precisa nem instalar e so carregar via usb que ele funfa na boa.

Abraços e parabens pelo artigo.

[10] Comentário enviado por removido em 13/01/2012 - 21:38h

Obrigado pelos comentários:

@levi linux, @clodoaldops, @izaias, @mcnd, @iz@bel, @Josue A. Santos, @maran, @leandro e @leo_jfa

O engraçado é que esses artigos só saem quando fico em alguma enrascada! rsrsrs

O TestDisk ( e o PhotoRec) são umas das minhas aplicações preferidas e que também já fiz uso no Windows a muito muito tempo, para aqueles que precisem rodá-lo naquele SO, é muito simples façam o download através do link abaixo:

http://www.cgsecurity.org/testdisk-6.13.win.zip

Ou usem-na num pendrive qualquer:

http://www.portablefreeware.com/?id=1114
http://www.pendriveapps.com/testdisk-free-portable-data-recovery/

Um abraço a todos!

[11] Comentário enviado por izaias em 13/01/2012 - 21:47h

Estava preocupado com seu sumiço.
Você sempre responde logo aos comentários.

Já ia colocar o FBI atrás do cê!

Se é que você me entende. . . rs

[12] Comentário enviado por removido em 13/01/2012 - 21:58h

Ultimamente tenho sido pego pra Cristo e nessas 2 primeiras semanas do ano estive viajando a trabalho, e como não gosto dessas coisas (notes, nets, palms, tablets) só acesso o PC na sexta-feira e nos fins de semana.

O bom disso é que fico desligado da Net e aproveito para curtir outras coisas.

... mas que é difícil é! rsrsrs

[13] Comentário enviado por mark-09 em 30/03/2013 - 17:04h

Otimo artigo!!! Me ajudou muito!!!

[14] Comentário enviado por lucaslawliet em 15/09/2014 - 22:27h

Caros amigos do VOL, uso o Ubuntu 14.04 e sou usuário a pouco mais de dois meses, como qualquer outro usuário fuçando ferramentas novas, acabei fazendo uma burrada das grandes, formatando a partição onde estavam todo os meus arquivos, quando só estava aprendendo a formatar um pen drive, confundi o nome do dispositivo. (Usei o comando mkfs.vfat /dev/sda3).

Segui o tutorial passo-a-passo mas logo depois de fazer a busca profunda dos arquivos, eu ponho pra listar os arquivos apertando a tecla P e lá diz o seguinte: No file found, filesystem may be damaged.

Pelo que eu entendi, não foram encontrados arquivos para serem restaurados, peço que por favor me ajudem com isso, além de já terem dedicado um tempo escrevendo este artigo. :T

OBS.: Agora a partição está em FAT32.

[15] Comentário enviado por brunobastos em 22/04/2015 - 09:28h


Eu fico muito agradecido por tua dica. Consegui arquivos desejados após formatar meu pc três vezes, sendo que, numa delas, eu tinha colocado Microsoft Windows.

Muito obrgado pelo texto que você escreveu explicando como recuperar arquivos.

[16] Comentário enviado por edps em 22/04/2015 - 10:00h


[15] Comentário enviado por brunobastos em 22/04/2015 - 09:28h


Eu fico muito agradecido por tua dica. Consegui arquivos desejados após formatar meu pc três vezes, sendo que, numa delas, eu tinha colocado Microsoft Windows.

Muito obrgado pelo texto que você escreveu explicando como recuperar arquivos.


Valeu brother! que bom que resolveu.

[17] Comentário enviado por silax em 10/07/2016 - 20:13h

Muito obrigado pela ajudo, você nos salvou!
Linuxers forever!

[18] Comentário enviado por FurretUber em 04/10/2016 - 00:11h

Hoje eu tentei criar um disco de inicialização do DOS com um utilitário da HP, e ele mostrou que iria gravar no SanDisk (pen-drive), mas gravou no Toshiba (HD externo), um bug muito sem vergonha. Resultado: 800 GB de dados inacessíveis.

Procurei alguma forma de recuperar o HD no Google, essa página foi o primeiro resultado. Eu fiz essa sequência de passos, e com ela apenas eu conseguiria recuperar uns 700 GB de dados, mas faltavam 100 GB da partição Home que o teste rápido não encontrou. Deixei rodando o teste profundo e fui para a Universidade. O teste profundo achou umas 140 partições em 6 horas. Foi brincar de Lego para recriar a tabela de partição.

Deu certo: estou comentando do computador ligado com o HD Toshiba.

Obrigado.

[19] Comentário enviado por edps em 04/10/2016 - 19:35h


[18] Comentário enviado por FurretUber em 04/10/2016 - 00:11h

Hoje eu tentei criar um disco de inicialização do DOS com um utilitário da HP, e ele mostrou que iria gravar no SanDisk (pen-drive), mas gravou no Toshiba (HD externo), um bug muito sem vergonha. Resultado: 800 GB de dados inacessíveis.

Procurei alguma forma de recuperar o HD no Google, essa página foi o primeiro resultado. Eu fiz essa sequência de passos, e com ela apenas eu conseguiria recuperar uns 700 GB de dados, mas faltavam 100 GB da partição Home que o teste rápido não encontrou. Deixei rodando o teste profundo e fui para a Universidade. O teste profundo achou umas 140 partições em 6 horas. Foi brincar de Lego para recriar a tabela de partição.

Deu certo: estou comentando do computador ligado com o HD Toshiba.

Obrigado.


Sinceramente eu não esperava um êxito tão grande como o que você citou, sendo assim:

um \º/ ao Testdisk! :)

[20] Comentário enviado por Kanbara em 18/05/2017 - 13:11h

Ola instalei este programa e nao quero mais, como posso desinstalar ele?


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts