Qual o melhor Linux para eu utilizar?

Neste artigo exponho minhas considerações sobre escolha de distribuições Linux. Na verdade não existe a melhor distribuição e sim a distribuição que melhor se enquadra como solução para suas necessidades.

[ Hits: 114.777 ]

Por: Perfil removido em 25/05/2004


Introdução



Tenho acompanhado algumas perguntas do tipo "Sou novo na área e qual o melhor Linux para tal coisa...". "São tantos Linuxes, que tipo devo utilizar para..." dentre outras. E creio que aqui cabem algumas reflexões:
  • Realmente há enorme variedade de Linuxes, sendo justamente isto que nos oferece liberdade de escolha e promove a evolução dos programas;
  • O kernel, núcleo do sistema, e pacotes da Free Software Fundation (programas da Fundação para o Software Livre) são comuns a todas as distribuições, embora com sotaque diferenciado falam o mesmo idioma;
  • Ao conjunto kernel, pacotes Free Software Fundation e outros programas, denominamos distribuição. Cada distribuição possui "vocação" e características próprias, adequando-se melhor a determinadas tarefas;
  • Onde e em que se pretende utilizar o Linux? Esta deve ser a primeira pergunta para depois escolher qual;
  • Há diferenças entre o Linux para uso em casa - onde se faz o que vem a cabeça, o Linux para uso na escola ou laboratório - onde se utiliza para aprendizagem e testes orientados e o Linux para uso em produção - onde se pretende gerenciar algum processo relevante, seja na loja do bairro ou na indústria pesada.

Eu mesmo, utilizo a distribuição preferida em casa, uma outra que nunca me deixou na mão nos servidores no trabalho e uma terceira que melhor se adapta à realidade de meus usuários. Cada um sabe o que é bom para si, mas a maioria deve convir que colocar parafuso com martelo ou prego com chave de fenda não funciona bem. Quando se pretende que um sistema entre em produção, a escolha obrigatoriamente deve recair sobre um programa estável, com ferramentas robustas, de fácil configuração e rápida instalação pelo administrador, de fácil operação por usuários leigos, que possua interface límpida sem detalhes que produzam dúvidas ou alimentem a curiosidade inerente ao ser humano e que possa interagir com programas já estabelecidos no mercado permitindo troca de informação sem a alteração radical de padrões.

Sempre que um operador necessita procurar muito algo dentre menus super-povoados, um administrador necessita parar um setor para sucessivas manutenções ou correções de configuração, um cliente tem que aguardar um atendimento enquanto o programa se recupera, um gerente tem que esperar costumeiramente por uma resposta de sistema ou mesmo que ocorram alguns pequenos bugs, com certeza a reputação do Linux cai, como cai também a produtividade da empresa ou instituição causando perda de receita que pode se traduzir em administrador de sistema sem trabalho ou prestador de serviço substituído.

Existem distribuições Linux para todos os gostos. Pequenas que cabem em um disquete, como Coyote Linux, que é basicamente um kernel sem gordura. Médias como o Kurumin Linux (derivado do Knoppix que é derivado do Debian), que com menos de 200MB roda direto de um CD e com interface KDE sem programas instalados, mas com "atalhos" pré-configurados para se instalar de tudo um pouco. Grandes como o Debian 3, que com seus sete CDs na versão mais completa oferece até os pacotes anteriores. Distribuições voltadas para uso doméstico com facilidades e suporte a games e multimídia como Mandrake (derivado do Red Hat). Direcionadas ao uso doméstico e em pequenas empresas como Conectiva e Suse (derivadas do Red Hat). Destinadas a distribuição como software padrão em máquinas montadas em série a fim de reduzir custos, como o Definity (muito semelhante ao Debian). Aquelas destinadas ao meio acadêmico e muitas outras das mais exóticas.

Chamo a atenção para três distribuições em particular, pois quase todas as demais são derivadas destas, ou recombinações destas três que incorporaram outras facilidades e ganharam luz própria:
  • Slackware - Todos os usuários de Slackware com quem converso dizem ser excelente, que proporciona total domínio do hardware, mas não é coisa para novato. Desde seu início tomou um rumo próprio, foi inicialmente desenvolvida por um único programador que atualmente supervisiona sua evolução - nunca usei.

  • Debian - O Linux com espírito livre por convicção, ideológica e politicamente free. A Debian é tida como a distribuição padrão da Free Software Fundation, foi utilizada como base para a criação de muitas outras distribuições Linux e seus usuários afirmam tratar-se do Linux mais testado e revisado do planeta, por isso é menos susceptível de bugs e sua evolução se dá pela união em torno de um objetivo, o software free - já tentei usar.

  • Red Hat - A mais comercial de todas as distribuições Linux, foi desenvolvida nos US e faz frente ao império M$, possui a maior base instalada do planeta, foi e ainda é a mais copiada, a partir dela derivaram incontáveis outras distribuições. Recentemente despertou a ira dos mais puritanos ao ter anunciado que estava se tornando uma distribuição comercial voltada ao mercado corporativo e para acalmar as coisas, comprou a empresa Fedora e jogou seu "know how" em uma nova distribuição patrocinada. Tem como parceiras gigantes como IBM e DELL dentre outras.

Concluindo, antes de perguntar a alguém qual distribuição utilizar, pergunte a si mesmo onde e para que desejo utilizar Linux e então pergunte à comunidade Linuxer qual distribuição Linux se enquadra melhor em tais condições. Uma vez obtida alguma resposta, busque por documentação de referência atualizada via internet ou mesmo junto a outros usuários.

Luiz Noal

   

Páginas do artigo
   1. Introdução
Outros artigos deste autor

Formatação de linhas e colunas da planilha do OpenOffice

FreeRADIUS - Conceitos Básicos - Parte II

wpa_supplicant.conf - Configuração para WPA2-PSK

Segurança na Internet

Como utilizar o Kurumin dentro de uma única partição Windows

Leitura recomendada

Gerenciadores de pacotes GNU/Linux

Qual a melhor distribuição? Ainda a pergunta...

Snapshots de pacotes para o Debian

Instalando o Slackware em português

Por que utilizar o software livre na educação?

  
Comentários
[1] Comentário enviado por pierrejeanes em 25/05/2004 - 05:45h

hola soy espaniol disculpa el atrevimeinto lo ke pasa es que tengo varios problemas y no se si usted o algien pudierame ayudar,
el asunto es que estoy usando mandrake 9.2 y gnome4.2 todo funciona mas o menos bien bueno aveces el java me da un os errores pero ahi camina pero lo que no he podido hacer hasta ahora es ver pelicula en este sistema ningun player me funciona el unico ke funciona aveces es el quik time que esta instalado con wine,,el real player tambien funciona pero solo para escuchar radio,,hasta ahora no funciona para ver ningun formato de video ni el mplayer el player que viene con mandrake que no recuerdo como se llama por que lo desinstale por ke no funcionaba para nada al windows media player que lo instale con wine tamppoco me funciono sabes alguna solucion? otra cosa tampoco logro instalar el apollon o cualkier otro pakete parecido siempre ke voy a instalar me dice no se pudo instalar por ke falta:....pakete y cuando instalo el otro me pide otro y asi me pasa pidiendo paketes todo el puto dia y nunca llega a instalar esta basura de apollon hay otra cosa mas facil? como aprendieron tanto linux? es dificil? es mas dificil ek aprenderse todos los codigos de html? o javascript? o dos? donde se aprende viendo foros? en internet?an la universidad?donde?

[2] Comentário enviado por y2h4ck em 25/05/2004 - 08:19h

Olá

Gostaria de dar aqui minha singela opnião sobre o conteudo descrito acima. Eu em particular acho essa questão de, "ah se vc quer desenhar usa o Linux X, se vc quer montar servidor usa o linux Y mas se vc quer montar um firewall usa o linux W". Claro existem variações, todos sabemos disso, e claro que toda ditro tem a nossa ferramenta preferida, usuarios do Debian defendem com unhas e dentes o APT-GET assim como os slackers defendem o Swaret. Mas pensem comigo, linux e linux nao e gente, analisando de um ponto de vista de facilidade, por ser linux ja nos da muitas facilidades, como estabilidade, segurança e autonomia para fazermos oq bem entendemos, assim eu creio que nao devemos nos deixar acostumar por certas facilidades de uma ou outra distro, senao vamos acabar ficando viciados, e creio que nao e essa a ideia da maioria aqui, pq se for pra ficar viciado em algo e começar a ter ideias nazistas sobre o assunto, nem deveriamos ter abandonado o sistema das janelas.

Discussões Religiosas a parte, devemos usar o GNU/Linux, independente se ele e o X , Y ou Z, temos por dever e obrigação defender qualquer que seja a Distro, porque sao todas frutos de um ideia de liberdade.

[]s a todos da comunidade.


[3] Comentário enviado por jeffestanislau em 25/05/2004 - 09:14h

Primeiramente, Parabéns pelo Artigo...

Só quero dar uma ressalva, pois como disse nosso amigo y2h4ck, linux é linux... sabemos que a versões voltadas para isso ou para aquilo, mas por se tratar de linux temos uma vantagem... pois qualquer uma pode servir para tudo... pois a benevolência do linux está justamente nisso...
como disse uma vez nosso amigo Lordello, "Quem faz o linux é o usuário", isto significa que, quando o usuário compreende o que está fazendo, ele pode moldá-lo para que este desempenhe o melhor papel sobre a terefa na qual ele está subordinado... é isso que diferencia o linux daquele outro sistema... como é mesmo o nome... rs rs rs...

Mas é claro que para quem etá iniciando é sempre bom ter uma referência....

blz!!!

[4] Comentário enviado por slex em 25/05/2004 - 09:37h

Hoje em dia, se for pra falar de linux para iniciantes, nao da pra deixar de lado o Kurumin.
Exelente distro, brasileira, nao precisa partcionar Hd (de fato nem precisa usar Hd), pequena tem menos de 200Mb (cabe em um mini cd), manuais em portugues, facil de usar com interfaces simples, autodetecta 90% dos hardwares sem precisar de nenhuma intervencao do usuario... enfim... otimo pra comecar.

[5] Comentário enviado por macroney em 25/05/2004 - 09:40h

eu, hummmm! prefiro a distribuição "linux"... hehehe!
desde que seja GNU tá bom.

[6] Comentário enviado por malessandre em 25/05/2004 - 10:54h

Luiz, parabéns pelo seu artigo, da minha parte estou dando nota 1000.
Apesar de usar LINUX apenas 02 meses, me julgo capaz de emitir a minha opinião. LINUX é um SO totalmente "democrático" onde cada um personaliza conforme sua necessidade. Sempre tive medo quando alguém falava a palavra "LINUX", pois o mesmo sempre foi tratado pelo seus usuários como "bicho de sete cabeças". Um dia resolvi "metê as caras", comecei com o Conectiva, Red Hat, Fedora, Mandrake, SuSE e hoje uso Slack. Na minha opinião o Window$ é um SO onde vc precisa se adaptá-lo, eo Linux vc consegue adaptar a sua necessidade. Quando comecei busquei muito por artigos igual a este, por isso acho que o mesmo vai ser muito benéfico para trazermos mais gente a nossa comunidade.

[7] Comentário enviado por masp em 25/05/2004 - 11:38h

Gostei muito do artigo ele relata bem sobre a diferença das distribuições.
Realmente acredito que um dos pontos fortes do linux seja essa vasta possibilidade de escolha.
Mas eu continuo sem entender as diferenças das distribuições no sentido de uso. Na pratica o que muda?
por exemplo: o que difere o conectiva do kurumin? sei que o kurumin é mais pratico de instalar. mas é só isso?
ou Debian de Red Hat... alem dos seus ideais...

[8] Comentário enviado por _simmons_ em 25/05/2004 - 12:27h

Parabéns pelo artigo Luiz, mas eu concordo com o Jefferson e o Anderson. Use Linux, não importa o sabor ! =)

Ultimamente um monte de gente tem falado que o Suse é a melhor opção para desktop , mas eu faço de tudo com o meu Slackware, assim como o Fábio faz de tudo com o Debian dele e como o Celso descobre os "mistérios" do Fedora.

É bem o que o Lordello falou: "Quem faz o Linux é o usuário"..

Abraços,

André Michi

[9] Comentário enviado por jose_maria em 25/05/2004 - 13:22h

Primeiramente, parabéns pelo artigo.
Hoje eu sei que é possível fazer praticamente tudo em praticamente qualquer distribuição.
Porém houveram aqueles tempestuosos dias em que eu iniciei a minha aventura com o Linux.
No inicio não foi fácil, eu tentei Conectiva e algumas outras distribuições, mas não consegui sair do canto. Eu cheguei a pensar que Linux era coisa de usuários avançado, hacker.
Tempos depois eu descobri a filosofia Software Livre. Fiquei fascinado com a quantidade e qualidade de programas livres que eu podia baixar (mesmo naquele outro SO que não é o Linux). Ai eu quis tentar linux denovo.
Dessa vez eu vi o Kurumin. Baixei, rapidinho os 200MB, e quemei um CD.
Sem saber eu estava usando o windows pela ultima vez em vários meses.
Coloquei o CD no drive e rebootei, pronto, era mágica.
Mergulhei ai profundamente no Linux, podia fazer tudo que eu fazia antes e muito mais, e sem ter que ficar reiniciando o pc o tempo todo.

Há várias distros, tenho certeza que todas são muito boas. Adoro toda a beleza do Software Livre, adoro sentir a liberdade pulsando em mim quando estou usando um sistema que esta fundado nos principios do software livre.

Acho o Kurumin uma boa distribuição para iniciantes, tenho tido e visto ótimos resultados com ela.

[10] Comentário enviado por agk em 25/05/2004 - 14:18h

Parabéns pelo artigo.
Mas realmente tenho que concordar com o _simmons_, quem faz o linux é o usuário, quanto mais ele se aprofunda na distro que está usando mais e melhor aquela distro é para ele. O mais importante é o usuário ter uma boa base de linux, conhecer a estrutura e o funcionamento padrão dos Unixes, a partir daí ele tem as portas abertas para se aperfeiçoar e personalizar a distro que quiser.

[11] Comentário enviado por lordello em 25/05/2004 - 14:49h

Muito obrigado pela citação dos amigos...

O artigo ficou ótimo, mas um pouco econômico :-P
Era bom ressaltar alguns aspéctos dos sistemas

-Dizer que Suse e Mandrake são baseados no RedHat não basta pra mim, na verdade eles são como o Conectiva Marumbi (1997), ele era baseado no RedHat, mas a muito tempo tem seu desenvolvimento completamente diferenciado, o único ponto em que ele não mudou foi o fato de ainda usar rpm como pacote de instalação. Isso vale para o Suse e Mandrake, que, na minha opinião, são as melhores distribuições para usuários leigos, pois são as únicas que possuem um painel de controle unificado, com todas as configuração na ponta do mouse.

-O Fedora é a melhor opção para quem já usou RedHat, atualizado e robusto com o novo Linux-2.6, ele está ainda melhor do que antes. Possui um painel de controle que facilita as mais comuns configurações, mas não ajuda em tudo.

-O Kurumin é realmente uma mão na roda, mas eu insisto em não chamá-la de distribuição e sim de LiveCD. Uma dsitribuição LiveCD não é de fácil atualização, é preciso a reinstalação de todo o sistema para isso. O grande foco é na divulgação do Linux, pela facilidade inicial de ser usada. Mas no meu ver, essa facilidade apenas se dá no suporte a hardware, aí é necessária uma explicação.

-Hardware, o grande vilão dos sistemas operacionais. Não sei se vocês sabem, mas os sistemas da M$ possuem uma lista de hardware compatível, isso mesmo, qualquer hardware fora daquela lista, segundo o produtor do SO, é incompatível com o sistema. Mas como pode? Você questiona. Simples, o fabricante, sem aval da empresa M$ cria um driver que faz o hardware funcionar no sistema ospedeiro. Sem o aval porque? Simplesmente porque a emrpesa que cria o hardware precisa pagar uma grana preta para que a M$ diga para todo o mundo que o hardware é compatível :-), então eles simplesmente ignoram essa aprovação e economizam $$. Bom, poucos são os hardwares suportados pelos sistemas da M$ oficialmente, pois a grande maioria, diria 99%, vem de drivers fornecidos pelo fabricante, ou seja "A M$ NÃO FAZ NADA!", apenas o SO e muito porcamente diga-se de passagem. Quando você compra um hardware é de sua responsabilidade saber se ele vai ser compatível com o sistema que usa. Onde entra o Linux nesse caso? Bom, se você compra um softmodem que não tem suporte no Linux, então a culpa é sua, não adianta queimar o CD do Linux em praça pública, isso não vai adiantar. O que você tem que fazer é não comprar mais um hardware desse fabricante e dizer a todos que conhece que ele é uma merda. No Linux o suporte a hardware é o contrário da M$, a grande maioria dos drivers são feito pelos próprios desenvolvedora do Linux e contribuintes e não pelos fabricantes. Os drivers feitos pelos fabricantes sempre possuem um suporte fraco, tirando dessa lista a nvida e ati :-). Isso é feito de várias maneiras, como engenharia reversa e ás vezes com o fornecimento de informações do fabricante. Isso leva tempo e algumas vezes não se obtém um bom resultado.
O que isso tem a ver com o kurumin? Aí entra outra questão...

-Software livre e Patentes. A grande maioria das distribuições se recusam a usar drivers e programas com petentes e restrições, é o que está acontecendo com a XFree86, que mudou usa licença a pouco tempo. Alguns drivers podem ser distribuídos, contanto que com o conhecimento do fabricante, mas os que não podem ser feitos dessa forma, tem sua instalação automatizada, "como se o próprio usuário baixasse e instalasse o software". É isso que o Morimoto (criador do Kurumin) fez, abriu mão das conceitos software livre e introduziu muitas partes não livres em seu sistema. A Lucent recentemente ferrou toda a comunidade Linux, criando um modem v92, mas sem fornecer o driver e nem informação. Para quem usava esse modem e achava ele o mais compatível com o Linux, agora está descepcionado.

No final das contas não podemos esquecer de uma coisa, Linux é sistema feito baseado em *NIX, que rodam originalmente em servidores, não em desktops, por tanto os desenvolvedores precisam fazer das tripas coração para tornar o sistema mais "amigável". No meu ver o Linux já é amigável a muitos anos, desde o meu Conectiva Marumbi, nunca tive problemas com ele, comprei um livro chamado "Usando Linux" escrito por Bill Ball, da editra Campus. Tudo o que precisava fazer já estva escrito no livro, gravar CD, configurar placa de som, scanner, captura de imagens, configuração em geral etc... O grande problema aqui é que os usuários estão instalando Slackware, crentes que estão abafando, mas não buscam ajuda da forma correta e ficam lotando as faqs de perguntas fáceis. Porque esse usuário não comprou um livro? Porque ele não procurou um grupo de usuários já experientes na distribuição escolhida? Porque ele antes não se informou quais as complicações de hardware que enfrentaria? São essas as perguntas que temos que fazer e não "qual a melhor distribuição".
Desculpa o texto longo; e qualquer erro de português, foi culpa do teclado :-)
Falow!

[12] Comentário enviado por plugada em 26/05/2004 - 01:36h

Olá,Amigos.

Em Questão de linux, todos são bons, à apenas as diferenças de caracteristica própria de uma distribuição para outra, o que a torna uma mais fácil, uma mais simples, uma mais dificil, e são as essas caracteristicas que o úsuario deve levar em conta ao escolher sua distribuição e ir mudando de acordo com seu conhecimento.
Obs: Ótimo artigo, sempre me perguntam isso.

Tchau!!

[13] Comentário enviado por caduardo em 26/05/2004 - 12:54h

Se está com dúvida em qual usar, porque uma tem uma instalação "mais fácil" a outra é mais complicada, uma tem isso, a outra por padrão não tem.. e por ai vai. O GNU/Linux tá ai e vc pode deixar ele do jeito que vc quiser, fica a gosto do freguês. Vc pode tirar aquele pacote que é padrão dele e colocar o que vc acha melhor. Você tem liberdade! Lembra!? Eu particulamente para tirar minhas dúvidas já instalei e usei todas. E claro hoje tenho uma padrão que uso tanto em casa, como no serviço.

[14] Comentário enviado por tiago_herrmann em 26/05/2004 - 15:24h

A minha opinião é que distribuição boa é aquela que você usa. Usei praticamente todas as distros mais famosas, porém aquela com a qual me adequei mais foi Slackware. Recomendei Slackware para várias pessoas que não sabiam muitas coisas sobre informática e se deram muito bem. Apenas as mandei ler o que a instalação dizia antes de apertar o "ok" e ninguém teve problemas.
Porém o que eu sempre digo é o seguinte: Testem mandrake, redhat e até conectiva, e depois escolham a que lhe foi mais útil. Para mim facilidade é um fator que diz muito mais respeito ao usuário do que à distribuição. Eu me bato muito mais para configurar uma placa de rede num mandrake entrando em vários menus do que num Slackware editando o rc.modules.
Se o ideal do software livre é liberdade, acho que o usuário deve ser livre para testar e escolher a ditribuiçao que melhor se adapta também.
Esta é minha opinião pessoal, claro!
Até..


[15] Comentário enviado por emeah em 28/05/2004 - 13:11h

Percebe-se que a questao nao eh qual Linux usar, e sim, quem vai usar. Ja apanhei do Slack, do Debian(sempre faltou alguma coisa a ser configurada)...Ja brinquei com Red Hat( e seus derivados), Kalango, Kurumim...O importante eh que, qualquer distribuicao que usemos, sempre teremos solucoes para os problemas que surgirem...Nao eh preciso mais ser pirata hoje em dia. Daqui a uns dias a M$ estara batendo a porta de alguns usuarios domesticos para cobrar as licencas...
[]´s aos colegas

[16] Comentário enviado por Nick em 17/06/2004 - 21:27h

Ah, pessoal! Eu gosto é de sair dia de domingo...passear com minha mulher...meu cachorro...assistir o Gugu...depois dar uma boa transada...mais tarde hackiar um pokinho...ahhh é sobre as distros....eu uso debian já vai fazer 2 anos....usei slack , mas pra mim é muito selvagem, red hat sem graça, conectiva até que é bom....agora...sou mais o debian mesmo! o apt get adinata mó lado!
Sobre o kurumin. ele é a melhor alternativa para desktops, combinando kurumin com internet banda larga, vc num precisa mais de nada...se o problema for pacotes....instala o alien...daí ele vira todos em um......e blá blá blá...

[17] Comentário enviado por deoclides em 05/07/2004 - 15:18h

Alo pessoal sou usuario novo do linux migrei do win 2000 server, ja usei varias distro, redhat,conectiva,fedora, slackware não avancei muito, agora ach complicado ficar estalando varias distro ateh porque toma muito tempo o momento tenho o conectiva instalado vou voltar ao fedora, pois tenho um amigo de muitos anos de Linux, que o usa e acho uma boa referencia,, ate mais...

[18] Comentário enviado por bfreire em 05/08/2004 - 10:25h

Pessoal,
eu acho que quem faz o linux é o usuário mesmo! Atualmente estou usando o Conectiva 10 (linux 2.6) e para o que necessito está indo muito bem.
Sobre outro comentário feito a respeito dos drivers, não entendo como ainda existem fabricantes que não desenvolvem driver para o linux. Será que eles não percebem a revolução? Comprei uma impressora lexmark recentemente, antes de migrar para o ambiente linux. Fiquei indiguinado em saber que para aquela impressora multifuncional não existia driver!!
Farei como o lordello diz em seu comentário (meio que artigo) acima : Se me perguntarem, agora eu respondo: Lexmark não presta.

Olá LINUX e bye bye M$!!!!
Window$ nunca mais.

[19] Comentário enviado por jorg3 em 20/10/2004 - 22:07h

Galera,
Eu acho que para se definir qual distro usar o usuario querendo ou não tem de experimentar varias distros. Através destas passagens é que ele precebera qual faz o seu estilo. Por experiencia própria, usei três distros antes de escolher aminha preferida, e hj não a troco por nada ...
Até mais .....

[20] Comentário enviado por silvioreis em 11/11/2004 - 12:57h

Oi Luiz,

Nessa questão das distribuições eu acredito que é importante o iniciante começar logo com o Linux, qualquer um. Para evitar a decepção logo no inicio eu recomendo o kurumin, rodando do cd mesmo. E com ele o usuário começa a fazer o que ele precisa fazer como Se for para testar hardware antes de instalar o windows e por ai vai. Depos ele parte para alguma distribuicao especial se for necessario.

[21] Comentário enviado por marciodev em 23/11/2004 - 16:23h

Muito Bom esse artigo sobre distribuções LINUX!!!!, já instalei o Fedora Core 2, Red Hat 9 e agora estou usando o Conectiva 10 ... mas o que vale mesmo é se livrar do ruWindows (M$icrosoft) ... e saber que a escolha depende da sua necessidade pois cada situação requer configuração, performance, segurança e estabilidade de forma diferente e com prioridades diferentes ... logo ... saiba bem o que quer fazer e terá a distribuição ideal instalada em seu micro, e antes de tudo livresse da M$ICROSOFT.
Um Abraço a todos da comunidade LINUX.

[22] Comentário enviado por removido em 30/12/2004 - 10:34h

Fala Pessoal,

Boa a discussão pois cada um pode colocar seus objetivos e falar sobre a distribuição melhor lhe atendeu. Já tentei várias, Conectiva, Slackware, Red Hat, Kurumim e Mandrake. Não gostei do Red Hat, tive problemas para instalação de hardware e as ferramentas para configurações não me agradaram. O Slackware só me fez perder tempo, eu queria um estação de trabalho para usar em casa, me conectar na internet, usar impressora, instalar aplicativos e tudo isso é muito complicado para quem não conhece o slack. Sem falar que é bem diferente de outras distros. O Conectiva é bem legal, usei um bom tempo na faculdade para desenvolver programas em C. Fácil de instalar, tem boas ferramentas para configuração etc. O Kurrumin é um excelente quebra-galho. Em 3 minutos vc tem um Linux rodando na máquina, a internet banda larga funcionando, todos os discos montados, Zip driver funcionando, impressora. Só não veio o GCC (compilador C) na distro padrão que roda no CD =(. Para mim o melhor foi o Mandrake, consegui instalar todos os meus hardwares e confirgurar tudo ou na instalação ou em ferramentas de configuração. Consegui compartilhar internet banda larga com outros computadores, compartilhar impressora, ver DVD, gravar CD etc .... Sem falar que os aplicativos que vem são mais do que suficientes, ótimos. Recomendo para pessoas que estão loucas para largar a M$, mas acham que o Linux não terá tudo que ela tem no Rwin. Com o mandrake vi que é possível usar apenas Linux na máquina.

Obrigado, FLPCOSTA.

[23] Comentário enviado por evertoncyn em 20/11/2005 - 01:17h

Parabens pelo artigo...
Pessoal qro programar em kylix..... o kurumi é bom pra isso..
desculpem, pela ignorancia.. começei a instalar o linux hj... entao nasci pro linux hj na verdade rss

[24] Comentário enviado por rebinat em 22/11/2005 - 09:58h

seja bem vindo evertoncyn

[25] Comentário enviado por igorwc em 28/11/2005 - 18:01h

Ótimo artigo. Eu queria saber uma coisa, de repente vc pode até fazer um artigo sobre isso. Eu baixei o Fedora 4 tanto em DVD como nos 4 cds. E deu mesmo problema. Na VMWare ele roda que é uma beleza. Mas quando tento instalar na minha máquina ele dá um Kernel Panic. Será que é por causa da placa de vídeo. O mais intrigante é que o Ubuntu funciona belezinha.

[26] Comentário enviado por nilsonn em 24/04/2006 - 18:40h

Olá pessoal, estou començado agora em LINUX e gostaria de saber qual linux instalar para fazer um servidor de internet?

Nilson

[27] Comentário enviado por nilvando em 29/06/2006 - 20:15h

Realmente concordo com a opinão de todos sobre o artigo, ele ajuda a nos ter uma certa ajuda sobre "onde estou e para onde irei", mas na verdade e infelizmente ha tantas distribuições, que seria necessário horas e horas para definir o perfeito as nossas necessidades, um exemplo é a seguinte duvida como exemplo: "Tenho um micro com 16 megas de memória e um hd com 400 MB, e quero instalar um linux? Qual?, ele serve para redes e conecta internet ", bem muitas destas perguntas acabam sem uma resposta sinceras, e é lógico que a respostas iriam vir a tona quer saber!!! , então veja:
"Use o DSL, use o Dizinha use beltrano, use ciclano." ou ainda tem aqueles adoradores de bootCD's, use o feltrano que roda direto no CD.
Bom isto não é um desabafo, é simplesmente um fato.
Quer saber o que estou dizendo e que tem algo a ver com a matéria, é so fazer uma pesquisa em qualquer site de busca, como iniciante é claro!, por exemplo " LINUX ", então perceberá o que estou dizendo.
Finalizando realmente a matéria é muito boa, e devemos ter este tipo de iniciativa, que é a comunicação a nosso favor.

[28] Comentário enviado por nilvando em 29/06/2006 - 20:29h

Realmente concordo com a opinão de todos sobre o artigo, ele ajuda a nos ter uma certa ajuda sobre "onde estou e para onde irei", mas na verdade e infelizmente ha tantas distribuições, que seria necessário horas e horas para definir o perfeito as nossas necessidades, um exemplo é a seguinte duvida como exemplo: "Tenho um micro com 16 megas de memória e um hd com 400 MB, e quero instalar um linux? Qual?, ele serve para redes e conecta internet ", bem muitas destas perguntas acabam sem uma resposta sinceras, e é lógico que a respostas iriam vir a tona quer saber!!! , então veja:
"Use o DSL, use o Dizinha use beltrano, use ciclano." ou ainda tem aqueles adoradores de bootCD's, use o feltrano que roda direto no CD.
Bom isto não é um desabafo, é simplesmente um fato.
Quer saber o que estou dizendo e que tem algo a ver com a matéria, é so fazer uma pesquisa em qualquer site de busca, como iniciante é claro!, por exemplo " LINUX ", então perceberá o que estou dizendo.
Finalizando, realmente a matéria é muito boa, e devemos ter este tipo de iniciativa, que é a comunicação a nosso favor.
Só para a concepção de todos, nunca devemos esquecer que existem pessoas no mundo que utilizam um micro 486 DX2 100 (ou menor), e que utilizam um modem de no máximo 33.600 Kbps(Lembram-se!), e agora pelo amor de DEUS!!!, senhores desenvolvedores é justo
criar distros enormes( em torno de 600 Mb), alias se me responderem que existe distro menores, que tenha uma interface gráfica leve e que infelizmente não mantem as configurações salvas, faça me o favor!!!!.

Aproveitando o encejo tem alguma distribuição em português com as seguintes características:

somente UMA interface gráfica leve, para 32MB de memoria e 2GB de HD, que pode-se conectar em rede e internet?

[29] Comentário enviado por r_kamimura em 14/04/2007 - 14:05h

Senhores/Senhoras... Parabens pelas colocações, mas...
Quero ir pro LINUX...
Mas, quero uma indicação, sem rodeios...
O quero? É só para substituir aquele SO por LINUX e só continuar a ter os mesmos benefícios daquele pacote (MSOffice ...dos Editores de Texto (word), Planilhas (excel), Power Point, MSN, etc no LINUX)...
Preciso continuar a ter os mesmos contatos com algo semelhante ao MSN no LINUX, pois é o que realmente mais é utilizado, preciso contatar com meus filhos noutros países... e além disto, preciso continuar as pesquisas num Navegador Linux...

[30] Comentário enviado por khyron em 18/09/2008 - 15:00h

Melhor Linux Desktop para Iniciantes
http://www.software.linuxfx.org/
Este linux e desenvolvido aqui em São Paulo entre no site e baixe a iso, você pode tanto Usar o Live CD como instalar ele no equipamento.
Tambem sou iniciante em linux e o que eu puder ajudar to ai e também precisarei de vcs.
Boa sorte!

[31] Comentário enviado por doradu em 29/01/2010 - 09:42h

Gostei da sinceridade:

"Slackware... nunca usei."

[32] Comentário enviado por GodsHeir em 11/02/2010 - 15:27h

Presados amigos:

Eu pouca expêriencia em LINUX, e gostaria de saber...
ADORO jogar no PC, o maior problema é encontrar um LINUX que rode boa parte dos jogos e aplicativos do WIN XP, gostaria de saber qual devo instalar, meu USO em em CASA e uso pra todos os fins, pra tudo, porem o que mais quero é desempenho em aplicativos 3D e JOGOS.

meu E-Mail: verdeval.neto@gmail.com

Obrigado a TODOS:
Att: Verdeval dos Santos.

[33] Comentário enviado por D10 em 26/06/2010 - 16:56h

Bem Legal msm td mundo que ta começando pesquisa isso msm até eu jah procurei essas coisas... Bom mano tbm sou novo bem novo msm no LINUX ainda toh tentando Deixar de vez o Ruindows mais ainda num posso pois trabalho com Design e presico do CorelDraw mais toh aprendendo a mecher no Linux toh Usando o Ubuntu 9.4 e jah tentei o Kurumim por sinal foi o Primeiro mais naum obtive muito Sucesso referente aos Drives ficou faltando o de Som (principalmente) e o de Rede Wireless.. ai testei o Ubuntu e funfou certinho até a placa da Nvidia funfou mais queria umas dicas sobre LINUX se poderem me ajudar agradesço...Sobre o Topico bem interessante jah tah nos favoritos...

[34] Comentário enviado por tecwarlock em 02/12/2010 - 11:24h

parabens pelo artigo, admiro muito a ideia de todos, e estou a um mês usando o UBUNTU, e to achando muito bom pra um iniciante como eu, ele esta sendo uma verdadeira escola LINUX, e estou gostando muito do mundo LINUX e sou novo neste SITE, e muito obrigado a todos pelo esclarecimento...


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts