Programação (I) - Planejamento e Otimização

Este é o primeiro de uma série de artigos sobre programação. Não se trata de um manual e nem de conhecimento sobre uma linguagem específica. São tópicos que podem contribuir para uma melhor qualidade dos programas, de uma forma geral. Espero que a série venha a ajudar de alguma forma, em especial aos novatos na área.

[ Hits: 26.505 ]

Por: Edvaldo Silva de Almeida Júnior em 11/04/2008 | Blog: http://emeraldframework.net


A importância do planejamento



Dizem por aí que "uma imagem vale por mil palavras". Torcendo um pouco o ditado, devo dizer "um minuto de planejamento vale por mil minutos de dor de cabeça na hora da manutenção".

O que significa planejar na área de programação?

Em primeiro lugar, significa romper com uma tradição terrível mantida por um grande número de programadores, que é fazer tudo diante do computador, na frente do teclado.

Esse método pode ser um bom exercício para os dedos, mas não é nada eficiente em termos de produto final.

Construir um programa de computador é como levantar um edifício. Não se começa juntando tijolos e argamassa, mas sim fazendo plantas e planos.

Apresento aqui algumas dicas que podem ajudar no seu planejamento.

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. O porquê desta série de artigos
   2. A importância do planejamento
   3. Saiba onde quer chegar
   4. Faça uma especificação do seu programa
   5. Planeje seu programa pensando em várias coisas
   6. Pesquise sempre a melhor forma de fazer
Outros artigos deste autor

KDE em um PC "primitivo"

Programação (II) - Modularização

Como a Tecnologia pode ajudar a Democracia?

Livre não precisa ser gratuito

Sobre a aceitação do Software Livre no mercado

Leitura recomendada

Daemons com shell script

ArchLinux, uma distro de expressão aqui no VOL

Pós-instalação do Fedora 13 (F13) no Acer Aspire One (AA1)

Usando G4U, ProFTP e DHCP para clonar partições pela rede

O poder do SSH

  
Comentários
[1] Comentário enviado por eversonamancio em 11/04/2008 - 10:36h

Edvaldo,

Seu artigo está ótimo.

Pretendo ingressar nessa área, e essas informações me foram preciosas.

[2] Comentário enviado por kabalido em 11/04/2008 - 11:20h

Muito bom cara. Parabéns;

[3] Comentário enviado por foguinho.peruca em 11/04/2008 - 14:24h

Olá!

Mto bom artigo. aborda aspectos importantissimos na área de engª de sw...

[4] Comentário enviado por ssdeassis em 11/04/2008 - 17:05h

muito bom artigo, vou ler todos os outros da continuação

[5] Comentário enviado por elionw3 em 11/04/2008 - 17:58h

Otimo, em 15 minutos de leitura conseguiste resumir o q os professores tentam nos ensinar por 5 anos na facul, heehauhuh

principalmente em "Engenharia de Software", o problema é q pelo fato de ser uma materia muito teorica o pessoal não da credito, e depois acaba "se quebrando" pra consertar os furos, q poderiam ser evitados no Planejamento :)

Cumprimentos,
e...
quando sai "Programacao (II)" ?

[]'s

[6] Comentário enviado por raci0nal em 14/04/2008 - 00:28h

Muito bom o artigo e aliás muito bem estruturado.
Só queria deixar registrado, que por causa de vários problemas citados no artigo é que surgiram outras metodologias de desenvolvimento, como XP e SCRUM por exemplo, conhecidas como metodologias ágeis.
Um contato direto com o cliente, mostrando os resultados gradativos, torna a resolução de problemas muito mais rápida e menos "dolorosa".
Como no primeiro caso que você citou, onde após 2 meses apresentaram o projeto e estava tudo errado, se na primeira semana fosse apresentado algum material para o cliente, este poderia detectar diferenças de pensamento no ato, poupando muito tempo (e tempo = dinheiro).
O modelo abordado no artigo, que é conhecido como waterfall (em cascata) tem suas vantagens, mas fazer todo o planejamento antes de iniciar com a mão na massa também acarreta vários problemas, afinal quase todos (para não dizer todos) os projetos estão sujeitos a mudança de escopo no decorrer da implementação ou em um tempo muito curto após ela.

Bom, finalizando gostaria de salientar que não é uma crítica, apenas queria mostrar que existem outras possibilidades nas metodologias de desenvolvimento.

Abraços,

Marcos Antonio Campos Jordão''

[7] Comentário enviado por agk em 14/04/2008 - 16:41h

Muito bom, gostei das explicações, parabéns pelo artigo.

Meu byte de contribuição: no teu shell script pode utilizar o time, fica mais fácil para saber os tempos de execução de cada script.

man time

[ ]'s.

[8] Comentário enviado por EdDeAlmeida em 15/04/2008 - 14:33h

Obrigado pelos comentários! Programação II sai em breve, estou dando meus últimos retoques. Valeu pela dica, agk. Eu já usei o time, mas não sei porque resolvi usar esse método do script. Com certeza o time é mais eficiente.

[9] Comentário enviado por marcio_paim em 14/02/2012 - 20:49h

Muito bom! Acho que a maioria do pessoal que está começando não nota a importância das dicas por que ainda não se deparou com o desenvolvimento de um software cujo tamanho mostre que elas são realmente úteis.

[10] Comentário enviado por MrCrawl3r em 02/05/2016 - 20:26h

Excelente!

Parabéns pelo artigo que já tem um bom tempo e mesmo assim continua ajudando iniciantes como eu rs.

--------------------------------------------------
Att,
Mr Crawler.

O mundo depende dos computadores. Tenha total domínio sobre os computadores e domine o mundo!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts