PEP 8 - Guia de estilo para código Python

Este artigo é uma tradução/adaptação da PEP 8 - Style Guide for Python Code, de Guido van Rossum e Barry Warsaw, que mostra as convenções para escrever código Python.

[ Hits: 58.174 ]

Por: Artur Gaspar em 20/04/2010


PEP 20 - The Zen of Python - de Tim Peters



Bonito é melhor que feio.
Explícito é melhor que implícito.
Simples é melhor que complexo.
Complexo é melhor que complicado.
Plano é melhor que aninhado.
Esparso é melhor que denso.
Legibilidade conta.
Casos especiais não são especiais o bastante para quebrar as regras.
Embora a praticidade bata a pureza.
Erros nunca deve passar silenciados.
A menos que explicitamente silenciados.
Diante da ambiguidade, recuse a tentação de adivinhar.
Deve haver um-- e preferencialmente só um --modo óbvio para fazê-lo.
Embora esse caminho não pode ser óbvio a menos que você seja holandês.
Agora é melhor do que nunca.
Embora nunca é muitas vezes melhor do que *agora*.
Se a implementação é difícil de explicar, é uma má ideia.
Se a implementação é fácil de explicar, pode ser uma boa ideia.
Espaços de nomes são uma grande ideia - vamos fazer mais desses!

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Tamanho da linha e linhas em branco
   3. Codificação e importações
   4. Espaços em branco
   5. Comentários e docstrings
   6. Escrituração de versão e convenções de nomenclatura
   7. Recomendações de programação
   8. PEP 20 - The Zen of Python - de Tim Peters
Outros artigos deste autor

Instalando e configurando o VirtualBox

Leitura recomendada

Port Scanner com Python

Construindo um portscanner TCP com Python

Programe em Python no jogo Minecraft com seu filho ou sozinho

Clicador automático de Tinder com Python

Python Flask Básico

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 20/04/2010 - 12:00h

Muito bom.


Contribuir com comentário