Otimizando a bateria em sistemas Android 2.2/2.3

Se você já usou um celular ou tablet com Android, já deve saber da dificuldade que se tem quanto a bateria. Nesse artigo vou apresentar alguns aplicativos que podem otimizar a bateria e melhorar a sua experiência com esse maravilhoso mundo.

[ Hits: 15.491 ]

Por: Cristiano Costa em 17/10/2011


Introdução, Advanced Task Killer e JuiceDefender



Nesse artigo, espera-se que o usuário tenha conhecimento sobre:
  • Uso de widgets;
  • Download de aplicativos pelo nome através do Android Market.

Advanced Task Killer

O Advanced Task Killer é um aplicativo que tem a finalidade de encerrar eventuais aplicativos que estão rodando em plano de fundo e não são desejados.

Instalação:
  • Efetue o download do aplicativo "Advanced Task Killer" através do Android Market;
  • Inclua o widget do aplicativo em alguma das áreas de trabalho.

Linux: Otimizando a bateria em sistemas Android 2.2/2.3
Configuração:
  • Através do menu, acesse o aplicativo do Advanced Task Killer;
  • Busque pelos aplicativos que não deseja que o Auto Task Killer encerre, como Messenger, Skype etc;
  • Em cada um deles, toque e segure, e toque em "Ignore", para adicioná-lo à lista dos ignorados.

Linux: Otimizando a bateria em sistemas Android 2.2/2.3

JuiceDefender

Esse aplicativo tem finalidade de reduzir o uso da rede e adaptar o sistema para um modo de economia de energia.

Instalação:
  • Efetue o download do aplicativo "JuiceDefender" através do Android Market;
  • Inclua o widget 1x1 do aplicativo em alguma área de trabalho.

Linux: Otimizando a bateria em sistemas Android 2.2/2.3
Configuração:
  • Acesse a aplicação JuiceDefender através do menu;
  • Mude para a aba Status;
  • Altere para "enabled".

Lembrando que o número que aparece no widget do JuiceDefender é uma estimativa do quanto a bateria está sendo poupada. Ex.: 1.4x, indica que a bateria está durando 1.4 vezes mais.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução, Advanced Task Killer e JuiceDefender
   2. 3G Auto OnOff e configurações extra
Outros artigos deste autor

Internet Explorer no Linux 100% funcional

Leitura recomendada

LTSP 5 no Ubuntu 8.04

Enlightenment DR17 - A evolução

Shared Config com Apache a la brasileira

Instalando Wireless USB Adapter D-Link DWL-G122 no Debian

NoBreak SMS e GNU/Linux (FC5) - Parte 1 - Fazendo o Nobreak funcionar

  
Comentários
[1] Comentário enviado por meinhardt_jgbr em 17/10/2011 - 16:53h

Cristiano,

Boa idéia alertar para os aplicativos de economia de bateria. Vou seguir pesquisando sobre as alternativas para BlackBerry, pois a baixa autonomia da bateria também é um problema grave, além da baixa de desempenho quando você esquece de "matar" algum aplicativo que esteja fora de uso e fica oculto.

[2] Comentário enviado por chipalinux em 18/10/2011 - 15:25h

ótima dica! parabéns! dicas sobre plataforma android linux sempre são bem-vindas!

[3] Comentário enviado por mslackv em 22/10/2011 - 00:43h

Olá, só uma ressalva, lembrem-se que o Android não é Windows e nem Windows Mobile, Android é baseado no Linux, sendo assim ele possui um excelente gerenciamento de memória. A memória existe para ser usada, se uma aplicação está na memoria consumindo-a, na hora que o vc abrir uma outra aplicação, o próprio SO se encarregará de retirar da memória o processo mais antigo (First-in-First-Out). Muita das vezes ocorre é o efeito contrario, ao invés de consumir menos bateria, acaba é consumindo mais, pois aquela aplicação que ele matou, precisará ser carregada novamente na memória na hora que vc precisar dela. A partir do android 2.2, esses task killer não funcionam a contento, pois o Android não permite mais que um processo seja morto por esses tipos de aplicações. Vale mais apenas desabilitar o acesso a rede por wifi ou 3g e desinstalar aplicações ruins que ficam consumindo cpu. Fonte:http://www.mestreandroid.com.br/task-killers-utilitarios-luxo-android/

[4] Comentário enviado por fmpfmp em 25/10/2011 - 17:12h

É como o colega acima comentou. Programas "gerenciadores de processos" no Android são inúteis e só servem apenas para aumentar o consumo de bateria. O sistema Android é bem agressivo ao exigir recursos dos programas. Se não houver memória livre disponível ele finaliza algum programa que não esteja em uso na memória sem perguntar. Se você precisar abrir o programa novamente ele é executado novamente, como se não estivesse na memória.

O que na prática esses gerenciadores fazem é matar de tempos em tempos processos que foram abertos. Acontece que estes programas voltam a abrir novamente com o passar do tempo, tornando o processo de matá-los completamente inútil.

[5] Comentário enviado por marcelohcm em 10/11/2011 - 10:25h

alguem ai sabe como configurar proxy em um tablet ibak 784? em configurações de wireless > avançado só tem configuração de ip fixo.......


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts