Montando RAID manual no Linux

Este artigo mostra como montar um RAID no Linux manualmente, iremos utilizar o fdisk, mkraid e o mount para colocar a Raid (espelhamento) para funcionar.

[ Hits: 116.439 ]

Por: Everton Godoi em 30/04/2007 | Blog: http://twitter.com/evertongodoi


Criando o disco RAID



Agora vamos editar o /etc/raidtab e criar um disco RAID dentro dele, é um txt normal que tem as informações necessárias para depois usarmos.

Início arquivo /etc/raidtab. Esses primeiros MD0 MD1 e MD2 já existiam, o MD3 é o nosso disco RAID adicionado.

raiddev                     /dev/md0
raid-level                  1
nr-raid-disks               2
chunk-size                  64k
persistent-superblock       1
nr-spare-disks              0
device                      /dev/hda2
raid-disk                   0
device                      /dev/hdc2
raid-disk                   1
raiddev                     /dev/md1
raid-level                  1
nr-raid-disks               2
chunk-size                  64k
persistent-superblock       1
nr-spare-disks              0
device                      /dev/hda1
raid-disk                   0
device                      /dev/hdc1
raid-disk                   1
raiddev                     /dev/md2
raid-level                  1
nr-raid-disks               2
chunk-size                  64k
persistent-superblock       1
nr-spare-disks              0
device                      /dev/hda3
raid-disk                   0
device                      /dev/hdc3
raid-disk                   1

Acima já existiam os DISCOS RAIDS, abaixo eu digitei o seguinte:

raiddev             /dev/md3 
# um nome qualquer para o posicionamento, no meu 
# caso MD3 para seguir a seqüência
raid-level                 1 
# tipo de raid, em nosso caso RAID 1 Espelhamento
nr-raid-disks              2 
# número de partições ou HDs que compõe o meu disco RAID MD3
chunk-size                 64k  # número de bytes no striping
persistent-superblock      1 
# opção para armazenar um superbloco em todos os discos de 
# nosso MD3, atenção muito importante isso
nr-spare-disks             0 # quantidade de discos que podem ser 
# colocados para se caso um dos discos principais de
# nosso MD3 pare um terceiro disco pode entrar em produção
device          /dev/hda4 # nestas linhas definimos quem vão ser 
# discos e partições que irão compor o nosso MD3
raid-disk                  0
device                     /dev/hdc4
raid-disk                  1

Alterado o arquivo, agora vamos criar "fisicamente" o MD3, pois só referenciamos ele dentro do arquivo raidtab. Na verdade mostramos para o RAID quem vai participar desse MD3, mas não criamos ele ainda.

O comando é muito simples:

# mkraid /dev/md3

Automaticamente ele pega os dados dentro do raidtab e começa a construir nosso md3.

Aqui podemos ver os discos sendo sincronizados após o comando "mkraid /dev/md3".

# cat /proc/mdstat
Personalities : [raid1]
read_ahead 1024 sectors
md3 : active raid1 hdc4[1] hda4[0]
30720192 blocks [2/2] [UU]
[======>..............]  resync = 30.7% (18883328/61440384) 
finish=380.8min speed=1860K/sec
md2 : active raid1 hda3[0] hdc3[1]
524096 blocks [2/2] [UU]

md0 : active raid1 hda2[0] hdc2[1]
15359808 blocks [2/2] [UU]

md1 : active raid1 hda1[0] hdc1[1]
2048128 blocks [2/2] [UU]

unused devices: <none>

Página anterior     Próxima página

Páginas do artigo
   1. Adicionando e particionando os discos no servidor
   2. Criando o disco RAID
   3. Formatando e montando a RAID
   4. Monitorando o funcionamento e a sincronização da RAID
Outros artigos deste autor

Proxy transparente com Squid 2.6 e FWBuilder

Detecção de intrusos (IDS), conceitos e implantação do SNORT

SQUID e as autenticações em NTLM e RADIUS

Instalação do Apache, MySQL e PHP

Ligando e abrindo somente uma aplicação no Linux

Leitura recomendada

Access Point com cartão Atheros em Slackware 12.0

Configurando a PixelView PlayTV STBVD Hybrid no Ubuntu 11.04

Linux acessando storage iSCSI

Criando um serviço de monitoramento de vídeo e detector de presença com sua WebCam no Linux

Configurando webcam com o driver Spca5xx

  
Comentários
[1] Comentário enviado por danpos em 30/04/2007 - 21:46h

Muito bom o artigo, está bem prático!

Eu comecei a escrever duas questões sobre o tutorial as quais não estavam claras a priori, mas que após uma releitura foram esclarecidas; porém, me ocorre agora o seguinte: por que não fazer RAID 0 e então ter o dobro do espaço disponível para a tua nova partição, ao invés da 'metade' (já que fez RAID 1)?

Grato por dividir os teus conhecimentos com a comunidade,

Att,

Danpos.

[2] Comentário enviado por malanga em 01/05/2007 - 15:48h

danpos....

acredito q o nosso amigo everton quer ter algun tipo de redundancia ou seja... se um HD que faz parte de um volume raid parar aquele volume nao para de funcionar e assim o sistema continua....

a ideia de raid 0 é para se ter um unico volume somado de dois hds ou mais... mas sem redundancia, se um hd parar o volume raid 0 para.... pois para o sistema ele enxerga um conjunto de raids como se fosse um unico disco....

acho que é isso... para sistema mais interessante podemos fazer RAID 10 ou seja Raid 0 sobre varios Raids 1....

abracos.

[3] Comentário enviado por aprendiz_ce em 01/05/2007 - 19:35h

Me tira um dúvida. Em um RAID 1 como é que se recupera os dados em caso de um pau? Tanto no HD PRIMARIO(master) como SECUNDARIO(slave).

Parabéns pelo artigo, obrigado pela atenção e aguardo retorno.

[4] Comentário enviado por malanga em 01/05/2007 - 20:24h

mardonio, se eu entendi, se para um ou outro HD é isso??? ou se parar os 2 hds???

se parar um ou outro HD(nunca os 2 de uma vez) na verdade vc nao recupera, os dados ja estao la, ou seja se o hd 1 parou ou deu crach o teu sistema continua... o hd2 ta blz.... independente se é primario ou slave. O qu vc tem q fazer é quando um HD ferrar, vc consiga identifar o disco e remover trocando por outro bom... assim q isso foi feito vc tem que:

particionar ele conforme o quente esta particionado e remontar a raid pelo raidhottadd.....

falow

[5] Comentário enviado por aprendiz_ce em 01/05/2007 - 21:13h

Beleza, era isso mesmo que eu queria saber!

Sendo assim o SISTEMA OPERACIONAL fica nos dois HDs, é isso? Eu pensava que o SO ficasse só no PRIMARIO, daí caso o PRIMARIO desse PAU, eu teria que reinstalar o SO em um HD NOVO com o mesmo estadando no LUGAR do que deu PAU. E se fosse o SLAVE, eu só teria que troca-lo por um HD NOVO particionado igual ao que estava antes no lugar.

Obrigado pela sua pronta atenção e um forte abraço fraterno.

[6] Comentário enviado por malanga em 01/05/2007 - 21:40h

é isso ai...

na gravacao o SO manda informacao para se gravar nos dois hds... na verdade ele nao ta nem ai pra saber quem vai gravar primeiro ele quer saber so do volume logico q ele tem.... uma dica é a seguinte...
quando for fazer raid via software (que é o artigo) tente nao deixar em uma unica controladora do tipo HD primario e HD slave, seria legar ficar um hd em cada controladora para um sistema pequeno com 2 discos....

abraco

[7] Comentário enviado por aprendiz_ce em 02/05/2007 - 10:02h

Entendido!

Essa observação que você me passou, em ter os dois HDs, um em cada CONTROLADORA... Me surpreendeu novamente! (rsrs) Pois eu não sabia que isso era possível. Sempre achei que teria que ser um como MASTER e o ou com SLAVE e ambos na mesma controladora.
Nunca fiz RAID algum (RAID 0, RAID 1...), sempre lí artigo sobre o assunto sei exatamente o que a "coisa", mas tinha essas pequenas dúvidas sobre como recuperar os dados e como instalar o HARDWARE (HDs) corretamente, mas com as suas orientações, fico seguro para implementar o meu primeiro RAID 1 (por software) em um SERVIDOR DEBIAN ETCH que estarei preparando por esse dia.

Muitissímo obrigado pela sua pronta atenção e um forte abraço.


[8] Comentário enviado por aprendiz_ce em 18/05/2007 - 12:44h

malanga,

Me tira uma outra dúvida, por favor.

Quando a placa-mãe da máquina já possuir RAID POR HARDWARE é melhor utiliza-lo ou é melhor implementar por software mesmo com o LINUX?

Mais uma vez obrigado e aguardo retorno.

[9] Comentário enviado por evertongodoi em 04/06/2007 - 10:23h

mardonio, o seguinte cara sempre que voce puder implementar o RAID pro Hardware com certeza é muito melhor que por software, Ok.

[10] Comentário enviado por aprendiz_ce em 04/06/2007 - 11:39h

Entendido!

Fiz essa pergunta pelo fato de hoje a maioria das MAIN-BOARDS virem com RAID agragado a elas. OK?

E como fica o processo de recuperação de dados no caso do RAID por HARDWARE?

Muitissimo obrigado mais uma vez e aguardo retorno.

[11] Comentário enviado por malanga em 04/06/2007 - 20:28h

cara o processo de recuperacao é automatico dependendo da server raid que estiver on-board na tua placa mae....

muistos sao automaticas ou seja pro linux ele aparece aparenas um disco logico que a tua RAID mostra... por traz desse disco logico vc tem 2 fisicos.. e sendo controlados pela raid onboard...

quando um disco falha normalmente ela mostra com ledes e tal, se nao, existem softwares q vc instala no windows ou no linux q recebem informacoes da server raid... ai é facil apareceu informacao de disco com problemas, substitua e veja se o processo de rebuild comeca automatico se nao comecar vc tem q startar na mao mesmo via bios ou via softaware instalado.....

é como o everton disse 1000 x uma server raid do que raid via software.... para o SO isso é transparente... pra ele o que vale mesmo nao é saber o q ta rolando por baixo e sim que ele tem um disco logico funcionando pra ele...

esperto ter ajudado.


[12] Comentário enviado por malanga em 04/06/2007 - 20:32h

so pra complementar....

mardonio...

RAID nao é backup ok...

backup é backup.... raid é raid... backup vc volta, raid vc sincroniza

flw..

[13] Comentário enviado por aprendiz_ce em 04/06/2007 - 22:30h

Valeu GRANDE malanga!!!

Agora quanto a diferença entre BACKUP e RAID isso eu não tenho dúvidas. OK?

Um forte abraço e mais uma vez obrigado pela sua pronta atenção.

[14] Comentário enviado por malanga em 05/06/2007 - 19:51h

estamos ai cara....

eu so fiz esse comentario do lance backup x raid pq tem gente que
acaba confundindo.... mas é isso ai...

raid é um lance muito legal...

abracos.

[15] Comentário enviado por evertongodoi em 06/06/2007 - 08:16h

É que tambem mardonio voce fez está pergunta acima:

E como fica o processo de recuperação de dados no caso do RAID por HARDWARE?

Acho que por isso o malanga te explicou a diferença entre o Raid e o Backup pois simplesmente no BACKUP vc consegueria como voce perguntou a cima recuperar seus dados, mas na RAID não, pois a raid não é um backup dos dados.

Valews

[16] Comentário enviado por valterrezendeeng em 25/10/2007 - 16:25h

Muito bom, valeu, consegui implementar.

[17] Comentário enviado por m4tri_x em 29/01/2008 - 18:55h

Galera, eu estou com uma duvida, mesmo depois de ler tudo, ainda nao entendi muito bem o seguinte....
Imaginamos o seguinte, tenhu 2 hds com 150gb cada um, mesmo modelo...

no hd1 eu vou instalar o fedora core 8
e quero fazer um raid entre o hd1 e o hd2 para que sejam sincronizados todas as informações que estiverem no hd1 com o hd2...
gostaria de saber se isso eh possivel, pois se parar 1 hd o sistema ainda continua funcionando, quero fazer esse raid1 por software...
isso eh possivel?
ou eu teria que criar as mesmas partições que estiver no hd1, no hd2 e depois ir fazendo um raid 1 por cada partição /etc /home /var


desculpe a ignorancia...

[18] Comentário enviado por malanga em 29/01/2008 - 21:42h

sim matrix 'e possivel...

esqueca as particoes, pense que vc vai ter espacos separados em cada HD tudo do mesmo tamanho... raid 'e isso espacos que sao sincronizados via software... vc cria particoes do TIPO raid em cima disso vc diz se 'e /boot se 'e /var e por ai vai...

se um hd para, o outro assume.... vc nao apaga um arquivo do HD1 ou HD2 vc simplesmete apaga algum arquivo, o raid se encarrega de manter as informacoes atualizadas e sincronizadas nos 2 hds... lembre-se que para gerar hds espelhos o interessante 'e fazer raid do espaco destinado ao boot, assim vc fica tranquilo.....

de resto 'e so seguir o artigo do vertao que vai dar tudo certo...

ps. nao se desculpe nao cara... ninguem sabe tudo... estamos aqui para todos aprenderem juntos... isso que importa....... hehe

[19] Comentário enviado por caio2710 em 20/01/2010 - 23:40h

Gostaria de saber se para realizar RAID0 o procedimento é o mesmo, modificando apenas o parâmetro raid-level para o valor 0.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts