Linux com Java 1.7 + JBoss 7

Recebi, a pouco tempo, a 'missão' de habilitar um Servidor com JBoss 7 no trabalho. E como bom analista que sou,
"missão dada é missão cumprida". Por isso, após um bom levantamento e disponibilizar o Servidor para produção,
resolvi compartilhar com vocês.

[ Hits: 43.540 ]

Por: Lucas Costa em 22/05/2012


Introdução



O que é JBoss?

Basicamente, JBoss é um Servidor de aplicação de código fonte aberto, baseado na plataforma JEE. É implementada completamente na linguagem de programação Java.

E, como é baseada em Java, JBoss pode ser usado em qualquer Sistema Operacional que suporte Java.

Entrando no assunto JBoss, não podemos deixar de falar no seu 'primo' mais próximo, o TomCat ... O Tomcat, basicamente, é a implementação de WebContainer do JBoss, criado pela fundação Apache, ele utiliza o modulo mod_jdk para 'carregar' aplicações desenvolvidas em Java.

O Tomcat tem como característica principal, a sua praticidade, porém, quando o assunto é performance, ele não chega próximo ao JBoss (alguns podem discordar da minha conclusão), mas no meu caso, pude ver isso claramente.

Não sou desenvolvedor e sim administrador, e uma coisa que percebi foi: ao criar uma aplicação para acessar um BD MySQL e utilizar o Tomcat, obrigatoriamente precisa ter os Drives ".jar" dentro da sua aplicação (.war), pois o Tomcat não os disponibiliza.

Nesse ponto o JBoss é igual, porém diferente .... (como ?)

Ele precisa do Driver MySQL para acessar um DB MySQL, porém, pode-se habilitar sua Data Source dentro do próprio JBoss, que ele irá carregar o Driver quando necessário com mais rapidez que o Tomcat.

Com isso, você não vai precisar ter em sua aplicação (.war) os Drivers ".jar", deixando este gerenciamento para o próprio JBoss.

- Links para programas que vamos utilizar:
- Informações adicionais:
Agora, devidamente apresentados, vamos colocar a mão na massa.

Lembrando que, para esta instalação, utilizei o CentOS 5.5 final.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Instalação
   3. Criando um Controle para o Servidor JBoss
   4. Configurações
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Funções Completas - Comunicação entre aplicações Android e FTP

GCJ – Conhecendo o compilador Java Livre

Introdução ao Mundo Java

Jmeter com qualidade e performance

Busca corporativa com Apache Solr - Motivação e conceitos

  
Comentários
[1] Comentário enviado por andrebsilva em 26/05/2012 - 17:21h

DICA #1 - Ao editar o arquivo profile, além do vim, pode-se usar o nano (sempre com sudo ou permissão de superusuário):

$ su
(inserir senha do super usuario solicitada)

# vim /etc/profile
ou
# nano /etc/profile
ou
$ sudo vim /etc/profile
ou
$ sudo nano /etc/profile

DICA #2 - Ao Adicionar o seguinte texto ao aquivo /etc/profile, tomar cuidado com o "export PATH JAVA_HOME" que estava sendo passado junto na segunda linha, dê ENTER para ele cair para terceira linha, igual ao texto abaixo:

JAVA_HOME=/usr/lib/jvm/jdk1.7
PATH=$JAVA_HOME/bin:$PATH
export PATH JAVA_HOME
CLASSPATH=$JAVA_HOME/lib/tools.jar
CLASSPATH=.:$CLASSPATH
export PATH JAVA_HOME CLASSPATH

-------
Há o mesmo erro no meu artigo (http://vivaolinux.com.br/artigo/Instalacao-e-Configuracao-do-JDK-7/?pagina=2). Enviei email ao pessoal do VoL, até agora não corrigiram. FIKDIK

=D

Ótimo artigo, sempre tive curiosidade de testar o JBOSS, mas jamais tive interesse nessa ferramenta pois, nem sempre está claro como instalá-la e botá-la para funcionar. VLEW... ABRAÇO..

[2] Comentário enviado por insidelinux em 05/06/2012 - 09:43h

OTIMO ARTIGO , GOSTEI MUITO PARABENS lpcost

[3] Comentário enviado por Carlos Domingues em 11/08/2015 - 15:46h


Quando inicializo o script, o java consome mais de 100% processador e não sobe as instancias do jboss


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts