Introdução ao framework Mentawai

Esse artigo apresenta o Mentawai, um framework Move View Control (MVC) que foi criado por brasileiros. O Mentawai não usa arquivos Extensible Markup Language (xml) para configurações e mapeamento, o que o torna mais simples. Introduz-se ao leitor alguns aspectos deste framework, para isto utiliza-se de um exemplo simples e ilustrativo de algumas facilidades que o Mentawai fornece.

[ Hits: 16.913 ]

Por: Rogério Tomassoni em 31/08/2009


Introdução



O Mentawai tem por objetivo reduzir o tempo de trabalho dos desenvolvedores e tornar prazeroso o desenvolvimento de aplicações web, pois usa código 100% Java. O propósito de se usar tal framework é aumentar a produtividade, diminuir a carga de trabalho e, consequentemente, minimizar o tempo gasto com o desenvolvimento.

Justificativas

Com o crescimento do desenvolvimento de aplicações web e a necessidade de otimizar o processo de desenvolvimento, onde o mercado exige dos programadores soluções com rapidez, eficiência e eficácia, sem perder a qualidade, fez-se necessário o uso de frameworks.

O Mentawai é um framework que foi desenvolvido a partir da insatisfação de um brasileiro com a falta de produtividade e a complexidade dos frameworks existentes. O tempo gasto para aprender e configurar os arquivos XML começou ultrapassar o tempo do desenvolvimento da solução do problema, logo, nasce o Mentawai para suprir tais necessidades.

Framework: definição

Um framework, segundo Guimarães (2000) Apud Johnson (1998), "é um conjunto de classes que incorpora um projeto abstrato para a solução de problemas relacionados". E ainda, Guimarães (2000) menciona que:

"Esta é uma das mais conhecidas definições de frameworks. Ele diz que um framework nada mais é que um conjunto de classes relacionadas, mas com características completamente diferentes de bibliotecas de classes. Estas são agrupamentos de classes isoladas, razoavelmente independentes entre si e que podem ser utilizadas individualmente. Já um framework incorpora um projeto de um sistema. Mas não um sistema qualquer. Um sistema que é a abstração de vários sistemas estreitamente relacionados entre si". (p. 1)

Logo, utilizar o framework traz uma série de vantagens como, por exemplo:
  • Aumentar a produtividade;
  • Melhorar a organização do código;
  • Reutilização de códigos.

Mentawai

Nesta seção apresenta-se algumas características relevantes do Mentawai.

O Mentawai usa o paradigma das Actions. As principais características de uma action são:
  • Uma action possui um input por onde ela recebe os dados de uma requisição web e um output por onde os resultados da execução de uma action podem ser acessados;
  • Uma action gera um resultado depois de executado. O resultado normalmente é success ou error, mas nada impede de criar novos resultados;
  • Para cada resultado existe uma consequência. Essas consequências normalmente são forward ou redirect, mas nada impede de criar outras;
  • Uma action tem acesso a contextos, esses normalmente são SessionContext ou AplicationContext, mas nada impede de criar outras.

As funcionalidades desse framework são implementadas através de filtros. Um filtro intercepta uma action e pode modificar seu input e output, antes ou depois da execução de uma action.

Apesar do Mentawai não usar arquivos XML e sua configuração ser toda em Java, não há mistura de códigos. Toda configuração é feita numa classe especial separada do código fonte, chamada ApplicationManager.java, essa classe deve conter o mapeamento de todas a ações (Actions) e suas consequências.

O Mentawai disponibiliza várias funcionalidades já implementadas como: filtros, autenticação, autorização, validação, mensagens dinâmicas, inversão de controle, injeção de dependências, internacionalização, entre outras. Assim há um ganho de tempo, uma vez que não é preciso escrever códigos com tais objetivos, que são repetitivamente encontrados na maior parte dos projetos web.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Utilização do Mentawai
Outros artigos deste autor

Squid e firewall em 5 minutos

Uma abordagem ao eGroupware como solução para agendamento

Openfire + Gateway + MSN

Linux + Samba como PDC

Leitura recomendada

Portugol Online - Software livre para facilitar o estudo de algoritmos

Introdução ao Desenvolvimento Android

Gerando arquivos PDF com Java e iText

HrStatus - agilizando a virada do horário de verão

Entendendo orientação a objetos na prática (parte 1)

  
Comentários
[1] Comentário enviado por foguinho.peruca em 01/09/2009 - 10:19h

Olá!

O mentawai assim como outros frameworks são muito importantes no desenvolvimento pois facilitam muito a nossa vida. Já imaginou ser obrigado a trabalhar com servlets ou no melhor caso apenas com jsp?
Além dele eu recomendaria uma olhada com atenção no vraptor (vraptor.org) e no hibernate (hibernate.org) além de algumas bibliotecas de javascript como YUI, jquery, GWT entre outros.

Um detalhe na introdução:
"Esse artigo apresenta o Mentawai, um framework Move View Control (MVC) que foi criado por brasileiros."
MVC significa "Model View Control" e não "MoVE View Control". Essa idéia foi emprestada do Smalltalk se não me engano.

Jeff

[2] Comentário enviado por tomassoni em 01/09/2009 - 10:32h

foguinho.peruca, relamente os frameworks são feitos para facilitar a vida. Um muito legal que tenho visto e bem apresentavel e o Adobe Flex http://www.adobe.com/products/flex/.
Quanto ao MVC, relamente é Model View Control, foi uma falha. Obrigado.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts