Instalando o SNX check point no Linux Mint 18 e Ubuntu 16.04

O SSL Network Extender (SNX) é largamente utilizado para conexões VPN, mas nas últimas versões, não permite mais conexão direta pelo terminal. Veremos como instalar e conectar utilizando o navegador Firefox e acessar uma área de trabalho remota Windows, usando o rdesktop.

[ Hits: 53.537 ]

Por: Lisandro Guerra em 26/09/2016 | Blog: https://spartanix.com/


Preparando e instalando



Para começarmos, precisamos instalar alguns componentes, aqui para mim funcionou perfeitamente sem instalar o Java original. Algumas pessoas usando Ubuntu 16.04 (no Linux Mint 18 não houve este problema), relataram ter tido problemas e tiveram que instalar o mesmo.

Assim, eu deixo o link para uma dica de instalação do Java 7, que com as devidas substituições, pode instalar a versão mais atual:
Bem, vamos adiante. É claro que você já precisa ter seu certificado em local conhecido, guarde esta informação para mais tarde.

Temos que instalar uma biblioteca usando o terminal (Ctrl+Alt+t), instale com o comando:

sudo apt-get install libpam0g:i386

Se o seu sistema operacional já é na arquitetura i386, talvez esta biblioteca já esteja instalada, mas não tem problema, só vai receber a mensagem que já tem a mesma no sistema na versão mais atualizada.

Vamos aproveitar o terminal aberto e instalar o rdesktop:

sudo apt-get install rdesktop

Bem, agora vamos baixar e instalar o SNX. Para baixar, vamos no endereço fornecido na página de suporte da Check Point:
O download é de um pacote com três pastas, nós precisaremos apenas da pasta com o nome "FWDIR_CSHELL", caso isto mude com o tempo, o importante é que na pasta tenhamos o arquivo "snx_install.sh", que é nosso instalador executável.

Pode extrair a pasta em qualquer lugar para começarmos a instalação. Se ainda não fechou o terminal, vamos usá-lo novamente, caso tenha fechado abra um novo terminal (Ctrl+Alt+t) e vamos navegar para a pasta "FWDIR_CSHELL" e executar o instalador, que solicitará a senha de root ou senha para o sudo e logo depois de fornecermos a senha, é apresentada a mensagem de sucesso na instalação:

./snx_install.sh
The installation script requires root permissions
Please provide the root password
Senha:
Installation successfull


Ainda no terminal, podemos fazer o primeiro teste, apenas para verificar a instalação do SNX, claro que não vai conectar, vai apresentar um erro, mas é o suficiente para o nosso teste:

snx -s endereço-do-servidor -u usuario
Check Point's Linux SNX
build 800007027
Please enter your password:

SNX: Connection aborted.


Pronto, agora vamos instalar o certificado no navegador e conectar.

No Firefox, vamos em: Preferências → Avançado → Certificados → botão: "Ver certificados"
Linux: Instalando o SNX check point no Linux Mint 18 e Ubuntu 16.04
Escolher a primeira aba, chamada "Seus certificados" e ir no botão "Importar". Abrir o arquivo do certificado, vai estar selecionado arquivos do tipo PKCS12 e é assim mesmo que deve ser. Vai ser solicitada a senha do certificado no processo.
Linux: Instalando o SNX check point no Linux Mint 18 e Ubuntu 16.04
Terminando, recebemos uma janela de sucesso onde clicamos OK e poderemos ver o certificado cadastrado na janela dos certificados, onde também vamos clicar no botão de OK.
Linux: Instalando o SNX check point no Linux Mint 18 e Ubuntu 16.04
Pronto, agora vamos acessar o endereço do servidor no navegador, lembrando que na primeira vez que formos acessar o endereço do servidor, deveremos confirmar a exceção de segurança no navegador e confirmar todos os pedidos de acesso do Java e também permitir que abra pop-ups.

Na janela de autenticação, devemos completar o nome de usuário (User name) e a senha (Password), a senha pode ser a do certificado ou a de autenticação do LDAP ou proxy, dependendo da configuração.

Geralmente, nas duas primeiras conexões haverá falhas, a primeira dizendo que precisa do Java, não dê atenção e clique no botão "Connect" novamente para nova tentativa. A segunda, diz que há uma versão mais nova, mas falha na instalação. Já na terceira vez sim, apresenta uma janela confirmando a nova conexão, conforme a imagem abaixo.
Linux: Instalando o SNX check point no Linux Mint 18 e Ubuntu 16.04
E, finalmente, estaremos conectados quando estivermos vendo as janelas abaixo:
Linux: Instalando o SNX check point no Linux Mint 18 e Ubuntu 16.04
Pronto, conectados e preparados para acessar a rede remota e também uma área de trabalho remota, por exemplo.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Preparando e instalando
   2. Acessando área remota com rdesktop
Outros artigos deste autor

Conky no Slackware 13

Gerenciando o HD com o fdisk

Modificando o TimeZone: 2 métodos

Como matar um processo - kill, killall, pkill e xkill

Easy Peasy 1.5 Linux para Netbooks

Leitura recomendada

VirtualBox + PhpVirtualBox + Ubuntu 14.04 Server

Mantendo seus dados em segurança com o Keep

Automatix - Turbine seu Ubuntu com pacotes adicionais

Pós-instalação do Solus OS para um desktop voltado ao usuário final

Implementando Cacti em distribuições Debian

  
Comentários
[1] Comentário enviado por madrugada em 28/09/2016 - 17:50h

Muito bom o tutorial. Eu utilizo há alguns anos com o Slackware. No Slackware 14.2 está funcionando de boa, mas também precisa de multilib. Para o libpam, eu empacotei o openpam.

[2] Comentário enviado por Lisandro em 28/09/2016 - 23:03h


[1] Comentário enviado por madrugada em 28/09/2016 - 17:50h

Muito bom o tutorial. Eu utilizo há alguns anos com o Slackware. No Slackware 14.2 está funcionando de boa, mas também precisa de multilib. Para o libpam, eu empacotei o openpam.


Obrigado.
Sim, eu também já usei com Slackware, foi em 2010 ou 2011 até 2013.
abraço


Contribuir com comentário