Instalação do Gentoo GNU/Linux em um SSD NVMe (UEFI/GPT)

Este artigo foi criado para usuários que já sabem instalar Gentoo GNU/Linux, mas serve como guia ou lembrete dos passos, filtrando o excesso de informações do "handbook".

[ Hits: 1.890 ]

Por: Xerxes em 01/03/2021 | Blog: https://static.vivaolinux.com.br/imagens/dicas/comunidade/300.jpg


Instalação



Artigo testado em:
  • AMD Ryzen 7 3700X
  • 32 GB RAM SSD4
  • 128 GB SSD NVMe
  • GPU RADEON R5220 2GB

Para a instalação foi usado o "Minimal Installation CD" disponível em:
Obs 1.: este artigo é bem específico para a minha situação (não poderia ser de outra forma se tratando do Gentoo GNU/Linux). Serve como guia superficial e lembrete do processo de instalação que pode, talvez, ajudá-lo de alguma forma. Mas caso queira um conteúdo "genérico" que se adapte a todas as situações, a melhor a opção seria ler o "handbook" do Gentoo.

Obs 2.: caso você tenha alguma sugestão ou crítica construtiva, por favor deixe um comentário. Não tenho muita experiência com Gentoo GNU/Linux e estou constantemente aprendendo.

Partições

Crie duas partições:
  • 128 MB para UEFI ESP
  • E o restante para a raiz

Para isso use o "gdisk".

Exemplo:

# gdisk /dev/nvme0n1

Tecle "o" para criar uma tabela de partição GPT, e confirme com "y".

Criação da tabela de partição GPT:

Command: o (Enter)
This option deletes all partitions and creates a new protective MBR.
Proceed? (Y/N): y (Enter)

Criação da Partição 1 (UEFI ESP):

Command: n (Enter)
Partition Number: 1 (Enter)
First sector: (Enter)
Last sector: +128M (Enter)
Hex Code: EF00 (Enter)

Criação da Partição 2 (/):

Command: n (Enter)
Partition Number: 2 (Enter)
First sector: (Enter)
Last sector: (Enter)
Hex Code: (Enter)

Salvar alterações no disco:

Command: w (Enter)
Do you want to proceed? (Y/N): Y (Enter)


Formate:

# mkfs.xfs /dev/nvme0n1p2
# mkfs.vfat -F 32 /dev/nvme0n1p1

Monte:

# mkdir -p /mnt/gentoo
# mount /dev/nvme0n1p2 /mnt/gentoo
# mkdir -p /mnt/gentoo/boot/efi
# mount /dev/nvme0n1p1 /mnt/gentoo/boot/efi

Stage 3 e Chroot

Baixe o stage3 da versão "openrc" usando o navegador Links e extraia-o:

# cd /mnt/gentoo
# links https://www.gentoo.org/downloads/
# tar --xattrs-include='*.*' --numeric-owner -xpf stage3*

Chroot:

# cd /mnt/gentoo
# mount -t proc none proc
# mount --rbind /sys sys
# mount --make-rslave sys
# mount --rbind /dev dev
# mount --make-rslave dev
# cp /etc/resolv.conf etc
# chroot . /bin/bash
# source /etc/profile

Sincronize o repositório:

# emerge-webrsync

Criação do Usuário e das Senhas

Exemplo com usuário "xerxes":

# sed -i s/everyone/none/ /etc/security/passwdqc.conf
# passwd
# useradd -g users -G wheel,portage,audio,video,usb,cdrom -m xerxes
# passwd xerxes

Arquivos de Configuração

Instale o Vim:

# emerge -vaq app-editors/vim

Edite o Fstab:

# vim /etc/fstab

Exemplo:

/dev/nvme0n1p2 / xfs defaults 0 1
/dev/nvme0n1p1 /boot/efi vfat defaults 0 0
tmpfs /tmp tmpfs noatime,nodev,nosuid,size=20G 0 0

Configure o make.conf:

# vim /etc/portage/make.conf

Exemplo:

# These settings were set by the catalyst build script that automatically
# built this stage.
# Please consult /usr/share/portage/config/make.conf.example for a more
# detailed example.
COMMON_FLAGS="-march=native -O2 -pipe"
CFLAGS="${COMMON_FLAGS}"
CXXFLAGS="${COMMON_FLAGS}"
FCFLAGS="${COMMON_FLAGS}"
FFLAGS="${COMMON_FLAGS}"

# NOTE: This stage was built with the bindist Use flag enabled
PORTDIR="/var/db/repos/gentoo"
DISTDIR="/var/cache/distfiles"
PKGDIR="/var/cache/binpkgs"

# This sets the language of build output to English.
# Please keep this setting intact when reporting bugs.
LC_MESSAGES=C

EMERGE_DEFAULT_OPTS="${EMERGE_DEFAULT_OPTS} --jobs=16 --load-average=16"
MAKEOPTS="-j16"
GRUB_PLATFORMS="efi-64"

USE="X elogind alsa pulseaudio -ahavi -dbus -systemd -wayland -nls -doc -bluetooth -ios -aqua -cdrom -dvd -kde -qt -qt4 -qt5"

VIDEO_CARDS="radeon r600"

ACCEPT_LICENSE="*"

CPU_FLAGS_X86="aes avx avx2 f16c fma3 mmx mmxext pclmul popcnt rdrand sha sse sse2 sse3 sse4_1 sse4_2 sse4a ssse3"

PORTAGE_TMPDIR="/tmp"

Configure o "locale":

# vim /etc/locale.gen

Adicione:

en_US.UTF8 UTF-8
pt_BR.UTF8 UTF-8
C.UTF8 UTF-8

# locale-gen
# eselect locale list
# eselect locale set [número]

Troque o "hostname", se quiser. Por exemplo, se quiser trocar o nome da máquina para "ladybug":

# sed -i s/localhost/ladybug/ /etc/conf.d/hostname

Relógio (opcional):

# vi /etc/conf.d/hwclock

Escolha "local" ou "UTC".

Fuso-horário:

# ln -sf /usr/share/zoneinfo/America/Recife /etc/localtime

Obs.: troque "America/Recife" para sua capital.

# emerge --config sys-libs/timezone-data

Kernel

Instale o "gentoo-sources" e compile:

# emerge -av sys-kernel/gentoo-sources sys-kernel/linux-firmware
# cd /usr/src/linux
# make localyesconfig
# make menuconfig (ou nconfig)
# make -j16
# make modules_install
# make install

GRUB

Certifique-se de ter colocado GRUB_PLATFORMS="efi-64" no arquivo "make.conf". Depois execute:

# emerge --ask sys-boot/grub
# grub-install --target=x86_64-efi --efi-directory=/boot/efi
# grub-mkconfig -o /boot/grub/grub.cfg

Escolhendo o "Profile"

Mude o perfil, se quiser:

# eselect profile list
# eselect profile set [número]

Ferramentas de Rede

Instale as ferramentas de rede com:

# emerge --ask sys-apps/iproute2 net-misc/dhcpcd

Se precisar se conectar à uma rede sem fio, instale:

# emerge --ask net-wireless/wireless-tools net-wireless/iw net-wireless/wpa_supplicant

Habilite o dhcpcd:

# rc-update add dhcpcd default

Aplicativos Úteis

Se quiser, aproveite para instalar algumas coisas a mais.

Algumas utilidades:

# emerge --ask gentoolkit eix flaggie layman

Mais aplicativos, incluindo o openssh:

# flaggie p7zip +rar
# emerge --ask www-client/google-chrome sakura dmenu dwm slock xautolock p7zip htop openssh rust-bin xorg-server pulseaudio pulsemixer
# rc-update add sshd default
# rc-service sshd start

Truque para "enganar" o DWM e usar Sakura ao invés do St:

# ln -s /usr/bin/sakura /usr/bin/st

Finalizando:

# exit
# cd /mnt
# umount -lR gentoo
# reboot

Agora veremos a pós-instalação.



    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Instalação
   2. Pós-instalação
Outros artigos deste autor

O que fazer após instalar Linux Mint 15 (sim, há o que fazer!)

Brutal DOOM no Linux (com Freedoom)

Acesso remoto pela Internet de forma simples usando TeamViewer

Incentivo ao Funtoo

Dando uma nova cara ao Ubuntu

Leitura recomendada

Compartilhando diretórios em rede com o NFS

Nagios Server e Máquinas Clientes no CentOS - Instalação e Configuração

Recuperando e/ou adaptando o GRUB do Sabayon Linux

OcoMon no CentOS - Instalação e configuração

Acessando o celular Siemens MC60 no Linux

  
Comentários
[1] Comentário enviado por izaias em 01/03/2021 - 20:49h

Show de artigo! Muito bem explicado.

Gentoo... ainda chego lá! :)

[2] Comentário enviado por mauricio123 em 01/03/2021 - 22:19h


Quem sabe um dia dou uma testada no Gentoo.

___________________________________________________________
[code]Conhecimento não se Leva para o Túmulo.
https://github.com/MauricioFerrari-NovaTrento [/code]

[3] Comentário enviado por xerxeslins em 02/03/2021 - 08:26h


[1] Comentário enviado por izaias em 01/03/2021 - 20:49h

Show de artigo! Muito bem explicado.

Gentoo... ainda chego lá! :)


Só não instala porque não quer. XD

[4] Comentário enviado por xerxeslins em 02/03/2021 - 08:27h


[2] Comentário enviado por mauricio123 em 01/03/2021 - 22:19h


Quem sabe um dia dou uma testada no Gentoo.

___________________________________________________________
[code]Conhecimento não se Leva para o Túmulo.
https://github.com/MauricioFerrari-NovaTrento [/code]


Teste mesmo. Assim poderemos aprender juntos.

[5] Comentário enviado por izaias em 02/03/2021 - 10:58h


porque não quer. XD


Quero evitar a fadiga....
:)

[6] Comentário enviado por mauricio123 em 02/03/2021 - 13:37h


[4] Comentário enviado por xerxeslins em 02/03/2021 - 08:27h


[2] Comentário enviado por mauricio123 em 01/03/2021 - 22:19h


Quem sabe um dia dou uma testada no Gentoo.

___________________________________________________________
[code]Conhecimento não se Leva para o Túmulo.
https://github.com/MauricioFerrari-NovaTrento [/code]


Teste mesmo. Assim poderemos aprender juntos.


Como não vou mais usar o Deepin e não me agradei do Manjaro, acho que vai sobrar vaga para ele no HD. O problema é o tempo para isso.

[7] Comentário enviado por mauricio123 em 02/03/2021 - 13:40h

Tenque ser XPS? Não pode ser EXT4?

___________________________________________________________
[code]Conhecimento não se Leva para o Túmulo.
https://github.com/MauricioFerrari-NovaTrento [/code]

Pode ser EXT4.

[8] Comentário enviado por Cantarino em 02/03/2021 - 20:04h


Xerxes, você é o cara!

Graças a uma dessas explicações, super detalhadas, que eu instalei o Void na minha máquina....

Muito obrigado, e tudo de bom

[9] Comentário enviado por xerxeslins em 03/03/2021 - 10:19h


[8] Comentário enviado por Cantarino em 02/03/2021 - 20:04h


Xerxes, você é o cara!

Graças a uma dessas explicações, super detalhadas, que eu instalei o Void na minha máquina....

Muito obrigado, e tudo de bom


Que bom que ajudei de alguma forma! Obrigado.

[10] Comentário enviado por mauricio123 em 05/03/2021 - 15:51h


[7] Comentário enviado por mauricio123 em 02/03/2021 - 13:40h

Tenque ser XPS? Não pode ser EXT4?

___________________________________________________________
[code]Conhecimento não se Leva para o Túmulo.
https://github.com/MauricioFerrari-NovaTrento [/code]

Pode ser EXT4.


beleza.

[11] Comentário enviado por leoberbert em 10/03/2021 - 14:55h

Mestre Xerxers dando aula! Parabéns pelo artigo.

[12] Comentário enviado por xerxeslins em 11/03/2021 - 20:50h


[11] Comentário enviado por leoberbert em 10/03/2021 - 14:55h

Mestre Xerxers dando aula! Parabéns pelo artigo.


Obrigado! Um dia eu vou ser fera que nem você!

[13] Comentário enviado por sacioz em 17/03/2021 - 17:56h


Too easy ...dizem... vou continuar com o Devuan , por enquanto. Mas , o merito continua super alto . Parabens !


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts