Instalação do GLPI no GNU/Linux CentOS 7.0

Este artigo tentará servir como base para a instalação do GLPI no GNU/Linux distro CentOS 7.0, que sofreu algumas pequenas mudanças em relação a versão anterior 6.5. E com isso tento juntar os procedimentos em um tutorial para que cada vez mais pessoas possam conhecer essa ótima ferramenta.

[ Hits: 54.292 ]

Por: cristiano pureza em 07/01/2015


Aplicação GLPI acessando o banco de dados



Nesta página será demonstrado como fazer para que a ferramenta GLPI possa acessar o banco de dados vinculado no servidor. Este procedimento é realizado através da interface web do seu computador.

Após realizados os procedimentos da página anterior, deve por meio do browser do seu computador acessar o endereço do GLPI. A 1ª pagina a ser exibida será a pagina de escolha do idioma, nesse caso selecione Português do Brasil.

Este é o endereço que deve estar no browser:

http://ipdoseuservidor/glpi
Após a escolhida do idioma será visualizada a tela detalhando a licença de contrato da ferramenta. Marcar a opção "Eu li e aceito os termos da licença acima" e avançar.
Como está sendo instalado o sistema GLPI do zero, a próxima tela estará indicando se o usuário quer instalar uma nova versão da ferramenta ou atualizar... neste caso escolher "instalar".
A próxima tela faz a verificação do ambiente do servidor com a ferramenta GLPI, caso possua algum erro verificar o passo a passo da tela anterior, pois o sistema não irá deixar seguir adiante.
A tela da etapa 1 é onde deverá ser apontado o banco de dados criado para a ferramenta glpi (é possível utilizar o banco de dados em um servidor "A" e o software GLPI em outro servidor "B"... porém neste ambiente de teste estão instalados ambos no mesmo servidor). Com base nos dados que foram criados no banco anteriormente deverá ser preenchido da seguinte forma e após avançar:
  • Servidor MySQL: localhost
  • Usuário MySQL: glpiuser
  • Senha MySQL: glpipasswd

A tela da etapa 2 demonstra que a ferramenta GLPI conseguiu conectar com o banco de dados e já reconheceu a instância que foi criada anteriormente com o nome glpi... Selecionar essa instância e avançar.
A etapa 3 sinaliza que está tudo ok.
A etapa 4 monstra que a instalação está totalmente concluída e lista os usuários criados automaticamente para login. Quando clicar no botão "Usar GLPI" o sistema irá direcionar o link para a tela inicial de login de usuário.

http://ipdoseuservidor/glpi/index.php
O usuário administrador padrão é o "glpi" e sua senha é "glpi". Por meio deste usuário poderão ser administrados todos os recursos da ferramenta.
Para finalizar a configuração deverá excluir ou renomear o arquivo "install.php" e também alterar as senhas padrões criadas para os usuários. As alterações de senha são feitas dentro do menu web na aba: Administração > Usuários.

Para renomear o arquivo install.php, acesse o diretório "install":

# cd /var/www/html/glpi/install/

Para renomear o arquivo:

# mv install.php install.php.old

A partir deste ponto o servidor já esta totalmente operante e com isso poderá usufruir de todas as possibilidades que essa ferramenta oferece, como integração com protocolo LDAP OpenLDAP, abertura de tickets via e-mail, integração com ferramenta OCS para inventário do parque de máquinas entre outras finalidades.

Com isso finalizo o tutorial, espero que tenha conseguido demonstrar de forma clara e fácil o procedimento de instalação e assim contribuir com a comunidade GNU/Linux.

Grande abraço.

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Instalação do GLPI no GNU/Linux CentOS 7.0
   2. Aplicação GLPI acessando o banco de dados
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Instale/Reinstale/Recupere seu sistema sem perder seus arquivos

Configuração da rede no Conectiva 10

Conexão com chaves assimétricas sem uso de senha em servidor sshd

Eu cavo, tu cavas, ele cava... tutorial de DIG

Linux imprimindo em Windows via rede

  
Comentários
[1] Comentário enviado por guimaraesrocha em 07/01/2015 - 21:27h

Muito bom artigo, bastante técnico. Uso o GLPI mas nunca me atentei a instalação.

[2] Comentário enviado por flaviovinicius em 13/01/2015 - 10:54h

Opa, ótimo tutorial cristianopureza. Gostaria apenas de fazer uma observação para que usuários mais leigos não encontrem problemas na hora de descompactar o arquivo de download glpi-0.85.1.tar.gz.

Houve uma alteração na versão do arquivo glpi-0.85.1.tar.gz, no primeiro momento relacionado ao download é citada a versão 0.85.1, quando mencionada a necessidade de descompactar o arquivo é citada a versão glpi-0.84.7.tar.gz. Uma simples observação para os usuários mais leigos a fazer a instalação, que nada desmerece a ótima orientação oferecida em seu tutorial.

Mais uma vez parabéns pela iniciativa.
:)

[3] Comentário enviado por cristianopureza em 06/02/2015 - 10:47h

Flaviovinicius.... realmente sua observação esta correta... obrigado pela dica.

[4] Comentário enviado por ricardominuzzo em 12/01/2016 - 10:05h

Excelente documentação.

[5] Comentário enviado por yghoralbino em 25/02/2016 - 17:44h

Boa tarde,

Parabéns pelo post e o nível de detalhes utilizado.

Obrigado pela contribuição.

[6] Comentário enviado por faustosm em 03/05/2016 - 16:57h

Boa tarde!

Parabéns pelo post. Muito bem feito.
Realizei os procedimentos conforme descrito no post e deu tudo certo.
Só uma alteração que tive que fazer em particular no meu caso e que pode ser no caso de muitos iniciantes como no caso.
Tipo que mover a pasta GLPI que estava no /root/glpi para /var/www/html/glpi

Obrigado pela contribuição.

[7] Comentário enviado por stewe em 04/05/2016 - 10:13h

sugiro dar permissões assim

chown apache.apache -R /var/www/html/gpli

depois

chmod 755 /var/www/html/glpi

[8] Comentário enviado por ralvarespaulo em 01/11/2016 - 10:44h

Excelente tutorial.
Parabéns.

[9] Comentário enviado por wbjr em 15/11/2016 - 22:10h

boa noite!
fiz todo procedimento e tudo normal, mas quando tento acessar pelo navegador não funfa. eu pingo a maquina e a maquina pinga a estação. O que pode ser?

[10] Comentário enviado por wbjr em 15/11/2016 - 22:11h

lembrando usei a versão 9.1

[11] Comentário enviado por alexpfc em 31/03/2017 - 11:27h

Obrigado! funcionou certinho !
Parabéns!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts