Instalação do CACTI no Debian Sarge

Neste artigo trataremos da instalação do CACTI, um completo frontend para RRDTOOL que permite a criação de gráficos com estatísticas através de uma interface web escrita em PHP, sendo que estes gráficos e as informações necessárias para povoá-los são armazenados em um banco de dados MySQL.

[ Hits: 57.257 ]

Por: Fernando Marques Secco em 21/09/2006


Finalizando



Pronto, se você seguiu todos os passos citados anteriormente é só digitar no seu browser:

http://ip_server_cacti/cacti

Clique next, opção "New Install" e next e depois entre com login e senha admin, depois sete a nova senha para o usuário admin e pronto é usar.

Maiores informações sobre como criar devices e gráficos você encontra no endereço abaixo:

Observações


1. Se por algum acaso você não conseguir acesso ao cacti por consequência do erro:

Fatal error: Call to undefined function: mysql_connect() in /usr/share/cacti/site/lib/adodb/drivers/adodb-mysql.inc.php on line 338

Você precisará descomentar ou inserir a opção "extension=mysql.so" no arquivo /etc/php4/apache2/php.ini.

2. Se quando você tentar acessar o endereço http://ip_server_cacti/cacti aparecer uma tela pedindo para você fazer download de um arquivo .phtml, basta você editar o arquivo /etc/cacti/apache.conf e adicionar a uma linha do arquivo a opção .phtml, conforme linha abaixo:

AddType application/x-httpd-php .php .phtml

3. Depois reinicie o Apache:

# /etc/init.d/apache2 restart

Comentários adicionais


Só para efeito de curiosidade, depois da instalação do cacti ele cria dois arquivos no /etc/cacti, que são o apache.conf e o debian.php. O primeiro contém a configuração que deveria ser colocada no arquivo de configuração do Apache para que o cacti funcionasse, porém o Debian cria um link simbólico de nome cacti.conf no diretório /etc/apache2/conf.d/ apontando para o diretório /etc/cacti/apache.conf, no qual o apache dá um include ao carregar sua configuração, ou seja, ele facilita sua vida literalmente.

O segundo arquivo é o que você deve inserir o conteúdo no arquivo /usr/share/cacti/site/include/config.php, que são as informações de usuário, senha e etc do banco MySQL.

Há ainda um arquivo chamado cacti, que é criado no /etc/cron.d/ que contém o comando que deveria ser colocado no crontab caso ele não estivesse no diretório onde está, pois onde está o crontab entende que tudo que estiver neste diretório ele dará um include, ou seja, executará como se estivesse escrito dentro do próprio crontab.

É isso, espero que através deste artigo consigam fazer o cacti funcionar no Debian Sarge e que possam ver o quanto ele é bom, facilita sua vida e torna a gerência de seus devices, servidores e gateways mais simples de ser gerada e gerenciada.

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Sumário
   2. Instalando os pacotes
   3. Configurações no mysql-server 4.1
   4. Finalizando
Outros artigos deste autor

Eclipse no Debian pelo ambiente desktop (duplo-clique)

Instalando automounter e configurando o autofs no Debian Sarge

Controle de tráfego utilizando HTB no Debian Sarge

Leitura recomendada

Reempacotamento e repositório local em um sistema Debian-like

Explorando as possibilidades do XFree86

hdparm: Tire o máximo do seu HD

Driver nVidia no Debian

Calculando máscara de sub-rede e broadcast

  
Comentários
[1] Comentário enviado por y2h4ck em 22/09/2006 - 01:52h

Faltou ensinar como adicionar dispositivos, criar os graficos, adicionar as arvores de graficos e tudo mais.

Podia ser um artigo bem mais supervicial na instalação e mais abrangente no conteúdo para utilização do sistema.

Abraços.

[2] Comentário enviado por fontebon em 13/02/2007 - 17:12h

Muito Bom

Funcionou..., mas quando eu clico nos graficos aparece um X nas imagens, como se não encontrasse....vc sabe pode pode ser?

[3] Comentário enviado por balani em 24/08/2007 - 15:32h

muito bom

[4] Comentário enviado por fmendes em 29/10/2007 - 17:07h

Ola, instalei o cacti e ele esta monitorando varias coisas bacana, porém ele não esta monitorando CPU de maquinas windows, tem alguma ideia do que pode ser???


Contribuir com comentário