Desmistificando o Linux Loader (LILO)

Esse artigo é voltado para usuários iniciantes que ainda não conhecem à fundo o LILO, que é o software responsável por inicializar o Linux quando o computador é ligado. Aqui desmistificaremos as principais opções do lilo.conf

[ Hits: 29.844 ]

Por: Roberson Carlos em 14/03/2005 | Blog: http://carlrobers.wordpress.com


Configurando o LILO



Neste documento não irei informar como se trabalha com o gestor de início de outro sistema operacional se não o Linux.

O lilo é um programa binário que se encontra dentro do diretório /sbin/, ele usa o arquivo de configuração lilo.conf, que se encontra dentro do diretório /etc criado pelo liloconfig. É neste arquivo que configuramos qual a partição deve ser iniciada primeiramente, ou seja, todas as opções de inicialização.

O conteúdo deste arquivo é semelhante a este:

# LILO configuration file
# generated by 'liloconfig'
#
# Start LILO global section
boot="/dev/hda" # Partição de Boot
message = /boot/boot_message.txt # Arquivo de Mensagens (Este arquivo pode ser editado)
menu-title=" Roberson Carlos Fox "
prompt # Mostra o Dialogo
timeout="100" # Determina o Tempo
default = "Genova"
# Override dangerous defaults that rewrite the partition table:
change-rules
reset
# VESA framebuffer console @ 800x600x256
# Normal VGA console
vga = normal # Configuração da resolução do Vídeo

other = /dev/hda2 # Carrega outro OS
label="Windows" # Neste caso o Windows
table = /dev/hda

# DOS bootable partition config ends
# Linux bootable partition config begins
#image="/dev/hda2"
# root="/dev/hda3"
#image="/dev/hda1"
# root="/dev/hda3"

image="/boot/vmlinuz" # Carrega o Kernel do Linux
root="/dev/hda3"
label="Genova" # Define o Rótulo que deve ser mostrado Pelo prompt.
read-only # Somente Leitura
# Linux bootable partition config ends

Este arquivo de configuração diz que o lilo usa o MBR em /dev/hda. Quando você iniciar o computador, o boot loader irá questioná-lo a respeito do OS que deve ser iniciado, ou seja, as imagens que devem ser carregadas, no caso acima o Genova Linux e o Windows definidos nas propriedades Other e Image.

Você a qualquer hora pode pressionar a tecla TAB para ver a lista de outros Labels (Kernels), em algumas distribuições, pode-se apertar a tecla F2 para ver uma lista de opções para a inicialização personalizada do OS.

Alternativamente, caso o boot-menu.b boot loader estiver instalado, um menu de opções será exibido para uma seleção. Você deve escolher uma das imagens para ser iniciada. O lilo aceita até 16 imagens para serem iniciadas uma por vez! No caso acima temos somente duas.

Cada opção que é mostrada no prompt é uma imagem definida no arquivo lilo.conf. As linhas precedidas do caractere '#' são ignoradas pelo boot loader.

Antes de configurar o gestor de início, você deve saber o local onde estão instalados os OS, no caso descrito acima, o Linux está em /dev/hda3 e o Windows está em /dev/hda2. Caso você não saiba, pode abrir o cfdisk e ver as partições em seu HD, tendo em mãos estas informações, abra o arquivo de configuração lilo.conf em seu editor de textos favorito (Jed, Kate, Joe, etc), você terá um arquivo semelhante ao informado acima, procure a linha:

boot=

Esta opção define o nome do dispositivo que contém o setor de Boot, ela normalmente deve estar no início do arquivo. Caso ela não exista, adicione esta da seguinte forma:

boot="Endereço do hd"

Agora temos que configurar o arquivo de mensagem, este arquivo é encarregado de mostrar e armazenar algumas poucas dicas para o prompt, este é um arquivo de texto comum muito simples com um conteúdo simétrico ao seguinte:

Bem Vindo ao LILO Boot Loader!

Qual partição você deseja iniciar?

Windows - DOS or Windows (FAT/FAT32 partition)
Genova - Linux (Linux native partition)

Encontre no arquivo lilo.conf uma linha semelhante a esta:

message = /boot/boot_message.txt

Caso ela não exista, adicione-a e crie o arquivo de texto boot_message.txt dentro do diretório /boot, em seguida procure pelas linhas:

prompt
timeout="100"
change-rules
reset
vga = normal
menu-title=""
default = "Genova"

Caso elas não existam, adicione-as da seguinte forma:

prompt
timeout="Tempo de espera, (100 é equivalente à 10 segundos)"
change-rules
reset
vga = (Resolução do vídeo, deixe como normal caso você não saiba qual a resolução, ou o Gerenciador X não esteja funcionando corretamente.)
default = "Define a partição que deve ter o foco quando o prompt surgir"
menu-title="Adicione seu nome ou um nome que deve ser exibido quando o prompt surgir"

Agora procure o campo:

image="/boot/vmlinuz"
   root="/dev/hda3"
   label="Linux"
   read-only

Veja que pode haver mais de uma linha definindo uma imagem, o arquivo de imagem que me refiro aqui deve se encontrar dentro do diretório /boot. Exemplo: image="/boot/vmlinuz. Caso esta linha não exista, então adicione ela alterando da seguinte forma:

image="Local onde se encontra o Kernel, normalmente dentro do diretório /boot"
   root="Endereço da Partição"
   label="Nome que deve ser exibido (Rótulo)"
   read-only (Define a partição como somente leitura)

Se você tem algum outro sistema operacional instalado em seu PC, localize no arquivo lilo.conf a linha:

other = /dev/hda2
   label="Windows"
   table = /dev/hda

Se a linha não existir, escreva-a da seguinte forma:

other = Local onde o OS se encontra (Partição)
   label="Nome do sistema Operacional"
   table = (Endereço do HD)

Após escrever ou editar o arquivo, abra um terminal e passe o seguinte comando:

# lilo

Você verá uma mensagem semelhante a está:

Added Windows
Added Genova *

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Configurando o LILO
Outros artigos deste autor

Configurando uma conta do Yahoo no Evolution

VNC - Virtual Network Computing

Instalando Apache Tomcat em Linux 2.6

Rodando jogos a partir de uma imagem ISO

Gerando arquivos JAR com o Eclipse

Leitura recomendada

Explorando o Network Manager

MySQL + Apache + PHP + OCI8 + PHPMyAdmin no Ubuntu Server

hpfall - Acelerômetro em notebooks HP para evitar perda de dados

Configurando o CACIC (parte 1)

Gerador de sources.list para o Debian

  
Comentários
[1] Comentário enviado por flavioware em 26/11/2005 - 16:27h

explicação simples pra iniciantes como eu :)


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts