Configurando um servidor de DNS

Esse artigo explica o conceito de DNS, seu surgimento, como funcionam as consultas entre os servidores, como configurar um cliente e um servidor de nomes.

[ Hits: 321.663 ]

Por: tiago de castro dima em 24/07/2003


O que é DNS?



Um dos mais importantes serviços existentes na Internet, o DNS (Domain Name Service) ou Serviço de Nome de Domínio ou ainda, Servidor de Nome de Domínio (trate-o como quiser), é o assunto em destaque em www.useredhat.com.br.

Antes de aprendermos a montar um servidor DNS, é interessante relembrarmos como funcionam algumas coisas na Internet.

Quando usamos o browser para navegar e aí consultamos sites diversos, vemo-nos sempre clicando na barra de endereços do mesmo e digitando algo como www.algumsite.com.br. A pergunta é: como após alguns segundos este site é exibido em nossa máquina, onde ele está fisicamente? como ele sabe que alguém fez uma solicitação pra que ele fosse exibido, porque digitamos WWW?

Podemos observar uma coisa em comum em todos os sites pelos quais navegamos. Todos eles são chamados pelo nome, ou seja, aprendemos com muito mais facilidade o nome www.algumsite.com.br do que o números de IP (Protocolo de Internet) do servidor onde o site esta hospedado.

Ao digitarmos esse endereço no browser, o mesmo se encarrega de iniciar um trabalho para que esse nome possa ser traduzido (resolvido) em um numero IP. Os responsáveis por essa tradução são os servidores DNS. Sempre, lembre-se disso, ao digitarmos um nome de site qualquer em nosso browser, haverá sempre um DNS que vai descobrir pra nós onde está o site que queremos, ou melhor, qual o IP da máquina onde esse site está hospedado.

Mas o DNS não atua apenas quando digitamos algo do tipo WWW. Há outros serviços em que o trabalho de um DNS é fundamental. O envio de mensagens eletrônicas (e-mail) e a transferência de arquivos na Internet (FTP), são outros exemplos que podemos citar.

Para que o trabalho do DNS seja realmente válido, existe um outro elemento nessa história toda, são os domínios. Podemos citar o domínio useredhat.com.br como exemplo. Esse domínio (veja que o www não aparece, pois www não faz parte dos nomes de domínio) foi registrado por alguém em um órgão nacional que cuida do registro de domínios no Brasil. Estamos falando da Fapesp (registro.br).

Para que um domínio seja válido, é necessário que o mesmo tenha sido registrado na Fapesp (isso no caso do Brasil). Após o registro, podemos usar o domínio para diversas finalidades, inclusive montar servidores DNS. Imagine um servidor DNS com o nome de DNS1.USEREDHAT.COM.BR. Observe que apenas acrescentamos o DNS1 ao nome do domínio. A mesma coisa pode acontecer com uma conta de e-mail, como por exemplo: fulanodetal@useredhat.com.br. Note a presença do domínio nas duas situações. Em ambas as situações nós não temos a presença explícita de número de IP, apenas o nome do domínio. Como vimos anteriormente, quem se encarrega de traduzir domínios em número de IP são os servidores DNS.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. O que é DNS?
   2. Como funcionam as consultas DNS?
   3. Clientes DNS
   4. Servidores DNS
Outros artigos deste autor
Nenhum artigo encontrado.
Leitura recomendada

Implementando um servidor DHCP

Desmistificando o Linux Loader (LILO)

Servidor de backup Bacula 7 + Webacula 5.5 no Debian Wheezy

Xen com multi bridge e LVM

Acentos corretos no console, PnUP, PnDown, Home End, etc..

  
Comentários
[1] Comentário enviado por ThiegoXar em 14/08/2003 - 18:15h

Legal este artigo mas presiva ser um pouco mais esplicativo, assim como vc disse no começo, DNS e um assunto serio, os nomes de arquivos passam em branco e causa grande duvidas em nos leigos, falta a mostra dos arquivos finais, complicado... Mas e isso ai, Valeu.

[2] Comentário enviado por gustavo_marcon em 30/08/2003 - 11:22h

eu configurei estes arquivos mas o dns só funciona se eu inserir uma linha referente ao domínio dentro do arquivo /etc/hosts.

Acho que meu micro procura primeiro neste arquivo e se não encontrar nem tenta procurar no DNS.

Sabe como posso reverter isso?

[3] Comentário enviado por lamss em 22/02/2004 - 16:22h

Essa materia começou bem, MAS, como tudo que é bom dura pouco no final deixou a desejar... por exemplo o que tem nos arquivos:

file "named.ca";
file "0.0.127.in-addr.arpa.zone";
file "localhost.zone";
file "meudominio.com.br.zone";

Vou ficar a procura de outro tutorial mais explicativo...
Valeu a tentativa... quem sabe no proximo...

[4] Comentário enviado por vmarv em 27/04/2004 - 20:44h

Essa Configuração serve para um servidor DNS em um IP Dinamico, como o Velox? Gostaria como muito de aprender sobre isto.

[5] Comentário enviado por keoki em 30/06/2004 - 08:50h

Como foi dito começou bem, mais podia ter ficado melhor .... faltou bastante coisa.

[6] Comentário enviado por guitarloko em 03/11/2004 - 12:18h

legal a dica... soh o final não ficou muito claro, mas valeu mesmo assim!!

um abraço!

[7] Comentário enviado por dowglaz em 26/04/2006 - 01:27h

Calma galera...
Descobri como achar estes arquivos, que, por sinal, eu também não havia achado. É só baixar e instalar o BIND. O autor do artigo esqueceu de mencionar este detalhezinho.
http://www.isc.org/index.pl?/sw/bind/

[8] Comentário enviado por HeltonBarbosa em 01/09/2006 - 11:26h

No inicio estava tudo beleza, mas foi chegando no final e começou a complicar. Vou continuar procurando por mais artigos que explique detalhadamente como configurar um servidor DNS. Mas, valeu, pelo menos vc fez algo...

[9] Comentário enviado por carlos.geane em 10/11/2006 - 15:07h

Parabéns pelo artigo, está excelente e muito bem explicado, me ajudou muito, parabéns.

[10] Comentário enviado por deirane21 em 15/12/2006 - 13:24h

marcos medeiros 15/12/06

e quando não encontra-se o arquivos named,dominiox.data,dominiox.rev no diretorio var?

[11] Comentário enviado por fba em 24/04/2007 - 11:17h

para complementar as explicações sobre os arquivos de configuração creio que http://www.linuxbsd.com.br/portal/?q=node/47 possa ajudar

[12] Comentário enviado por danielpinguim em 14/05/2007 - 10:14h

ficou legal kra

mas axo q na hora de testar
o nslookup eh melhor

[13] Comentário enviado por rafaiusko em 17/08/2007 - 15:16h

Em si é um bom artigo, porém não comenta nada sobre ocorrer algum erro no final da configuração...

Valeu a intenção!

[14] Comentário enviado por OSiriX em 18/08/2008 - 01:14h

POxa Eu achei otima a introduçao !!
e a configuraçao do Bind .. muito resumida facil de enteder ..
parabens !!!!

[15] Comentário enviado por Tifudi em 30/12/2008 - 10:50h

O artigo é bom!!! mas se fosse ele que tivesse escrito! O mesmo artigo foi escrito no site http://www.marceloeiras.com.br/linux/tutorial/dns/dns.htm Por isso que ele não explicou melhor no final, pq ai vc percebe que a pessoa não tem conhecimento nenhum de Linux somente copiou de outro site. Assim até minha mãe!!!!!

[16] Comentário enviado por hbobenicio em 06/01/2009 - 00:13h

Cara... excelente artigo! Muito bom mesmo!
Eu que sou bem leigo no assunto, com suas explicações didáticas e simplificadas, pude finalmente entender o que é um DNS e como ele funciona. A parte da configuração do servidor poderia ter sido um pouco mais trabalhada, mas o começo e até a configuração do cliente ficaram muito bons mesmo!!!

Parabéns, e continue com os ótimos artigos! A comunidade agradece.

[17] Comentário enviado por antoniojbs em 18/11/2009 - 11:54h

parabéns pelo tuto tiago vai me ajudar muito estou abrindo uma empresa em pernambuco onde vou trabalhar claro com muito linux e principalmente na parte de servidores

[18] Comentário enviado por fernandoamador em 14/12/2009 - 20:36h

Gostei do artigo. Parabéns

[19] Comentário enviado por micerqueira em 01/02/2010 - 18:57h

pq no registrobr da essa resposta?
DNS desconhecido

alguem da uma força?

[20] Comentário enviado por tecnoplace em 22/06/2010 - 22:09h

gente preciso de instalar o zimbra aqui, mas o meu calcanhar de aquiles é o dns. me ajudem a configurar um dns que eu possa propagar meu dominio na net, pois nao conheco muito de configuracao de dns. tem 5 meses que to lutando com isso. e nao consigo acertar.

[21] Comentário enviado por mlegidio em 17/08/2010 - 18:06h

Conforme o named.conf, o comando cp named.local meudominio.com.br deveria ser cp named.local meudominio.com.br.zone. Pois, no linha file o named procura um arquivo chamado meudominio.com.br.zone e não meudominio.com.br

para testar dominios criados, deveria ter adicionado esse servidor DNS em seu /etc/resolv.conf e utilizar os comandos nslookup ou dig

[22] Comentário enviado por giuzao em 04/01/2011 - 14:55h

Muito bom artigo!
Parabéns!

[23] Comentário enviado por rodrigocontrib em 14/06/2012 - 11:15h

To tentando instalar essa parada mas to esbarrando num lance!
Não to conseguindo encontrar uma pa de arquivos no etc.
Para começar o /etc/named e o /var/named nao tem, instalo via apt-get isntall bind9 bem vi que o artigo é antigo, mas hoje em 2012 debian 6 tenho os repositorios :

deb http://ftp.us.debian.org/debian squeeze main
deb http://security.debian.org/ squeeze/updates main
deb-src http://security.debian.org/ squeeze/updates main

Se alguem puder me ajudar desde já eu agradeço!!!


[24] Comentário enviado por hudsonsilvasilva em 05/10/2012 - 22:12h

Alguem pode me ajudar ?
estou com um problema no meu WHM do meu Servidor que eu não consigo apontar meu domínio para meu servidor
alguem ai sabe o que deve ser ?

[25] Comentário enviado por ferinha em 24/02/2013 - 11:50h

Parabéns, saint666, artigo muito importante e com uma forma clara de se entender. Obrigado!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts