Configurando o Fortune

Este artigo ensina a configurar o Fortune, o programa que exibe mensagens aleatórias no Linux. O leitor aprenderá a executar chamadas personalizadas para ele, além de aprender a criar seus próprios arquivos de mensagens para exibição.

[ Hits: 34.740 ]

Por: José Lopes de Oliveira Jr. em 29/05/2006 | Blog: http://hakspek.blogspot.com


Introdução



Fortune é um pequeno jogo, muito comum no Linux, que exibe uma mensagem aleatória na tela sempre que é chamado. Ele é baseado nos biscoitos da sorte chineses (fortune cookies em inglês) [Linux.com (2006)], que sempre possuem uma mensagem para quem os abre.

Este artigo mostrará como configurar o Fortune, desde sua chamada, até a criação de "fortunas" personalizadas.

Opções do Fortune


Chamar o Fortune sem argumentos faz com que ele leia os arquivos de fortunas presentes no sistema (mais informações na seção - Criando um arquivo de mensagens), escolha um aleatoriamente e, neste arquivo, uma mensagem, também aleatória [Linux.com (2006].

Contudo, algumas opções podem ser passadas, para uma melhor configuração do programa. Senão, vejamos algumas delas:
  • -a Define que todos os arquivos terão a mesma prioridade, mesmo os ofensivos (veja seção 4 - Criando um arquivo de mensagens).
  • -e No caso de se especificar mais de um arquivos onde o Fortune buscará suas fortunas (veja seção 4 - Criando um arquivo de mensagens), esta opção define que todos os arquivos especificados terão a mesma probabilidade de serem escolhidos.
  • -f Imprime uma lista de todos os arquivos onde o Fortune buscará suas fortunas, mas não imprime uma fortuna.
  • -l Escolhe apenas fortunas longas.
  • -s Escolhe apenas fortunas curtas.
  • -m Imprime as fortunas que obedeçam a determinada expressão regular. Ver regex.
  • -i Ignora maiúsculas/minúsculas para a opção -m.
  • -w Espera um determinado tempo, dependendo do tamanho da fortuna, até retornar ao sistema operacional. É útil, por exemplo, se a chamada ao Fortune ocorre no logout. Isto garante que o usuário terá tempo para lê-la.

A descrição de cada parâmetro foi retirada de [Manual (2006)].

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Chamando o Fortune
   3. Criando um arquivo de mensagens
   4. Conclusão
Outros artigos deste autor

Instalação e configuração do MySQL 4.0.26, Apache 2.0.54, PHP 5.0.4 e PHP-Nuke 7.8 no Slackware 10.1

Instalação e configuração do J2SE

Qual distribuição usar

Compilação comentada do kernel

Esquemas de particionamento e sistemas de arquivos

Leitura recomendada

Personalizando um DVD de instalação do Ubuntu Linux

Configurando servidor MikroTik com Hotspot e páginas de aviso (atraso e bloqueio)

FreeRADIUS - Conceitos Básicos - Parte II

Como gerenciar cotas de disco

Configuração: Servidor de nomes slave com Bind9 no Debian 4.0

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 29/05/2006 - 10:34h

?

[2] Comentário enviado por FelipeAbella em 02/06/2006 - 09:55h

Eu não conhecia esses comandos.

Parabéns pelo artigo.

[3] Comentário enviado por tenchi em 15/09/2006 - 11:02h

Ah, excelente mesmo essas mensagens... No slackware elas são executadas sempre quando logamos. Isso deixa o terminal mais 'amigável'...
E existem vários modos de se converter um arquivo criado no DOS para o linux.
Um meio, disponível no slackware, eh o seguinte:
$fromdos < arquivoDOS > arquivoLinux

Ou há também um 'programa' (script, que não deixa de ser um programa) chamado funcoeszz (http://funcoeszz.net/) , que tem uma funcão que pode ser chamada pelo comando:

$zzdos2linux arquivoDOS.txt # que irá gerar um arquivo arquivoDOS.linux

E eh claro, o processo contrário também é possível, com o comando

$zzlinux2dos arquivoLinux # que vai gerar um arquivo arquivoLinux.dos

Eh isso... Sei que não tem muito a ver com a dica, mas isso prova que arquivos editados no windows funcionam normalmente no linux, com um pouco de esforço... rsrrs.

Falow.

[4] Comentário enviado por gpr.ppg.br em 03/10/2008 - 16:06h

eu adoro esse programa.

[5] Comentário enviado por yetlinux em 20/05/2009 - 02:48h

"zzlinux2dos" e "zzdos2linux" não são das funçõeszz do Aurélio? Precisam ser baixadas do site dele.
Existem comandos para converter os arquivos: unix2dos e dos2unix.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor HostGator.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Viva o Android

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts