Como Turbinar sua Produtividade com VIM - Guia Definitivo do Desenvolvedor

Vamos transformar o VIM em uma IDE à la Visual Studio Code, combinando o que há de melhor entre os dois mundos. No final teremos um "juggernaut" VIM, pronto para turbinar sua produtividade em definitivo como desenvolvedor.

[ Hits: 2.637 ]

Por: Fábio Berbert de Paula em 28/07/2020 | Blog: https://youtube.com/c/cotidianohackeado


Conclusão



Se você chegou até aqui, parabéns, seu Vim agora se tornou uma poderosa IDE! Uma dica que dou é a seguinte, vale muito a pena investir algum tempo no domínio da IDE que você utiliza. O custo x benefício do tempo investido é enorme, você irá "perder" algum tempo na curva de aprendizado até dominar a IDE, mas a partir do momento em que você passa a dominá-la, sua produtividade decola... e isso é permanente.

Visite o repositório de cada plugin citado neste guia e leia a documentação, você só precisará fazer isso uma vez na vida, mas tenho certeza que aprenderá recursos que serão válidos para todo o seu período de vim-user.

E por quê o Vim? Bom, posso citar tipo umas 20 páginas de motivos, mas os principais são:
  • Multiplataforma - o que você aprende no Linux será válido para Windows, macOS ou qualquer outro sistema operacional que venha surgir;
  • Desempenho - não há como comparar o consumo de recursos de hardware de um Vim ou outras IDEs como o Eclipse, Visual Studio Code, PyCharm etc. É até covardia.

Se eu tiver deixado passar algum recurso que você usa em outra IDE, comente. Eu consegui reproduzir tudo o que vinha usando em outras IDEs, com a vantagem de tudo de bom que o Vim tem a oferecer. Levei literalmente uma semana escrevendo este guia. Embora eu já tivesse tudo funcionando por aqui, organizar as ideias e filtrar apenas os plugins indispensáveis não foi fácil. Então não deixe de comentar caso ele seja útil para você de alguma forma, seu feedback será importante inclusive para eu saber se devo manter este guia atualizado ou não conforme novos plugins e/ou recursos forem surgindo ao longo do tempo.

Então é isso, :wq

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Primeiras configurações no .vimrc e instalação de plugins
   3. Plugins de aprimoramento visual
   4. Explorador de arquivos NERDTREE
   5. Barra de status com vim-airline
   6. Abrir arquivos com "Ctrl + p" à la Visual Studio Code
   7. Comentários automáticos com nerdcommenter
   8. emmet-vim - expansão inteligente
   9. vim-ale - análise de código
   10. vim-polyglot - syntax highlight avançado
   11. coc.nvim - Intellisense para Vim
   12. vimrc completo
   13. Conclusão
Outros artigos deste autor

Criando Aplicativos Mobile com React Native

Criando um sistema de banners rotativos em PHP

Zello - Transforme seu Android (e GNU/Linux) num Walkie Talkie

Sorteio de camisetas promovido pela GeekWorld

Mais uma política "suja" de marketing da Microsoft

Leitura recomendada

Utilização do Vim para iniciantes

Faça o GNU/Linux falar as horas para você

ArchLinux, uma distro de expressão aqui no VOL

Conexões de entrada e saída com 2 links em um servidor

OpenLDAP: a chave é a centralização

  
Comentários
[1] Comentário enviado por ruankl em 28/07/2020 - 14:43h

Muito bom! Estava esperando esse artigo!

[2] Comentário enviado por mauricio123 em 28/07/2020 - 23:30h


Eu também. Muito bom.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.

[3] Comentário enviado por Leo CCB em 29/07/2020 - 12:33h

Rapaz, isso não é um mero artigo: É basicamente um curso completo. Muito bom! Congratulações.

[4] Comentário enviado por Cizordj em 30/07/2020 - 14:41h

Eu programo com o Vim há um ano, vou salvar este artigo pra depois :P

[5] Comentário enviado por mauricio123 em 30/07/2020 - 22:08h


Não tá pegando o syntax on.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.

[6] Comentário enviado por mauricio123 em 30/07/2020 - 22:09h


A minha versão é mais atual e mesmo assim tô tendo problemas. Vou ter que compilar?

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.

[7] Comentário enviado por fabio em 30/07/2020 - 23:04h


[5] Comentário enviado por mauricio123 em 30/07/2020 - 22:08h


Não tá pegando o syntax on.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.


Tem o "vi" e o "vim". O syntax funciona no vim (vi improved).

[8] Comentário enviado por mauricio123 em 31/07/2020 - 00:24h


Sim era com o vim que eu testei. Mas, resolvi. Desinstalei a versão do mint e compilei a versão mais atual 8.2, aí sim funcionou. Agora tá indo as coisas.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.

[9] Comentário enviado por ruankl em 31/07/2020 - 08:39h


[8] Comentário enviado por mauricio123 em 31/07/2020 - 00:24h


Sim era com o vim que eu testei. Mas, resolvi. Desinstalei a versão do mint e compilei a versão mais atual 8.2, aí sim funcionou. Agora tá indo as coisas.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.


Estranho... uso o vim dos repositórios do mint e aqui funcionou 100%...

[10] Comentário enviado por mauricio123 em 31/07/2020 - 08:59h


Usei o mesmo vimrc pra garantir que não era erro. Talvez você instalou algo a mais no vim e que eu não instalei.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.

[11] Comentário enviado por mauricio123 em 31/07/2020 - 09:01h


Porém, me serviu de aprendizado. Compilei o vim e vou guardá-lo no git.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.

[12] Comentário enviado por ruankl em 31/07/2020 - 09:22h


[10] Comentário enviado por mauricio123 em 31/07/2020 - 08:59h


Usei o mesmo vimrc pra garantir que não era erro. Talvez você instalou algo a mais no vim e que eu não instalei.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.


Tenho esses packages instalados:
% dpkg -l | grep vim | awk '{ print $2}'
vim
vim-addon-manager
vim-common
vim-nox
vim-runtime
vim-tiny

[13] Comentário enviado por mauricio123 em 31/07/2020 - 09:35h


Eu não tinha tudo isso. O meu tá assim, já que eu gerei o pacote deb. Deve ter tudo isso integrado na minha compilação.

dpkg -l | grep vim | awk '{ print $2}'
vim

Até prefiro assim, é melhor pra gerenciar.
___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.

[14] Comentário enviado por mauricio123 em 31/07/2020 - 09:58h


Nossa. o coc pediu o node.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.

[15] Comentário enviado por mauricio123 em 31/07/2020 - 10:25h


Quem vai usar o vim no Mint instale o nodejs.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.

[16] Comentário enviado por mauricio123 em 31/07/2020 - 10:28h


[15] Comentário enviado por mauricio123 em 31/07/2020 - 10:25h


Quem vai usar o vim no Mint instale o nodejs.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.


Isso para o coc.nvim

[17] Comentário enviado por mauricio123 em 31/07/2020 - 12:54h


Para o nodejs também vai precisar do npm.

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.

[18] Comentário enviado por fabio em 31/07/2020 - 13:37h

Maurício, precisa do pacote vim-tiny. Por isso não tinha nem o syntax.

[19] Comentário enviado por mauricio123 em 31/07/2020 - 19:29h


[18] Comentário enviado por fabio em 31/07/2020 - 13:37h

Maurício, precisa do pacote vim-tiny. Por isso não tinha nem o syntax.


Beleza, fica como dica para quem for seguir o tutorial, porque agora já tá compilado e configurado e funcionando. Só to apanhando do jedi-language-server, só porque não quero usar o pip. Sei i nome do pacote em deb, mas tá na versão 0.15 e o que precisa é a 0.19 pra cima. Aí complica.

[20] Comentário enviado por mauricio123 em 31/07/2020 - 19:30h


Outra coisa, tem plugin ctrl+z?

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.

[21] Comentário enviado por mauricio123 em 31/07/2020 - 19:31h


E o terminal integrado?

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.

[22] Comentário enviado por removido em 02/08/2020 - 15:06h

Pergunta: Você recomenta criar um vimrc monolítico ou modular?

Esse aqui é o meu https://github.com/realdanilomarto/vimrc.git

[23] Comentário enviado por fabio em 03/08/2020 - 02:11h


[22] Comentário enviado por realdanilomarto em 02/08/2020 - 15:06h

Pergunta: Você recomenta criar um vimrc monolítico ou modular?

Esse aqui é o meu https://github.com/realdanilomarto/vimrc.git


Acho que depende do tamanho do seu vimrc. E isso é algo bem pessoal também. Meu vimrc é monolítico, exceto pelo coc.nvimrc que está em arquivo separado. Gostei da organização do teu.

[24] Comentário enviado por RetroGamerCX em 06/08/2020 - 14:36h

artigo incrível, mas mesmo assim prefiro usar o nano
mas quem sabe um dia eu acabo me interessando em usar o vim né

~mudei pro lubuntu, TÁ EM SHOCK? mas o debian continua em meu coração UwU


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts