Atheros 5001X on Linux

Bem pessoal, este é o primeiro artigo. Vou começar com redes WIFI ou wireless. Configurei num Notebook Toshiba A45-S151 a rede WIFI com WEP ativado e nesse texto descrevo como fazer isso de forma simples e prática.

[ Hits: 14.142 ]

Por: Mario Coelho em 04/11/2005


Uma configuração rápida



Mais detalhes sobre o hardware pode ser encontrado no link:
Para configurar a interface precisei baixar alguns pacotes, que podem ser encontrados no link acima.

O driver que encontrei na internet foi o MADWIFI, disponível no SourceForge no seguinte link:
Para quem prefere acessar via linha de comando, aí está como foi feito.

Para conectar ao servidor CVS:

$ cvs -d:pserver:anonymous@cvs.sourceforge.net:/cvsroot/madwifi login

Fazer o download:

$ cvs -z3 -d:pserver:anonymous@cvs.sourceforge.net:/cvsroot/madwifi co modulename

Após criado o diretório com o CVS, entramos dentro do diretório chamado madwifi e executamos o famoso comando "make":

# cd madwifi
# make
# make install


Bem, depois com os módulos disponíveis, executaremos o comando:

# iwconfig ath0 up

OBS: iwconfig é um similar ao ifconfig, existem muitos parâmetros para este comando.

Depois atribuímos o IP, máscara de rede e ainda o gateway.

Para tornar o ath0 auto-configurável, vamos editar o arquivo (lembre-se, você deve estar logado como root).

# vi /etc/modprobe.conf

Então inserimos as seguintes linhas:

STARTMODE=hotplug
DEVICE=ath0
BOOTPROTO=dhcp //CASO VOCÊ UTILIZE DHCP DEIXE ASSIM
WIRELESS=yes
MODE=Managed //MODO GERENCIA DA INTERFACE
ESSID='SUA_AP_ESSID'
IPV6INIT=no
nBOOT=yes
USERCTL=no
PEERDNS=no
TYPE=Wireless

Agora vamos configurar no modo gráfico, de forma muito prática, com o comando:

# neat

(Configurei no Fedora 4)

Não esqueça de verificar os DNS no arquivo.

# vi /etc/resolv.conf

Para quem não tem um DNS em mãos, este deve funcionar:

nameserver 200.193.65.1
nameserver 200.193.65.26

Pronto! Agora temos a nossa interface de rede pronta para funcionar.

Para quem utiliza WEP (Wireless Encrypto Protocol), este comando irá adicionar a chave:

# iwconfig ath0 key S:12345

[1] Este comando usa a chave 12345 no key 1.

Agora sim estamos prontos para navegar em redes wireless com Linux.

Pessoal, espero que isso ajude.

Em breve estarei em postando como quebrar uma chave KEY, testei com o exploit e funciona!!!

Abraço à todos.

Mario Coelho.

   

Páginas do artigo
   1. Uma configuração rápida
Outros artigos deste autor

Comandos para redes wifi

Quebrando chave WEP - Wired Equivalent Privacy (parte 2)

Quebrando chave WEP (Wired Equivalent Privacy) - parte 1

Leitura recomendada

Utilização de termômetro de ambiente com conexão USB no Debian

Processador - Tipos e características

Dispositivo de Captura de Vídeo Somagic EasyCAP DC60/EasyCAP002 no GNU/Linux

Custo-benefício dos computadores - Avaliação elementar

Ajustando o desempenho de discos rígidos

  
Comentários
[1] Comentário enviado por joaofalcao em 04/11/2005 - 09:26h

Muito Bom, aguardo seu proximo artigo.

[2] Comentário enviado por coelho.mario em 04/11/2005 - 09:45h

O próximo artigo será quebra da chave WEP.

Vou tentar provar que seguranças WEP e WPA não vale muito...

Se não fizermos gerenciamento constantes com logs e outras ferramentas.

Att.

Mario Coelho

[3] Comentário enviado por ric.araujo em 04/11/2005 - 10:05h

Bom artigo, trabalho com um notebook Toshiba A60, e até hoje não consegui configurar minha placa de som, já que trabalha com o A45 teria alguma dica de como fazê-lo?
[]'s
Ricardo

[4] Comentário enviado por coelho.mario em 04/11/2005 - 10:32h

Oi Ricardo.

A60 tem algumas variações.

Se vc puder me mandar posso ajudar sim com certeza.

E outra coisa interessante é saber qual distribuição linux vc usa.

Eu uso o Fedora Core 4 atualmente.

Att.

Mario

[5] Comentário enviado por jeffestanislau em 04/11/2005 - 14:59h

Blz de artigo Mário,

Vou ficar aguardando seu próximo artigo, já que você disse que chave WEP "que realmente é fraca" e WPA "que tem uma criptografia mais forte" não valem muito... quero saber como você faz esse gerenciamento que nos dará a segurança esperada!

[]´s
Jefferson

[6] Comentário enviado por coelho.mario em 04/11/2005 - 19:31h

Oi Jefferson.

As criptografias são mais um fator favorável para a segurança.

Porem uma boa gerencia de rede é o que garante a segurança.

Você verá que servidores de log e monitoramento de pacotes, listagem de mac e outras políticas é que realmente garantem as seguranças da rede.

E ainda que não exite uma receita mágica que salva tudo, e sim ajustes que são feitos constantemente para manter o ambiente em ordem.

Já comecei a escrever o artigo, e logo estarei postando.

Para agilizar postarei em diferentes artigos para ficar mais fácil o entendimento.

Agradeço desde já seu interesse.

E fico a disposição para qualquer dúvida.

Att.

Mario Coelho

[7] Comentário enviado por kaulino em 04/01/2006 - 14:26h

Caro Mario, desculpe-me a ignorância, mas é q não entendi algumas linhas de comando:
Quando digito cvs -d:pserver:anonymous@cvs.sourceforge.net:/cvsroot/madwifi login, ele me pede uma senha. Qual é ela pois logo depois, ao digitar a cvs -z3 -d:pserver:anonymous@cvs.sourceforge.net:/cvsroot/madwifi co modulename
, aparece que o módulo modulename não pode ser achado. Agradeço desde já com sua atenção e aguardo respostas para q eu possar solucionar este problema e poder usar meu acess point com o FEDORA 4.

[8] Comentário enviado por coelho.mario em 05/01/2006 - 08:05h

Oi desculpe a demora...

Vc pode acessar o site cvs.sourceforge.net

E copiar os arquivos.

Grande abraço

Mario Coelho

[9] Comentário enviado por bestmix em 04/02/2007 - 11:47h

veio seguinte apos compilar o driver eu nao consigo subir o modulo
[root@localhost madwifi-0.9.2.1]# insmod /lib/modules/2.6.17-5mdvcustom/net/ath_pci.ko
insmod: error inserting '/lib/modules/2.6.17-5mdvcustom/net/ath_pci.ko': -1 Invalid module format

o que pode ser ????
note Acer Aspire 5040 com o Mandriva 2007


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts