Análise do Mandriva Free 2006 - Conhecendo melhor o sistema

Neste artigo analiso as novidades do novo sistema operacional Linux da Mandriva. A versão mostrada aqui é a Mandriva Free 2006, que é a alternativa gratuita das versões em caixinha do sistema. Clique aqui e descubra do que este sistema Linux é capaz!

[ Hits: 40.603 ]

Por: Matheus Santana Lima em 19/04/2006


Downloads



Mandriva Free 2006:
GnuCash - Aplicações Financeiras Relacionadas:
GnomeMeeting:
Quanta:
Nvu - The Complete Web Authoring System for Linux, Macintosh and Windows:
Rosegarden:
kdenlive | non-linear video editor for kde
Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Conhecendo o sistema
   3. Conclusão
   4. Downloads
Outros artigos deste autor

VNC + Hamachi

Linux, 100% compatível!

Childsplay - Suite completa de jogos para a educação infantil

Rodando aplicações nativas de Windows em Linux pela Web

wxPython, uma biblioteca GUI multi-plataforma (parte 1)

Leitura recomendada

Terminais leves com LTSP - Linux Terminal Server Project

VLC, o reprodutor multimídia

Direcionando o mouse pelo teclado no Linux Mint LXDE

Torne-se um DJ usando Linux

Apache + PHP + MySQL + ftpd no OpenBSD

  
Comentários
[1] Comentário enviado por kidcavaquinho em 19/04/2006 - 09:25h

Conheço algumas distribuições das quais vc se referiu...muito boa as utilidades e novos recursos desse Sistema Novo Juntando o Madrake que é uma distribuição conhecidíssima pela sua facilidade e o Conectiva que é Tupiniquim...

Ja instalei em algumas máquinas como clientes, mais como servidor de banco de dados...tive q instalar o Firebird, tive algumas decepções...

mais no mais quem quer migrar para um sistema estável e de bom suporte...com certeza não irão se arrepender...

[2] Comentário enviado por malacker em 19/04/2006 - 09:54h

Parabéns pelo artigo! Extremamente motivante e esclarecedor.
No meu caso, sou apaixonado pelo Conectiva e não vi "ainda" com bons olhos a fusão coma Mandrake. Ainda não experimentei o Mandriva, porque acho (tomara que esteja errado) que o sistema ficará mais com a cara do Mandrake que do Conectiva, mas quanto mais vejo coisas sobre o Mandriva, estou me convencendo (ainda não completamente) pouco a pouco a fazer um download e experimentar.

Um abraço!

[3] Comentário enviado por teovictor em 19/04/2006 - 12:55h

Parabéns pelo texto. Bem ilustrado.

É importante lembrar que esta organização do menu K é particular do Mandriva, e não do KDE 3.4.

Só ficou uma dúvida: a instalação padrão inclui Rosegarden, Kdenlive e Gnucash ou eles foram selecionados manualmente durante a instalação?

[4] Comentário enviado por matheusslima em 19/04/2006 - 15:55h

nao, por padrao ele sao inclusos, é claro, dependendo do tipo de sistema que vc instalou, exemplo para desktop, desenvolvimento, jogos, etc...

[5] Comentário enviado por DooM em 19/04/2006 - 16:44h

Bom artigo, muito ilustrativo. Tambem fiquei interessado no esquema de instalação de softwares do Mandriva, como descrito pro autor, isso facilita e muito para usuarios leigos.
Ao ver o Mandriva cada mais tenho a sensação de ser a distro ideal para uso desktop, sendo utilizado com fins de aprendizado e trabalho em escritórios.

[6] Comentário enviado por bestmix em 19/04/2006 - 21:20h

Mandou bem !! Usei por varios anos o Conectiva e depois migrei para o Mandrake 9 ,10.1 e agora estou com o Mandriva 2006 que realmente é muito bom , show de bola galera.

[7] Comentário enviado por mpinho em 19/04/2006 - 21:29h

Parabéns pelo artigo. Sou um dos administradores do site http://mandrivabrasil.org que se propõe a ser um ponto de encontro dos usuários brasileiros do Mandriva Linux e convido a todos para lerem os nossos artigos e se cadastrarem lá para trocarmos dicas e ajudar outros usuários no fórum do site.

Eu respeito muito o Kurumin mas esta distribuição tem um enfoque bem diferente das grandes distribuições como Mandriva, Suse, Red Hat e outras.

Caso queira publicar tutoriais sobre o Mandriva conte conosco. Não queremos em hipótese nenhuma concorrer com o vivaolinux, mas dar informações mais especializadas sobre a distribuição Mandriva Linux.

Um abraço,

Manoel Pinho

[8] Comentário enviado por mpinho em 19/04/2006 - 21:48h

Ops, esqueci de dizer que postei uma notícia em http://www.mandrivabrasil.org/site/content/view/34/ sobre o seu artigo.

[9] Comentário enviado por maoli em 20/04/2006 - 00:06h

muito bom

[10] Comentário enviado por gasper em 20/04/2006 - 16:51h

Quando instalamos pacotes com o urpmi ele são apagados logo após ser instalado, como eu faço para configurar para ele não apagar os pacotes baixados.

[11] Comentário enviado por zezosc em 21/04/2006 - 02:25h

Para baixar o programa/pacote sem instalar, use:
# urmpi --no-install programa

Vai ser baixado para:
/var/cache/urpmi/rpms

Eu uso copiar para um diretório de programas:
rpms $ cp * ~/Download/Programas/RPM

Depois disso, é só instalar:

# urmpi programa

Passa lá no fórum http://www.mandrivabrasil.org/site/forum/ onde você podera sanar mais dúvidas.

Vlw.

[12] Comentário enviado por removido em 22/04/2006 - 15:48h

Por muitos anos da minha vida eu usei Conectiva, desde os dificeis tempos do Conectiva Guarani, e nesse tempo todo tenho visto uma grande evolução da Conectiva, não ficando nem um pouco atrás das outras distros. Desde 2000 fui para a turma do RedHat/Fedora, mas mesmo assim sempre torci pelo sucesso do Conectiva.
Agora com a fusão com a Mandrake realmente não curti muito, pois senti que perdemos a identidade de software nacional. Mas lendo teu artigo, senti uma vontade grande de testar o Madriva (vai ter que ser o Mandriva One, pois estou sem HD extra).
Abraços, e ótimo artigo

[13] Comentário enviado por fransco em 25/04/2006 - 02:54h

Legal o Mandriva...Mas aquele lance de ter que pagar para ter os drives da nvidia ou flashplayer matou a distro!
Parabéns pelo artigo, mas a Mandriva virou uma M$ agindo desta forma!

[14] Comentário enviado por zezosc em 25/04/2006 - 16:29h

fransco,

Não confunda as coisas.

Eu uso o Mandriva Free (livre e gratuito) e tenho driver da nvidia, adobe reader, flashplayer... Tudo isso tem no site oficial. A única diferença, que as pagas já vem com esses pacotes. Mas mesmo assim, não vem necessariamente com os pacotes mais novos. Visite o site e os foruns indicados acima, que tu saberás como instalar esses pacotes de forma fácil. Sem quebrar a cabeça.

Ainda, não cabe aqui, mas só por uma distribuição Linux ser paga, não a torna software proprietário, como a Microsoft. E tu não pagarias somente para ter esses programas proprietários. Você pagaria também como forma de contribuir para a distribuição. Diferente da Microsoft e software proprietário. Tu não estarias pagando a licença, mas pagando para ter essas facilidades, ter uma caixinha bonitinha entregue na tua casa, com CDs/DVD, manual, e ainda acesso ao suporte Mandriva. Há diversas formas de contribuir; essa é uma delas.

Uma outra coisa. Não sei se é intencional, mas o Mandriva Free é só composto por sofware free (opensource).

Vlw.

Bom senso, sempre.

[15] Comentário enviado por matheusslima em 25/04/2006 - 16:39h

So pra constar, se vc quiser compara a mandriva com a microsoft , compare com a RedHat com a M$que vc encontrará mais semelhancas...

[16] Comentário enviado por ederalves em 28/04/2006 - 14:27h

muito boa esta dicar

[17] Comentário enviado por werninho2211 em 18/05/2006 - 10:00h

Pelo amor de DEUS eu preciso de ajuda para resolver um problemão pois eu faço faculdade e o professor mim deu a tarefa de saber tudo sobre o linux MANDRIVA e quem poder me ajudar eu serei muito grato...

Obrigado pela a atenção WERNER

[18] Comentário enviado por brunokino em 18/06/2006 - 18:36h

Aeeee Matheus, parabéns pelo artigo, vlw por publicar esse análise :-p

t+++++ kra

[19] Comentário enviado por edo em 21/06/2006 - 17:18h

muito bom artigo tenho certeza q vai ser de grande ajuda para qm qr se familiarizar mais com este sistema, um grande abraço e q venham mais artigos, os menbros agradecem...rsrsr


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts