Alta Disponibilidade com LVS

Neste artigo vamos dar um overview do Linux Virtual Server (LVS), que é largamente utilizado em sistemas que necessitam de alta disponibilidade, tolerância a falhas e balanceamento de carga.

[ Hits: 76.874 ]

Por: Alan Cota em 02/05/2005


Uma breve introdução



A necessidade atual de termos sistemas disponíveis 24x7 (lê-se "24 por 7", ou seja 24 horas durante 7 dias da semana) é cada vez maior e vem crescendo a medida que as aplicações se tornam ainda mais robustas e as corporações cada vez mais dependentes de seus sistemas de TI.

Antes de começarmos a mostrar as funcionalidades do LVS, vamos explicar o que é alta disponibilidade, em suas características e exigências.

Um sistema altamente disponível é um sistema capaz de ser tolerante a eventuais falhas, ou seja, caso um host de seu servidor tenha problemas, automaticamente uma outra máquina tem que "assumir" o lugar desta que falhou, não deixando que o sistema pare de funcionar. Tarefa fácil? Nem tanto. Isso depende de planejamento, investimento em hardware, software, etc.

Neste artigo vamos abordar as funcionalidades do Linux Virtual Server (LVS) e todas as informações necessárias para que você possa começar a planejar seu cluster de alta disponibilidade.

    Próxima página

Páginas do artigo
   1. Uma breve introdução
   2. O projeto LVS
   3. LVS junto com outras ferramentas
   4. Final
Outros artigos deste autor

SuSE Linux Enterprise Desktop 10 - O novo desktop Linux da Novell

Administrando bancos MySQL com phpMyAdmin

Autenticação no Iptables

Gerenciando regras de Iptables com Firewall Builder

Implementando uma política de segurança eficaz

Leitura recomendada

Entendendo o que é Engenharia Social

AUDIT: Auditoria de arquivos no Linux para conhecer quem fez alterações em arquivos

Race Condition

Certificação CISSP

Security Hacks: Linux & BSD

  
Comentários
[1] Comentário enviado por tucs em 02/05/2005 - 07:34h

LVS é um Linux Virtual Server, onde ele atua como um DIRECIONADOR ou seja imagine que se tenha 3 maquinas em um LVS e mais um DIRECIONADOR, quando um cliente pede uma requisição o DIRECIONADOR manda para uma maquina, e quando outro pedir ele manda para a segunda maquina, e assim por diante.

Existe o Cluster de HA (Alta Disponibilidade), geralmente usado o HeartBeat + DRBD, ai sim, quando uma maquina parar a outra assume o serviço, no Caso do LVS, se o Direcionador parar acabo o esquema de LVS.

O correto seria usar LVS com HA no DIRECIONADOR.

Pelo menos foi assim que montei em uma Provedora.

Abraços.

Eduardo Assis.

[2] Comentário enviado por shocker em 03/05/2005 - 12:54h

Opa! :)
Apesar de ser um direcionador, eu procurei englobar a utilização do LVS como um todo.

Mais obrigado pelo seu comentário.

[]'s
Alan Cota.

[3] Comentário enviado por agk em 06/05/2005 - 18:24h

Parabéns pelo artigo, LVS realmente é um conceito muito bom, para balancear os acessos e distribuir nos servidores do LVS. O problema consiste no distribuidor (balancer), que se entrar em pane para todo o serviço, mas isso também pode ser contornado usando-se um balancer de backup, onde ele assumiria o lugar do principal se este parasse de responder, deixando assim tempo para o administrador resolver o problema sem que os usuários perdessem o acesso.

[4] Comentário enviado por jalexandre em 19/12/2005 - 11:01h

http://www.austintek.com/LVS/LVS-HOWTO/mini-HOWTO/LVS-mini-HOWTO-pt.html
Um step-by-step pra configurar um LVS
Alan Cota -- Obrigado por este artigo! Me ajudou a dar um norte para meu projeto!

[5] Comentário enviado por osvalcde em 14/08/2007 - 20:05h

oi..

to trabalhando nom cluster trabanho da facultade..

to utilizando o manual de Ultramonkey http://www.ultramonkey.org/3/topologies/hc-ha-lb-e...
eu fiz todo perfeito, mais aparece um problema de conexao.. disculpa o meu portugueis

meu cluster consiste em 4 maquinas 2 Diretores un Ativo o outro backup e 2 Servidores Reais.. to trabalhando en Debian 3.1 com kernel 2.6

tris is my problem, only 1 conect
# ipvsadm -ln
IP Virtual Server version 1.2.0 (size=4096)
Prot LocalAddress:Port Scheduler Flags
-> RemoteAddress:Port Forward Weight ActiveConn InActConn
TCP 172.18.200.33:21 rr
-> 172.18.200.31:21 Route 0 0 0
-> 172.18.200.32:21 Route 0 0 0
-> 127.0.0.1:21 Local 1 0 0
TCP 172.18.200.33:80 rr
-> 172.18.200.32:80 Route 0 0 0
-> 172.18.200.31:80 Route 1 0 0
TCP 172.18.200.33:443 rr
-> 172.18.200.32:443 Route 0 0 0
-> 172.18.200.31:443 Route 0 0 0
-> 127.0.0.1:443 Local 1 0 0
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------

# ipvsadm -lcn
IPVS connection entries
pro expire state source virtual destination
TCP 00:40 SYN_RECV 172.18.200.39:2841 172.18.200.33:21 127.0.0.1:21
TCP 00:43 SYN_RECV 172.18.200.39:2852 172.18.200.33:21 127.0.0.1:21
TCP 00:46 SYN_RECV 172.18.200.39:2861 172.18.200.33:21 127.0.0.1:21
TCP 00:44 SYN_RECV 172.18.200.39:2855 172.18.200.33:21 127.0.0.1:21
TCP 00:47 SYN_RECV 172.18.200.39:2862 172.18.200.33:443 127.0.0.1:443
TCP 00:39 SYN_RECV 172.18.200.39:2838 172.18.200.33:21 127.0.0.1:21
TCP 00:38 SYN_RECV 172.18.200.39:2834 172.18.200.33:21 127.0.0.1:21
TCP 00:45 SYN_RECV 172.18.200.39:2858 172.18.200.33:21 127.0.0.1:21
TCP 00:42 SYN_RECV 172.18.200.39:2849 172.18.200.33:21 127.0.0.1:21
TCP 00:31 SYN_RECV 172.18.200.39:2828 172.18.200.33:21 127.0.0.1:21
TCP 00:41 SYN_RECV 172.18.200.39:2846 172.18.200.33:21 127.0.0.1:21

por favor algen pode me dar uma mao.. osvalcde@gmail.com

[6] Comentário enviado por leoreis em 23/05/2009 - 17:01h

Prezados,

a nossa aplicação web tem uma característica de que não apenas uma conexão https é estabelecida, durante o uso da mesma, outras conexões são estabelecidas.

Dúvida: quando chegar a segunda conexao https (do mesmo usuario), o LVS irá redirecionar a conexão para o tomcat correto? Imagina, tenho 3 tomcats, todas as requisicoes de um determinado usuario devem ir para o mesmo tomcat, pois se for para um tomcat errado, o usuário não estar logado (já estamos trabalhando em uma solucao para a sessão do usuário estar disponivel em todos os nós...).

Pode me ajudar? O LVS garante o envio para o tomcat correto?

Leo
Quem puder me ajudar , segue-se me email: leo@mundociencia.com.br

[7] Comentário enviado por llbranco em 19/06/2012 - 18:47h

muitissimo interessante!!!

extremamente util e muito bem explicado, parabens


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts