Abordagem exemplificada à Orientação a Objetos com PHP

Se você gosta de desenvolvimento web e necessita de agilidade na interação com seu MySQL, aqui vai um pouco de PHP orientado a objeto, com um exemplo muito didático, uma classe semi-pronta e funcional.

[ Hits: 65.055 ]

Por: Evaldo Barbosa em 14/06/2005


Conclusão



Acredito ter podido mostrar um pouquinho do quanto é fácil e maleável o trabalho orientado a objeto usando PHP. Espero que todos os que se depararem com esse artigo achem o mesmo e possam até tomar como base de desenvolvimento esse código passado aqui. Agradeço ao pessoal do VOL.

O código completo


Para uma melhor visualização do que foi explanado nesse artigo, você pode baixar o código dos arquivos para testar e fazer implementações no código no link a seguir:
Esteja à vontade para modificar. Essa é uma classe de exemplo. As modificações você pode mandar como comentário, para discussões posteriores aqui no VOL.

Página anterior    

Páginas do artigo
   1. Introdução
   2. Estrutura básica de uma classe PHP
   3. Criando a nossa classe e seus atributos
   4. Os métodos de construção, destruição, conexão e desconexão
   5. Criando o arquivo de configuração da classe
   6. Criando o método "Query"
   7. Usando a classe para listar dados
   8. Conclusão
Outros artigos deste autor

Abordagem exemplificada de orientação à objeto com PHP 5

Macromedia Studio 8 no Wine em detalhes

Construindo componentes em PHP e jQuery

Gerando gráficos com PHP e highcharts.com

Utilizando PHP e Apache para desligar um Ubuntu

Leitura recomendada

PHP com suporte ao MS SQL Server 7

Sistema PDV com PHP-GTK2 e ACBrMonitor (parte 1)

Armazenando datas de uma outra forma

Criando backup do MySQL com o mysqldump

Oracle 9i, Apache e PHP

  
Comentários
[1] Comentário enviado por removido em 14/06/2005 - 20:55h

avatar legal..
se bem ke poderia ter sido mais original vc ;>
estranho ser identico o meu xD

[2] Comentário enviado por afonso_franca em 29/09/2005 - 23:11h

Seu artigo ficou legal. Só encontrei um probleminha na estrutura da classe em PHP.
onde você pôs: "function nomeDoNovoMetodo" ficou faltando dizer que esse método pode ter possíveis arqumentos: function "nomeDoNovoMetodo ([$args])".
Mas deu pra intender perfeitamente e creio que vá ajudar os iniciantes na linguagem.
Até mais

[3] Comentário enviado por evaldobarbosa em 30/09/2005 - 17:11h

Muito obrigado, amigo afonso_franca!

Realmente foi muita imprudência minha ter esquecido isso, mas a ajuda da comunidade VOL é que faz com que essa rede de conhecimento aumente e fique mais apurada.
Valeu!

[4] Comentário enviado por ygorth em 04/10/2005 - 10:38h

Vou ler o artigo agora, continue colaborando :P

A maquina PHP nao elimina espacos de memoria alocados por objetos sem necessitar o uso do unset ?

abracos!


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts