Criptografar/descriptografar arquivo via Thunar

1. Criptografar/descriptografar arquivo via Thunar

Morpheus
Minions

(usa Nenhuma)

Enviado em 16/07/2021 - 17:03h


Com bcrypt não vai:

xterm -e 'bcrypt %F'

Conhece outro programa bom que funciona via Thunar com essa finalidade?


  


2. Re: Criptografar/descriptografar arquivo via Thunar

Samuel Leonardo
SamL

(usa XUbuntu)

Enviado em 17/07/2021 - 01:09h

Não te serve o gpg?
Criptografar arquivo:
$ gpg -c arquivoAqui
Vai abrir uma janela pedindo senha para adicionar no arquivo.
Desciptografar:
$gpg arquivoAqui.gpg
Vai pedir senhar numa janelinha pra descriptografar.





3. Re: Criptografar/descriptografar arquivo via Thunar

Morpheus
Minions

(usa Nenhuma)

Enviado em 18/07/2021 - 00:11h

SamL escreveu:

Não te serve o gpg?
Criptografar arquivo:
$ gpg -c arquivoAqui
Vai abrir uma janela pedindo senha para adicionar no arquivo.
Desciptografar:
$gpg arquivoAqui.gpg
Vai pedir senhar numa janelinha pra descriptografar.




Essas dicas do site abaixo estão desatualizadas:

https://help.ubuntu.com/community/ThunarCustomActions

Tem como atualizar?

Na questão de proteção de arquivos qual seria o melhor já que existe o john para auditar?




4. Re: Criptografar/descriptografar arquivo via Thunar

Samuel Leonardo
SamL

(usa XUbuntu)

Enviado em 18/07/2021 - 02:59h

Veja aqui:
https://www.linux.com/topic/desktop/how-encrypt-files-within-file-manager/
No link é com o gpg mas você pode trocar o comando pelo bcrypt

Acredito que "o melhor" seja algo muito relativo ou mesmo subjetivo a cada pessoa. Por exemplo, o gpg usa AES256 por padrão, acho razoável pra criptografar um arquivo. Agora, se você for paranoico e achar fraquinho 256, pode tentar algo como 1024-bit, o que já é um absurdo.

De qualquer forma, deixar seus arquivos para o público, mesmo que seja criptografado, não é uma boa ideia. Vai que um sujeito desconhecido revela que P é igual NP? Ai f?deu toda criptografia como a conhecemos e seus arquivos estarão exposto a qualquer decriptação.


5. Re: Criptografar/descriptografar arquivo via Thunar

Morpheus
Minions

(usa Nenhuma)

Enviado em 18/07/2021 - 11:08h

SamL escreveu:

Veja aqui:
https://www.linux.com/topic/desktop/how-encrypt-files-within-file-manager/
No link é com o gpg mas você pode trocar o comando pelo bcrypt

Acredito que "o melhor" seja algo muito relativo ou mesmo subjetivo a cada pessoa. Por exemplo, o gpg usa AES256 por padrão, acho razoável pra criptografar um arquivo. Agora, se você for paranoico e achar fraquinho 256, pode tentar algo como 1024-bit, o que já é um absurdo.

De qualquer forma, deixar seus arquivos para o público, mesmo que seja criptografado, não é uma boa ideia. Vai que um sujeito desconhecido revela que P é igual NP? Ai f?deu toda criptografia como a conhecemos e seus arquivos estarão exposto a qualquer decriptação.


No comando gpg -c %f tem como aumenta o valor do bits?

Pasta com nome composto não vai.


Matéria legal:
https://www.vice.com/pt/article/3k4nd9/quebra-protocolo-pgp


6. Re: Criptografar/descriptografar arquivo via Thunar

Samuel Leonardo
SamL

(usa XUbuntu)

Enviado em 18/07/2021 - 22:30h

Deve ser por conta do espaço no nome.
Ver aqui uns comandos relativos:
https://stackoverflow.com/questions/35584461/gpg-encryption-and-decryption-of-a-folder-using-command...

Quanto a aumentar o bit, creio que o AES256 seja o máximo, pelo que vi, tem como aumentar quando se é RSA, mas não procurei a fundo isso.
Qualquer coisa, dá um man gpg e vê se te serve as opções de argumentos.





7. Re: Criptografar/descriptografar arquivo via Thunar

Morpheus
Minions

(usa Nenhuma)

Enviado em 18/07/2021 - 23:03h


SamL escreveu:

Deve ser por conta do espaço no nome.
Ver aqui uns comandos relativos:
https://stackoverflow.com/questions/35584461/gpg-encryption-and-decryption-of-a-folder-using-command...

Quanto a aumentar o bit, creio que o AES256 seja o máximo, pelo que vi, tem como aumentar quando se é RSA, mas não procurei a fundo isso.
Qualquer coisa, dá um man gpg e vê se te serve as opções de argumentos.




O espaço no nome colocando "aspas duplas" não funciona.

O problema do espaço tem como resolver ou só mesmo retirando manualmente? No link não entendi muito bem o assunto.

No gpg -h:

Algoritmos suportados:
Chave pública: RSA, RSA-E, RSA-S, ELG-E, DSA
Cifra: IDEA, 3DES, CAST5, BLOWFISH, AES, AES192, AES256, TWOFISH,
CAMELLIA128, CAMELLIA192, CAMELLIA256
Dispersão: MD5, SHA1, RIPEMD160, SHA256, SHA384, SHA512, SHA224
Compressão: Uncompressed, ZIP, ZLIB, BZIP2

Das cifras acima qual seria a melhor depois de AES256?




8. Re: Criptografar/descriptografar arquivo via Thunar

Samuel Leonardo
SamL

(usa XUbuntu)

Enviado em 18/07/2021 - 23:20h


Minions escreveu:
O espaço no nome colocando "aspas duplas" não funciona.

O problema do espaço tem como resolver ou só mesmo retirando manualmente? No link não entendi muito bem o assunto.

No gpg -h:

Algoritmos suportados:
Chave pública: RSA, RSA-E, RSA-S, ELG-E, DSA
Cifra: IDEA, 3DES, CAST5, BLOWFISH, AES, AES192, AES256, TWOFISH,
CAMELLIA128, CAMELLIA192, CAMELLIA256
Dispersão: MD5, SHA1, RIPEMD160, SHA256, SHA384, SHA512, SHA224
Compressão: Uncompressed, ZIP, ZLIB, BZIP2

Das cifras acima qual seria a melhor depois de AES256?


Cara, vou ter que ficar te devendo resposta, porque eu mal sei algo de criptografia, tudo que sei é apenas o basicão hahaha
Eu só uso o gpg pra proteger minhas senhas, fora isso, apenas sei o básico mesmo, então, não posso explicar mais que isso.






9. Re: Criptografar/descriptografar arquivo via Thunar

Leo
LeoLeo21

(usa Outra)

Enviado em 19/07/2021 - 09:01h

Acho que você chegou perto de uma das soluções.
Tb uso o XFCE4 e você deve adicionar um comando para uma Ação Personalizada, tipo aqui:
https://www.vivaolinux.com.br/dica/Incrementando-o-Thunar-com-acoes-personalizadas

Só que eu uso mais a linha de comando agora para essas operações, então vou deixar a configuração da Ação Personalizada no Thunar por sua conta.

Mas vou dar uma dica, o GPG só consegue criptografar um arquivo por vez. Para criptografar vários arquivos ou uma pasta, você deve usar o GPG + TAR. Tem dois comandos, um para comprimir e criptografar (`tar c -- "[ARQS..]" | gpg -ci -o "OUT.tar.gpg"`) e outro para fazer o revés (`gpg -d -- "[ARQ.tar.gpg]" | tar xk`). Ainda, se desejar, poderá adicionar opções de compactação no TAR para o arquivo ficar menor..

Uso uma função de shell:

#(des)arquivar e gpg'ar arquivo/dir
gar()
{
#descriptografar (único arquivo)
if [[ "$1" = *.gpg* ]]
then gpg -d -- "$1" | tar xk
#criptografar (múltiplos arquivos)
else tar c --format pax -- "[email protected]" | gpg -ci -o "${1%/}".tar.gpg
fi
}


Pelo que eu vi o AES256 é a cifra mais robusta, só configurar com a opção `--personal-cipher-preferences [CIFRA]`.

Uma observação, no comando para criptografar, eu coloquei o TAR para usar formato PAX para o arquivamento, mas pode retirar essa opção, dependendo do seu tar, ele usa o formato PAX, POSIX ou GNU para o tar..

Cuidado que esses comando poderão sobrescrever arquivos já existentes no mesmo diretório!


10. Re: Criptografar/descriptografar arquivo via Thunar

Morpheus
Minions

(usa Nenhuma)

Enviado em 21/07/2021 - 13:15h


LeoLeo21 escreveu:

Acho que você chegou perto de uma das soluções.
Tb uso o XFCE4 e você deve adicionar um comando para uma Ação Personalizada, tipo aqui:
https://www.vivaolinux.com.br/dica/Incrementando-o-Thunar-com-acoes-personalizadas

Só que eu uso mais a linha de comando agora para essas operações, então vou deixar a configuração da Ação Personalizada no Thunar por sua conta.

Mas vou dar uma dica, o GPG só consegue criptografar um arquivo por vez. Para criptografar vários arquivos ou uma pasta, você deve usar o GPG + TAR. Tem dois comandos, um para comprimir e criptografar (`tar c -- "[ARQS..]" | gpg -ci -o "OUT.tar.gpg"`) e outro para fazer o revés (`gpg -d -- "[ARQ.tar.gpg]" | tar xk`). Ainda, se desejar, poderá adicionar opções de compactação no TAR para o arquivo ficar menor..

Uso uma função de shell:

#(des)arquivar e gpg'ar arquivo/dir
gar()
{
#descriptografar (único arquivo)
if [[ "$1" = *.gpg* ]]
then gpg -d -- "$1" | tar xk
#criptografar (múltiplos arquivos)
else tar c --format pax -- "[email protected]" | gpg -ci -o "${1%/}".tar.gpg
fi
}


Pelo que eu vi o AES256 é a cifra mais robusta, só configurar com a opção `--personal-cipher-preferences [CIFRA]`.

Uma observação, no comando para criptografar, eu coloquei o TAR para usar formato PAX para o arquivamento, mas pode retirar essa opção, dependendo do seu tar, ele usa o formato PAX, POSIX ou GNU para o tar..

Cuidado que esses comando poderão sobrescrever arquivos já existentes no mesmo diretório!


Não vai com múltiplos arquivos.

Não gera o arquivo .gpg com pasta com nome => "Nova pasta" ou "Nova-pasta".

Só esta gerando o .gpg se usar um único arquivo.

<action>
<icon></icon>
<name>Criptografar (múltiplos arquivos)</name>
<unique-id>1626887961870966-25</unique-id>
<command>xterm -e &quot;cd %D &amp;&amp; tar c --format pax -- &quot;%F&quot; | gpg -ci -o cripto-%N.tar.gpg&quot;</command>
<description>Criptografar (múltiplos arquivos)</description>
<patterns>*</patterns>
<directories/>
<audio-files/>
<image-files/>
<other-files/>
<text-files/>
<video-files/>
</action>




Para descriptografar esta gerando o caminho do arquivo completo Ex: /home/Goku/Desktop/ball.odg deve ser algo relacionado ao tar.

Era para aparece na pasta o arquivo ball.odg . Até usei o "cd %D" na hora de criptografar pelo tar

Tem como usar o tar com xz?


<action>
<icon></icon>
<name>Descriptografar (único arquivo)</name>
<unique-id>1626182844709797-11</unique-id>
<command>xterm -e &quot;gpg -d -- &quot;%f&quot; | tar xk ; sleep 7&quot;</command>
<description></description>
<patterns>*.gpg</patterns>
<other-files/>
</action>









Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts