Compilar o Slackware todo!

1. Compilar o Slackware todo!

Fernanda de oliveira Cassi
nandakassi

(usa Deepin)

Enviado em 30/01/2017 - 12:00h

Oi, comprei um velho notebook 1GB Ram, Celeron e decidi compilar o Slackware todo para ele ficar nos trinques como eu quero.
Começei por compilar o Kernel e alguns programas que gosto de usar, apos compilar os meu programas favoritos fiquei em dúvida...
Por onde começar para compilar o Slackware todo, digo em relação a programas essencias que dariam um gás no notebook!
**Vocês acham que compensa compilar o XFCE?


  


2. Re: Compilar o Slackware todo!

johnf
johnf

(usa Slackware)

Enviado em 30/01/2017 - 12:35h

Não acredito que vale a pena, você ganharia alguns segundos aqui, mas em compensação perderia tanto tempo para compilar, pois sua máquina é bem simples para aguentar horas e horas de compilação.


3. Re: Compilar o Slackware todo!

Ruan
ru4n

(usa Fedora)

Enviado em 30/01/2017 - 13:07h

Concordo com o colega @johnf, a diferença não é muita. Mas para compilar do zero, baixe o DVD completo com o código fonte ou baixe os SlackBuilds de cada pacote em:


* Se for passar FLAGS específicas (tipo a native), vai precisar editar manualmente cada script SlackBuild. Por padrão os SlackBuilds determinam flags genéricas, baseadas em sua arquitetura.
--
Linux Counter: #596371


4. Re: Compilar o Slackware todo!

João Batista
ryuuzaki42

(usa Slackware)

Enviado em 30/01/2017 - 23:08h

Para mim seria uma perda de tempo, o ganho é muito pequeno e irá ficar horas e horas compilando.
Se quiser mais rapidez, use algum dos X "alternativos" que vem no Slackware, eu mesmo gosto do Fluxbox.
Com 1 GB de RAM poderá usar navegador com umas duas abas, editor de texto, navegador de arquivos, terminal e mocp ao mesmo tempo, os mais simples claro. O segredo é usar poucas aplicações de cada vez e swap caso o uso de RAM fuja do controle.


6. Re: Compilar o Slackware todo!

edps
edps

(usa Slackware)

Enviado em 18/02/2017 - 21:43h

Seria interessante baixar o DVD de sources e alterar os SlackBuilds que usam flags genéricas de modo a funcionar em qualquer máquina de determinada arquitetura, meu exemplo para o Slack i686:

if [ "$ARCH" = "i586" ]; then
SLKCFLAGS="-O2 -march=i586 -mtune=i686"
LIBDIRSUFFIX=""
elif [ "$ARCH" = "i686" ]; then
SLKCFLAGS="-O2 -march=i686 -mtune=i686"
LIBDIRSUFFIX=""
elif [ "$ARCH" = "x86_64" ]; then
SLKCFLAGS="-O2 -fPIC"
LIBDIRSUFFIX=""
else
SLKCFLAGS="-O2"
LIBDIRSUFFIX=""
fi


E abaixo usando as mesmas opções que utilizo no Funtoo i686:

if [ "$ARCH" = "i586" ]; then
SLKCFLAGS="-march=i686 -O2 -pipe -fomit-frame-pointer"
LIBDIRSUFFIX=""
elif [ "$ARCH" = "i686" ]; then
SLKCFLAGS="-march=i686 -O2 -pipe -fomit-frame-pointer"
LIBDIRSUFFIX=""
elif [ "$ARCH" = "x86_64" ]; then
SLKCFLAGS="-O2 -fPIC"
LIBDIRSUFFIX=""
else
SLKCFLAGS="-O2"
LIBDIRSUFFIX=""
fi


Coisas que empacotei dessa forma todo o MATE Desktop (https://github.com/mateslackbuilds/msb) para a versão 17.x e o wine-staging (diferente da versão que mantenho para o SlackBuilds) que usa as opções genéricas.

Então... lá em seu Gentoo dê uma zoiada no /etc/portage/make.conf pra ver qual a receita do bolo! :)


7. Re: Compilar o Slackware todo!

Fernando T. Da Silva
nandosilva

(usa Lubuntu)

Enviado em 19/02/2017 - 08:07h

Acho que não é necessário compilar o Slackware, com um 1 GB de RAM o mesmo rodara muito bem com desktops leves como xfce e lxde, e se quiser mais memória livre use wmaker, fluxbox e blackbox, além do mais compilar kernel todo e todo o xfce não traria muita diferença em termos de memória.
Eu tenho o Salix 14.1 (Slackware 14.1) instalado em um notebook celeron sigle core com 512 MB de RAM e 500 MB de partição swap e o mesmo roda muito bem, com desktop xfce, firefox com 2 ou 3 abas abertas mais o libreoffice em execução, tudo isto sem lentidão.



8. Re: Compilar o Slackware todo!

Max Nobrega
max_speed

(usa Slackware)

Enviado em 19/02/2017 - 09:32h

Eu tive um caso parecido, contudo fiz o seguinte, baixei o disco do salix, coloquei na instalação mínima e depois fui instalando e compilando os pacotes restantes.

Você pode tentar o Zenwalk (derivada do slackware, usando também os mesmos pacotes) , o qual é basicamente uma instalação bem minima e ir instalando o resto. Ou ainda, instalar o Slackware selecionando só o mínimo manualmente.


9. Compilar o Slackware todo!

Edwal F. Paiva Filho
nicolo

(usa Ubuntu)

Enviado em 19/02/2017 - 15:30h

A única experiência, muito bem sucedida, que fiz para acelerar o micro foi compilando o kernel.

Há duas configurações do kernel que são mais importantes.
A primeira é escolher o processador da sua máquina , ou a família de processadores da sua máquina. O default
é um processador genérico que não existe fisicamente.

A segunda é a redução da latência para 1 ms 1/1000, o default do linux
é 4 ms (1/250). Isso reduz tempos de espera, o que resulta em menos perda de tempo e não em maior velocidade.
Quer dizer é seguro!



Fiz isso com o kernel Debian e de fato a máquina ficou notoriamente mais rápida.

De resto nada adianta ficar compilando tudo, a menos que esteja treinando para fazer sua própria distro.







Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts