Distro Linux clone do Windows 10

1. Distro Linux clone do Windows 10

Reginaldo de Matias
saitam

(usa Slackware)

Enviado em 19/08/2020 - 12:55h

O que acham da distro Linuxfx que tem base no Ubuntu com tema clonado do Windows 10?

https://windowsfx.org/


  


2. Re: Distro Linux clone do Windows 10

Ruan
ruankl

(usa Nenhuma)

Enviado em 19/08/2020 - 13:23h

Impressionante o nível de customização!

Problema é q eles estão usando a logomarca do Windows... acho que pode dar treta braba isso...


3. Re: Distro Linux clone do Windows 10

Walker Luiz de Freitas
WalkerPR

(usa KDE Neon)

Enviado em 19/08/2020 - 13:33h


ruankl escreveu:

Impressionante o nível de customização!

Problema é q eles estão usando a logomarca do Windows... acho que pode dar treta braba isso...


Mas nos temas de Mac OSX também utilizam a logomarca da Apple.

--------------------------------------------------------------
"Linux: several flavors, one way: - Freedom of choice!"


4. Re: Distro Linux clone do Windows 10

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 19/08/2020 - 13:55h

-baixei a iso, rodei live-usb mas não senti vontade de instalar na partição de testes
-como só uso w10 no desktop de trabalho apenas por causa do sis-hosp não me senti nem um pouco atraído pelo design
-talvez se eu fosse começar no linux isso seria atrativo hoje
-assim como fui "conquistado" pelo mint-menu em 2009
-linuxfx agora consta nas paginas do DW
-gostei mais do pacote office do que do look do linuxfx-10.5



5. Re: Distro Linux clone do Windows 10

Ruan
ruankl

(usa Nenhuma)

Enviado em 19/08/2020 - 14:49h

WalkerPR escreveu:

Mas nos temas de Mac OSX também utilizam a logomarca da Apple.


Os temas são fornecidos por terceiros via repositórios de temas, como o gnome-look. Acho que nesse caso não há problemas, visto que são os próprios usuários que criam os temas e disponibilizam...

Nesse caso dessa distro, é uma empresa que está fornecendo o sistema com a logomarca inclusa já no sistema.


6. Re: Distro Linux clone do Windows 10

Bilufe
bilufe

(usa XUbuntu)

Enviado em 19/08/2020 - 15:40h

Quando lançado, o site tinha vários erros, pois constava no site que o sistema herda os recursos do Windows 10. No entanto, não há nenhum recurso herdado do Windows 10, pois é uma distribuição Linux. Outra promessa fajuta feita no lançamento é que o sistema é imune a vírus, o que não é verdade pois, embora o Linux seja naturalmente mais seguro, existem sim vírus para Linux e ninguém segura o usuário com a senha de root. O site foi remodelado e reescrito, retirando todas essas falsas promessas.

Também há a violação de direitos autorais e de marcas da Microsoft ao utilizar seus logotipos, marcas e nomes em outro produto.

Após dar boot no sistema, é exibido um assistente chamado Helloa, o qual tenta parecer com a Cortana do Windows, mas é simplesmente uma animação e nada mais. Há a promessa de que Helloa será atualizada e receberá recursos para ser realmente um assistente de voz, mas até o momento temos uma animação apenas.

O painel de controle, cujo objetivo é ser bem similar às Configurações do Windows, está cheio de bugs e funções que não funcionam. O painel de controle apenas chama módulos do Centro de Controle do Cinnamon. Um dos bugs que vale a pena fazer constar é que ao trocar o plano de fundo há um erro e só funciona se trocar pelo respectivo módulo do Centro de Controle do Cinnamon.

Continuando a falar sobre o painel de controle, há itens que não funcionam. Um exemplo está no item "Configuração de Instalação de Dispositivos" que só retorna uma mensagem dizendo que está desabilitado por segurança. Se está desabilitado por segurança, porque existe? O que esse item deveria fazer? A página "Sobre" não mostra o real estado do sistema operacional, os itens ali presentes são apenas ilustrativos (experimente desabilitar o firewall, a página Sobre vai continuar dizendo que o computador está protegido). O modo tablet não existe na prática (habilita os atalhos de cantos do Cinnamon e só). Barra de jogo, streams e adicionar um telefone também não funcionam ou simplesmente não existem. Faltam as opções de controle de localização, câmera e microfone, que são citadas na tela inicial do Painel de Controle. Em “aplicativos” clicar em aplicativos para sites diz que não há nenhum aplicativo para sites instalado neste computador.

A função “Localizar meu dispositivo” exibe uma mensagem dizendo que é necessária uma conta de usuário Linuxfx e é uma funcionalidade disponível apenas para clientes corporativos, entretanto não há nenhuma informação de como se tornar um cliente corporativo e criar uma conta que dê acesso a essa funcionalidade.

“Experiência compartilhada” mostra apenas uma mensagem que é possível transmitir pelo Windowsfx diretamente no ícone cast do navegador Google-Chrome.

Em “Uso de dados”, dentro de Rede e Internet, é exibido o monitor do sistema. Isso não é o que se esperava, deveria mostrar um relatório sobre o tráfego de dados na rede, principalmente para modens 3G/4G.

Agora que eu vou contar o real problema da distro: há um daemon rodando em plano de fundo a todo momento, um daemon proprietário (não consegui localizar o código fonte). Através desse daemon, o desenvolvedor pode instalar e remover programas nos computadores que estejam executando o Linuxfx.

Vocês confiam tanto no Rafael Rachid, desenvolvedor do Linuxfx, a ponto de entregar o computador de vocês para ser manipulado remotamente por ele?


7. Re: Distro Linux clone do Windows 10

Stanislaus K
StanislausK

(usa FreeBSD)

Enviado em 19/08/2020 - 18:19h

Ola,

ele vem fazendo várias mudanças no site, provavelmente devido às várias críticas que deva ter recebido.

Por exemplo, em 31/05/2020 havia esse trecho "o Windowsfx é extremamente seguro, imune aos vírus de computador", que já foi removido.
Consulte:
https://www.vivaolinux.com.br/artigo/Linuxfx-OS-Distribuicao-para-quem-deseja-o-visual-do-Windows-10...

No lugar ele escreveu: "Seguro e estável: A base do Windowsfx é Linux, que por definição já tende a ser mais estável. Vírus e Malwares desenvolvidos para Windows® não serão problema para o Windowsfx, como são plataformas diferentes, estes programas maliciosos não conseguem executar no Windowsfx. Simples assim."


"Também há a violação de direitos autorais e de marcas da Microsoft ao utilizar seus logotipos, marcas e nomes em outro produto"

mas parece que a Microsoft não esta muito preocupada... acho até estranho! Há claras violações de direitos de marca. Talvez esteja esperando o crescimento da distro no mundo Linux para agir? Cheguei a aconselhar o mantenedor da distro a entrar em contato com a Microsoft, pois ele usa (aparentemente) os temas Windows 10 do projeto B00merang, que tem uma licença datada de 29 Junho 2007... e o Windows 10 foi lançado em 2015! Isso complicado! Não sei se ele mudou isso?

"Agora que eu vou contar o real problema da distro: há um daemon rodando em plano de fundo a todo momento, um daemon proprietário (não consegui localizar o código fonte). Através desse daemon, o desenvolvedor pode instalar e remover programas nos computadores que estejam executando o Linuxfx."

isso é preocupante! Se esse fato é verdadeiro (nunca testei a distro; quem testou confirma isso?), jamais usaria essa distro...






8. Re: Distro Linux clone do Windows 10

gustavo
gu_1

(usa Outra)

Enviado em 19/08/2020 - 18:27h


"Agora que eu vou contar o real problema da distro: há um daemon rodando em plano de fundo a todo momento, um daemon proprietário (não consegui localizar o código fonte). Através desse daemon, o desenvolvedor pode instalar e remover programas nos computadores que estejam executando o Linuxfx."




Vixi, copiaram o Windows até de mais hein...




9. Re: Distro Linux clone do Windows 10

10. Re: Distro Linux clone do Windows 10

LinuxWalker
Delusion

(usa Fedora)

Enviado em 19/08/2020 - 20:41h

duas palavras:
passo longe!


Distros prediletas: Fedora, openSUSE.
Linux User # 624552


11. Re: Distro Linux clone do Windows 10

Bilufe
bilufe

(usa XUbuntu)

Enviado em 19/08/2020 - 20:56h

Eu testei a distro, vi o daemon rodando com acesso root.

Achei que era só um script, fui tentar abrir no editor de texto e descobri que é um binário.

Fui buscar no repositório (não lembro se Github ou Sourceforget) mas não tinha o código fonte, somente a ISO para baixar. Talvez o código fonte esteja dentro da ISO, mas onde?

Sem o código fonte é impossível saber o que realmente o daemon faz, sei que é um atualizador. Mas quem garante que não é um backdoor? Um minerador de criptomoedas? Um meio de coletar informações?

Digamos que eu lance um remaster do Ubuntu e caia no gosto do público, com o meu atualizador rodando em background e com acesso root posso enviar um script para copiar dados, coletar informações, e até excluir arquivos. Seria muito simples fazer isso.

Usar um sistema operacional é uma relação de confiança. Eu prefiro usar o sistema operacional de empresas ou comunidades consolidadas, como Debian, Canonical, Slackware, Fedora, OpenSuse, pois sei que não vão sacanear os usuários pois precisam deles!

Agora, o dono de um remaster, que garantia há de que não há software nocivo instalado já de fábrica?


12. Re: Distro Linux clone do Windows 10

Mauricio Ferrari
mauricio123

(usa Slackware)

Enviado em 19/08/2020 - 22:35h


Existem profissionais que afirmam que uma das principais regras para se adaptar com o linux é não tentar transforma-lo no windows e o que eles fizeram foi exatamente isso.

Mas não é de todo ruim, existe um recurso que eles estão desenvolvendo que é algo parecido com o cortana do Windows, só que para linux e usando outro nome, que eu não me lembro qual é. Uma baita iniciativa.




Conhecimento não se Leva para o Túmulo.







Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts