Kitara Banjo Linux chega ao fim

1. Kitara Banjo Linux chega ao fim

Bilufe
bilufe

(usa KDE Neon)

Enviado em 22/01/2014 - 14:12h

Pessoal, é com imenso pesar que lhes informo que o Kitara Banjo Linux, minha própria refisefuqui que resultou de minha adesão ao programa "Minha Distro Minha Vida", passou para as mãos de uma empresa que pretende usá-la em seus projetos.

No momento não posso falar qual empresa comprou o Kitara Banjo Linux, isto por questões contratuais. Vou tomar novos rumos em minha vida e me dedicar a projetos pessoais.

É uma pena que nenhum release do Kitara Banjo Linux tenha vindo a público, mas sei que em breve o resultado de todo o meu trabalho será disponibilizado pelo novo mantenedor e desejo sucesso à empresa.




  


2. Re: Kitara Banjo Linux chega ao fim

Leandro
rahremix

(usa Arch Linux)

Enviado em 22/01/2014 - 14:46h

Meus sentimentos :(


3. Re: Kitara Banjo Linux chega ao fim

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 22/01/2014 - 14:57h

Como acabou se EU nem testei uma versão beta?
Como acabou se tão ilustre linuxer estava a frente do projeto?
Que projeto é mais pessoal que criar/manter uma "refisefuqui"?
Como nunca foi lançada a versão final do Kitara, você vai devolver a grana do bolsa minha distro minha vida?
Resumindo: arregou por que? por que arregou ?



4. Re: Kitara Banjo Linux chega ao fim

Bilufe
bilufe

(usa KDE Neon)

Enviado em 22/01/2014 - 15:09h

Estou apenas fazendo uso do mesmo argumento que meu irmão de profissão, o refisefuqueiro que criou o Pear OS. Afinal de contas, segundo ele, o Pear OS passou às mãos de uma empresa... que ele não revela qual é.

Fica mais bonito dizer que o Kitara Banjo passou nas mãos de uma empresa do que eu dizer que sequer iniciei a empreitada profissional de refisefuqueiro. Do mesmo modo, o nosso amigo refisefuqueiro que criou o Pear OS se valeu deste mesmo argumento para explicar o motivo pelo qual não irá continuar trabalhando no Pear OS. A grande verdade é que o Gnome-classic acabou, e como o Pear OS é apenas um tema para o Gnome Classic ele não vai poder continuar refisefucando.


5. Re: Kitara Banjo Linux chega ao fim

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 22/01/2014 - 17:27h

Depois de lançar ao mesmo uma versão esse argumento seria válido. Portanto sugiro outra justificativa para morte prematura do Kitara.


6. Re: Kitara Banjo Linux chega ao fim

Luís Fernando C. Cavalheiro
lcavalheiro

(usa Slackware)

Enviado em 22/01/2014 - 17:35h

bilufe escreveu:

Pessoal, é com imenso pesar que lhes informo que o Kitara Banjo Linux, minha própria refisefuqui que resultou de minha adesão ao programa "Minha Distro Minha Vida", passou para as mãos de uma empresa que pretende usá-la em seus projetos.

No momento não posso falar qual empresa comprou o Kitara Banjo Linux, isto por questões contratuais. Vou tomar novos rumos em minha vida e me dedicar a projetos pessoais.

É uma pena que nenhum release do Kitara Banjo Linux tenha vindo a público, mas sei que em breve o resultado de todo o meu trabalho será disponibilizado pelo novo mantenedor e desejo sucesso à empresa.



Genial, Rodrigo!


7. É a vida!

Rodrigo
rodrigocontrib

(usa Debian)

Enviado em 22/01/2014 - 21:59h

Eu penso que o software livre sempre vence, pois o código, por mais que proprietário, sempre será aberto.
:)



8. Re: Kitara Banjo Linux chega ao fim

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 22/01/2014 - 22:30h

Rodrigo, seu trabalho não será em vão.

Tenho certeza de que a comunidade do Kitara Banjo irá assumir o desenvolvimento do projeto ou desenvolver um fork do mesmo.


9. Re: Kitara Banjo Linux chega ao fim

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 22/01/2014 - 23:22h

"Kitara Banjo Linux" - Muito poético! :)

Não acredito que tem pinguim que está te levando a sério, Bilufe!!! rsrs


10. Re: Kitara Banjo Linux chega ao fim

Bilufe
bilufe

(usa KDE Neon)

Enviado em 23/01/2014 - 00:01h

rodrigo.root.rj escreveu:

Eu penso que o software livre sempre vence, pois o código, por mais que proprietário, sempre será aberto.
:)


Se papel de parede fosse igual a codigo, o Linux seria lider mundial em quantidade de apps.


11. Re: Kitara Banjo Linux chega ao fim

Rodrigo
rodrigocontrib

(usa Debian)

Enviado em 22/04/2014 - 04:40h

bilufe escreveu:

rodrigo.root.rj escreveu:

Eu penso que o software livre sempre vence, pois o código, por mais que proprietário, sempre será aberto.
:)


Se papel de parede fosse igual a codigo, o Linux seria lider mundial em quantidade de apps.


huahauha


12. Re: Kitara Banjo Linux chega ao fim

Bilufe
bilufe

(usa KDE Neon)

Enviado em 22/04/2014 - 09:35h

rodrigo.root.rj escreveu:

Eu penso que o software livre sempre vence, pois o código, por mais que proprietário, sempre será aberto.
:)


Código aberto igual ao Metamorphose Linux, que não pode ser encontrado. Isto sim é exemplo de código aberto transformado em proprietário!
Até o kernel Linux foi renomeado e agora se chama kernel Metamorphose! Só que não tem o código fonte em lugar algum para ser analisado. O Unetbootin virou Metamorphose Pendrive, mas também não tem código fonte para baixar. O Anaglypt 3D Plugin virou o Anaglypt-3d-plugin-metamorphose, mas também não tem código fonte para baixar.








Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts