Tradução de um trecho do man do iptables [RESOLVIDO]

1. Tradução de um trecho do man do iptables [RESOLVIDO]

Fabiano Vasconcelos
NewWave

(usa Linux Mint)

Enviado em 22/07/2012 - 23:02h

Olá, amigos!

Estou no esforço de traduzir o man do iptables, mas um trecho me deixou muito bolado:

"RETURN means stop traversing this chain and resume at the next rule in the previous (calling) chain."

Alguém se habilita a traduzir LITERALMENTE o que está escrito aí? É realmente uma sintaxe muito complicada. Por favor, não postem explicações do que está escrito aí, o que ele quer dizer, e sim a tradução LITERAL da sentença.

Obrigado a todos!
Muita paz.


  


2. Re: Tradução de um trecho do man do iptables [RESOLVIDO]

Tulio Amancio
tsuriu

(usa Manjaro Linux)

Enviado em 22/07/2012 - 23:22h

Kra... se eu entendi direito...

"RETURN significa para de atravessar essa cadeia e continua na próxima regra da cadeia chamada anteriormente."

Essa eh a tradução literal do que ta no man...





3. Re: Tradução de um trecho do man do iptables [RESOLVIDO]

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 23/07/2012 - 09:23h

Olá.

Meu inglês não é tão bom assim, mas parece que é uma ordem para parar de usar uma chain (deve ser uma regra que disse para se usar essa chain), voltar num tipo de nível anterior (de onde se avistariam mais chains) e seguir para a chain que estaria numa posição relativamente anterior. E nesta chain anterior seria usada uma regra subsequente.

Agora você poderia comparar com o que tem aí e dizer no que isto se aproximou da situação.


4. Re: Tradução de um trecho do man do iptables [RESOLVIDO]

Fabiano Vasconcelos
NewWave

(usa Linux Mint)

Enviado em 23/07/2012 - 21:35h

Obrgado pela ajuda, amigos! O bom é que uma resposta complementou a outra! Defini assim, então:

"RETURN significa parar de percorrer a cadeia atual e continuar da próxima regra da cadeia anteriormente chamada."

Finalmente, a sentença era realmente escabrosa ou eu sou quem estou despreparado? Sejam sinceros!


5. Re: Tradução de um trecho do man do iptables [RESOLVIDO]

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 23/07/2012 - 23:25h

Depende do contexto.

Eu tomaria cuidado com a tradução de certos termos usados na teoria do iptables porque a tradução fica estranha em português.

Por exemplo: cadeia = chain e cadeia = string. Ainda pode ser traduzida como sequencia ou série.

Existe uma palavra qualquer na língua que expressaria o significado do contexto da CHAIN do iptables?

Ou o uso da expressão CHAIN já está consagrado. A palavra com uma expressão própria foi incorporada à linguagem técnica?

Eu não consigo encontrar uma outra expressão em português equivalente à CHAIN neste momento, nem mesmo metafórica.

Tipo o "pipe" do shell do Unix. Prefiro referir-me a ele pessoalmente como "duto" porque possui o tamanho das palavras inglesas e a ideia é semelhante. Só que isto não possui "aval" técnico.

Quando uma pessoa vê alguma coisa diferente de sua cultura e aquilo não tem nome ainda na cultura dela ou do lugar, geralmente ela pega uma palavra da cultura dela e "inventa" aquele significado prá ela. Ou associa duas palavras para criar um terceiro significado. Vez que isso passa em filme fica parecendo engraçado.

Se a palavra não possui aquele significado atribui-se um novo a ela. Você traduz a ideia e não a palavra ao pé da letra. Desde que faça-se claro, simples e compreensível.

Pessoalmente não manjo tanto de inglês assim, mas quem costuma comentar melhor essa coisa toda são os críticos de traduções de livros falando bem ou mal dos mesmos quando traduzidos.


6. Re: Tradução de um trecho do man do iptables [RESOLVIDO]

jarlisson moreira
jarlisson

(usa Fedora)

Enviado em 23/07/2012 - 23:47h

Tradução literal é a maior cilada.

Pensa em inglês mesmo...ficar lendo em ingles e pensando na traduçao vai atrapalhar, ou no minimo ficar estranho. Fora as vezes que quer dizer algo diferente, isso ocorre muito quando nao tem um termo correspondente na nossa língua. Esse tipo de erro é bastante comum em livros traduzidos, aí o tradutor acaba inventando uma coisa nova...


7. Re: Tradução de um trecho do man do iptables [RESOLVIDO]

Perfil removido
removido

(usa Nenhuma)

Enviado em 24/07/2012 - 01:02h

http://www.pearsonhighered.com/educator/product/Linux-Kernel-Development/9780672329463.page

Simplesmente detonam a tradução para português do livro acima.

Tem coisa traduzida ao pé da letra. Nem tem como explicar como deixaram coisa assim passar.

Não é nem o caso de se pressupor mais capacitado prá fazer tal tarefa. Tem palavras que saltam aos olhos mesmo e que é consenso. Com todo o respeito ao tradutor, mas não foi opinião isolada.

Existem frases, construções linguísticas, piadas principalmente, que perdem o sentido se traduzidas a outro idioma. Exemplos simples que aqui serão bem compreendidos:

* GNU = Gnu's Not Unix. GNU é qualquer outra coisa, menos um Unix.
* WINE = Wine Is Not Emulator. Wine não é um emulador. Funciona de outro jeito sem emular.
* JOE = Joe's Own Editor = Editor do Joe. É um nome comum em inglês que representa qualquer um. O editor também seria mais um.

A recursividade da sigla some na tradução. Fora isso eu pergunto: há como fazer uma coisa dessas em português? Pode ser, mas ainda não vi exemplos.

Não dá prá assistir a uma língua de trocadilhos engolir outra viva só porque o português não tem estrutura prá isso. :evil: Ou o brasileiro. :evil: :evil:

Por que em outros idiomas inventam-se palavras para os termos técnicos e certas esquisitices só acontecem em português? No Brasil é bola e em Portugal é esférico. Até o cara falar esférico já começou o segundo tempo.

O português europeu e o brasileiro são duas línguas completamente diferentes nos termos de informática. Écrã = Monitor/Tela, Mouse=Rato, Clicar=Estalar. Apenas estes poucos exemplos. Percebe-se como há a tendência de usar bruto o que vem do inglês enquanto na Europa eles "adaptam" ao idioma.

Lá nos EUA o rato é o Mickey. Aqui eles vieram nos porões das caravelas. Quem é que vai querer pôr a mão num destes? Não sei como fica pior.

Vantagem: o povão aprende English sem fazer curso, menos trabalho prá aprender (uma palavra ao invés de duas)
Desvantagem: Fica mais fácil empurrar outra cultura, idioma etc. Desvalorização do idioma. Desaculturamento.

Coisas como estartar e upar doem-me o ouvido. Deletar não é inglês. É latim. Foi da França prá Inglaterra e voltou via EUA. "Delenda Carthago est". Frase antiga. Deletar pode. Estartar não.

Infelizmente já está na cultura essa coisa de se usar inglês puro. O estrago foi feito.

Critério prá saber se foi bem adaptado: tem que parecer fácil e natural, pouco esforço prá falar, não parecer ridículo e com menos duplo sentido possível, porém lembrando algo semelhante ao que inspirou o uso da palavra, que é o que facilita a associação e absorção de ideias, a tal semiose.


8. Finalizando

Fabiano Vasconcelos
NewWave

(usa Linux Mint)

Enviado em 25/07/2012 - 22:04h

Olá, amigos!

Sendo bem sucinto:

============
Por exemplo: cadeia = chain e cadeia = string. Ainda pode ser traduzida como sequencia ou série.

Existe uma palavra qualquer na língua que expressaria o significado do contexto da CHAIN do iptables?

Ou o uso da expressão CHAIN já está consagrado. A palavra com uma expressão própria foi incorporada à linguagem técnica?
------------

Isso! A expressão CHAIN já está consagrada em todas as traduções (que eu encontrei) na internet!
Quando traduzem pro português, sempre é CADEIA. :D

============
Tradução literal é a maior cilada.

Pensa em inglês mesmo...ficar lendo em ingles e pensando na traduçao vai atrapalhar, ou no minimo ficar estranho. Fora as vezes que quer dizer algo diferente, isso ocorre muito quando nao tem um termo correspondente na nossa língua. Esse tipo de erro é bastante comum em livros traduzidos, aí o tradutor acaba inventando uma coisa nova...

-------------

1. Quando eu falo em tradução literal eu quis dizer "a mais próxima do que o autor escreveu", entende? Sem alterar o sentido, suas expressões e principalmente sem falar "com suas palavras" o que ele quis dizer.
2. Não estou simplesmente lendo, pra ter a liberdade de só pensar em inglês. Estou é realmente TRADUZINDO graficamente para o português, para que as pessoas leiam em português, entende? :)

=============
Coisas como estartar e upar doem-me o ouvido. Deletar não é inglês. É latim. Foi da França prá Inglaterra e voltou via EUA. "Delenda Carthago est". Frase antiga. Deletar pode. Estartar não.

-------------

Deu-me o ouvido escutar no rádio: "Uma dica para cuidar bem do seu PET é..." !
Porra! Por que não chamam de bichinho, animalzinho ou qualquer coisa em português? Qual a necessidade de falar isso em inglês?

=============

Obrigado a todos pelas brilhantes explanações. Me dou por satisfeito e problema resolvido.
Um abraço a todos!







Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts