Um possível fim do Linux Mint baseada no Ubuntu?

1. Um possível fim do Linux Mint baseada no Ubuntu?

Marcos marcelino
marcosvjm

(usa Linux Mint)

Enviado em 22/07/2020 - 16:35h

Olá à todos. Uma polêmica recente em relação ao criador do Linux Mint e a distribuição Ubuntu e seus snaps vem feito pensar a alguns que a partir de algumas das próximas versões do Mint ele migre para o Debian como base oficial https://info.wsouza.com.br/2020/06/linux-mint-20-beta-disponivel-e.html

O que vocês acham?

OBS.: Um usuário chamado pinduvoz desse artigo (apesar de antigo) aqui no fórum foi talvez muito perspicaz em dizer que o LMDE é uma versão que está para quando o Ubuntu não corresponder aos interesses dos desenvolvedores do LM https://www.vivaolinux.com.br/topico/Linux-Mint/Versao-DEBIAN-quem-usa-e-o-que-acha


  


2. Re: Um possível fim do Linux Mint baseada no Ubuntu?

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 22/07/2020 - 16:57h

-já tivemos uma discussão sobre treta dos snaps
https://www.vivaolinux.com.br/comunidades/formPost.php?codigo=49&codtopico=213360

-quem quiser snaps no lm-20
https://sempreupdate.com.br/como-reativar-o-suporte-para-snaps-no-linux-mint-20/

-eu não uso snaps nem no ubuntu

-eu não acho linux-mint não irá sumir a não ser que ubuntu "crie problemas judiciais"




3. Re: Um possível fim do Linux Mint baseada no Ubuntu?

Mauricio Ferrari
mauricio123

(usa Slackware)

Enviado em 22/07/2020 - 20:10h


Nunca testei o LMDE, por isso não posso garantir que pouca diferença vai fazer. O Linux Mint Não vai sumir por causa da questão dos snaps. O que pode acontecer é o LMDE virar o linux Mint se esse for o caso.

Agora, por que eles iriam mudar sendo que eles já resolveram a parada dos snaps?

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.


4. Re: Um possível fim do Linux Mint baseada no Ubuntu?

Marcos marcelino
marcosvjm

(usa Linux Mint)

Enviado em 23/07/2020 - 08:21h

Verdade, obrigado pelos comentários gente!


5. Re: Um possível fim do Linux Mint baseada no Ubuntu?

Ameba
Ameba

(usa Debian)

Enviado em 23/07/2020 - 10:05h

entre usar lm e ubuntu................
prefiro debian!
mas se o linux mint estiver caminhando pra esse caminho, quem sabe eu não dou uma testada?!


6. Re: Um possível fim do Linux Mint baseada no Ubuntu?

Rodrigo
omag0

(usa Debian)

Enviado em 23/07/2020 - 10:27h

Não uso Ubuntu ou qualquer distro que derive dele.
Apesar de usar alguns pacotes Snap, sei de suas implicações.


7. Re: Um possível fim do Linux Mint baseada no Ubuntu?

Mauricio Ferrari
mauricio123

(usa Slackware)

Enviado em 23/07/2020 - 13:02h


omag0 escreveu:

Não uso Ubuntu ou qualquer distro que derive dele.
Apesar de usar alguns pacotes Snap, sei de suas implicações.


É cada um com suas necessidades, se a mesma for a única alternativa, porque não optar por ela?

___________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.


8. Re: Um possível fim do Linux Mint baseada no Ubuntu?

Clodoaldo Santos
clodoaldops

(usa Linux Mint)

Enviado em 23/07/2020 - 13:48h

Como meu laptop é 100% Intel eu me viro relativamente bem c/ : Ubuntu, Fedora e Debian/Stable
Mas a facilidade do LinuxMint ainda me cativa.





9. Re: Um possível fim do Linux Mint baseada no Ubuntu?

Arnold
Arnoold

(usa Solus)

Enviado em 23/07/2020 - 14:02h

Eu acho que já está mais que na hora do Mint ir pro Debian. A comunidade tem mostrado interesse do LMDE mais do que antes. O Ubuntu tá indo pra uma direção na qual o Mint não concorda, um foco mais comercial da distro, o que querendo ou não, irá afetar todos os derivados. Logo, logo, bloquear o snapd de ser instalado vai se tornar um problema similar a enxugar gelo porque o Ubuntu muito provavelmente fará o mesmo que fez com Chromium com outros pacotes, pra facilitar a vida deles e ser mais fácil de empacotar. Por hora, é apenas o Chromium que puxa o snapd e instala a versão snap do Chromium. O foco do Ubuntu tá tão nos snaps que até substituíram a GNOME Software por um fork chamado Snap Store, cujo foco principal (como nome mesmo diz) é snap e quem atualiza tem a versão antiga substituída por essa.
O Linux Mint foi muito esperto em ter uma versão baseada no Debian. É como se estivessem sabendo que o Ubuntu poderia virar a casaca e dar problemas para o projeto. Agora faltam melhorarem mais o sistema de instalação de drivers dentro do Debian, pois mesmo no LMDE tudo é muito manual e por perder a base Ubuntu, perde também o gestor de drivers do Ubuntu.
Deepin é um exemplo de distro que antes foi baseada do Ubuntu e agora está no Debian e nem por isso deixou a desejar. A diferença do Deepin pro Mint, é que o Deepin é feito por uma empresa, assim como o Ubuntu. E criaram os softwares próprios do zero. O Mint teria que fazer algo em relação a versão com Debian. Se eles tem capacidade de fazer o Warpinator, acho que tem que implementar um sistema fácil de instalação de drivers, por exemplo.


10. Re: Um possível fim do Linux Mint baseada no Ubuntu?

Arnold
Arnoold

(usa Solus)

Enviado em 23/07/2020 - 14:03h

clodoaldops escreveu:

-já tivemos uma discussão sobre treta dos snaps
https://www.vivaolinux.com.br/comunidades/formPost.php?codigo=49&codtopico=213360

O link tá bugado Clodoaldo!




11. Re: Um possível fim do Linux Mint baseada no Ubuntu?

Ricardo Groetaers
ricardogroetaers

(usa Linux Mint)

Enviado em 23/07/2020 - 14:08h

Não acredito que o Linux Mint vá abandonar a versão baseada no Ubuntu.
Afinal de contas, reconheço que o Ubuntu introduziu vários aperfeiçoamentos.
Uma equipe pequena, como a do Mint, por mais esforçada que seja, não tem condições de desenvolver engenharia de software numa taxa muito rápida.


12. Re: Um possível fim do Linux Mint baseada no Ubuntu?

Ricardo Groetaers
ricardogroetaers

(usa Linux Mint)

Enviado em 23/07/2020 - 14:31h

Arnoold escreveu:.... O Mint teria que fazer algo em relação a versão com Debian. Se eles tem capacidade de fazer o Warpinator, acho que tem que implementar um sistema fácil de instalação de drivers, por exemplo.

Um pouco de história:
Texto original:
https://linuxmint.com/rel_sarah_xfce_whatsnew.php

Em 2007, o Linux Mint 3.1 introduziu o comando "apt", um atalho útil para o apt-get, aptitude, apt-cache e outros comandos relacionados ao gerenciamento de pacotes e, desde então, esse comando foi aprimorado, levemente, após o lançamento.

Em 2014, o Debian teve a mesma ideia, mas a implementou de maneira diferente.
Embora seu comando "apt" não apresentasse alguns dos recursos suportados, ele também introduziu algumas melhorias.
O comando Debian "apt" chegou ao Ubuntu e muitos tutoriais agora se referem a ele.
No Linux Mint 18, o "apt" continua a suportar todos os recursos que possuía anteriormente, mas agora também suporta a sintaxe do Debian "apt" e se beneficia das melhorias introduzidas. Aqui está uma visão geral de algumas das alterações:

"apt install" e "apt remove" agora mostram a saída do progresso.

Novos comandos foram introduzidos para suportar a sintaxe do Debian. "apt full-upgrade" faz o mesmo que "apt dist-upgrade", "apt edit-sources" o mesmo que "apt sources" e "apt showhold" o mesmo que "apt held".

O comando "add-apt-repository" agora suporta o argumento "--remove", tornando possível remover PPAs pela linha de comando.




01 02 03