arquivos do init.d

1. arquivos do init.d

Felipe Alexandre Rodrigues
felipe.far

(usa Debian)

Enviado em 13/07/2010 - 09:08h

Olá, gostaria de saber se eu renomear ou apagar algum arquivo no /etc/init.d/ este arquivo será executado nas fases de inicialização
rc0, rc1, rc2, rc3
enfim... quem chama os scripts destas fases é o arquivo da ini.t ?


  


2. Re: arquivos do init.d

j g meinhardt
meinhardt_jgbr

(usa Debian)

Enviado em 13/07/2010 - 09:34h

Felipe,

Os arquivos do /etc/init.d são scripts que comandam a execução de várias tarefas tanto na partida como na desativação do sistema e os níveis de atividade (run levels) bem como a forma em que os arquivos de ligação (links) localizados nos diretórios /etc/rc?.d influenciam partida e desligamento do sistema, conforme o conteúdo do readme abaixo:

"quote"

Configuration of System V init under Debian GNU/Linux

Most Unix versions have a file here that describes how the scripts
in this directory work, and how the links in the /etc/rc?.d/ directories
influence system startup/shutdown.

For Debian, this information is contained in the policy manual, chapter
"System run levels and init.d scripts". The Debian Policy Manual is
available at:

http://www.debian.org/doc/debian-policy/#contents

The Debian Policy Manual is also available in the Debian package
"debian-policy". When this package is installed, the policy manual can be
found in directory /usr/share/doc/debian-policy. If you have a browser
installed you can probably read it at

file://localhost/usr/share/doc/debian-policy/

Some more detailed information can also be found in the files in the
/usr/share/doc/sysv-rc directory.

Debian Policy dictates that /etc/init.d/*.sh scripts must work properly
when sourced. The following additional rules apply:

* /etc/init.d/*.sh scripts must not rely for their correct functioning
on their being sourced rather than executed. That is, they must work
properly when executed too. They must include "#!/bin/sh" at the top.
This is useful when running scripts in parallel.

* /etc/init.d/*.sh scripts must conform to the rules for sh scripts as
spelled out in the Debian policy section entitled "Scripts" (§10.4).

Use the update-rc.d command to create symbolic links in the /etc/rc?.d
as appropriate. See that man page for more details.

All init.d scripts are expected to have a LSB style header documenting
dependencies and default runlevel settings. The header look like this
(not all fields are required):

### BEGIN INIT INFO
# Provides: skeleton
# Required-Start: $remote_fs $syslog
# Required-Stop: $remote_fs $syslog
# Should-Start: $portmap
# Should-Stop: $portmap
# X-Start-Before: nis
# X-Stop-After: nis
# Default-Start: 2 3 4 5
# Default-Stop: 0 1 6
# X-Interactive: true
# Short-Description: Example initscript
# Description: This file should be used to construct scripts to be
# placed in /etc/init.d.
### END INIT INFO

More information on the format is available from insserv(8). This
information is used to dynamicaly assign sequence numbers to the
boot scripts and to run the scripts in parallel during the boot.
See also /usr/share/doc/insserv/README.Debian.

"unquote"

Antes de partir para apagar ou renomear algum dos arquivos, melhor dar uma pesquisada melhor, pois se você desabilitar algum item crítico o sistema pode não re-iniciar. Neste caso a solução será inicializar a partir de alguma midia-live e re-editar o arquivo que você alterou para que volte a operar normalmente.
Quando tenho alguma dúvida deste tipo normalmente faço isto, renomeio o arquivo e caso ocorra alguma "zica" e a partida do sistema ou algum item importante deixe de funcionar, basta voltar ao arquivo e voltar (re-nomear) ao nome anterior.


3. Re: arquivos do init.d

Felipe Alexandre Rodrigues
felipe.far

(usa Debian)

Enviado em 13/07/2010 - 09:45h

Muito obrigado por responder, vou testar renomeando e caso de problema eu volto restauro o originial :)


4. Re: arquivos do init.d

j g meinhardt
meinhardt_jgbr

(usa Debian)

Enviado em 13/07/2010 - 09:57h

Ésta é a estratégia que tenho usado, porém sempre lembrando de ter algum CD ou DVD de alguma distro Linux do tipo Live pra poder re-editar o nome do arquivo alterado voltando para o original, quando ocorre alguma "zica".

Não aconselho a fazer muitas alterações ao mesmo tempo. O negócio é fazer como o dizia esquartejador:

"Vamos por partes"!!


5. Re: arquivos do init.d

irado furioso com tudo
irado

(usa XUbuntu)

Enviado em 13/07/2010 - 10:07h

não precisa renomear ou apagar, basta impedir execução.

rcX/ apresentam apenas links simbólicos para os arquivos executaveis; não querendo sejam executados, basta:

chmod -fv 0644 nome.do.arquivo


6. Re: arquivos do init.d

j g meinhardt
meinhardt_jgbr

(usa Debian)

Enviado em 13/07/2010 - 23:24h

Estimado companheiro Irado,

Sem dúvida que o comando correto para fazer isto foi este que você sugeriu. Entretanto, prá um Manézinho usuário como eu que se conhecer meia dúzia de comandos Linux talvez já seja exagero, a outra solução sempre será mais fácil de lembrar e executar.
Embora não seja tão rápida e elegante, também funciona e pra corrigir se der alguma caca é só fazer o inverso. Não leve a mal o meu post pois sinceramente admiro quem conhece os comandos Linux a fundo e sabe usa-los com propriedade pois isto não é pra qualquer um.