Scripts sugeridos

Operações Matemáticas com utilizando arquivo texto.

Este script faz o somatório dos valores encontrado no arquivo texto, calcula média e informa o maior e menor valor. O arquivo como input é informado da seguinte maneira: conteúdo do arquivo file1.txt: --- Inicio --- aaa4bbb 7 quero isso 2 1 ---FIM---

Por: euteste da silva


Informa usuários de UID duplicado

Este script faz a leitura do /etc/passwd, caso ele encontrei um usuário de mesmo uid os dados são impressos na tela.

Por: euteste da silva


Bytes utilizado por usuário

Script informa quantos bytes estão sendo utilizado por um dado usuário. Para executar o script basta fazer o seguinte: ls -l | awk -f prog1.awk Outra forma: find /tmp -type f -exec ls -l {} \; 2> /dev/null | awk -f prog1.awk

Por: euteste da silva


Pesquisa de grupos do sistema por nome ou GID em AWK

Exibe informações sobre grupos do sistema usando nome do grupo ou número GID como parâmetro. Uso: ./group-001.awk -v key=nome-do grupo /etc/group Ou: ./group-001.awk -v key=gid-do grupo /etc/group

Por: Perfil removido


Script Para Formatação de Texto Com Cabeçalho, Rodapé e Campos de Dados Originados de Arquivo em AWK

Este script faz uma coisa relativamente simples: - recebe um arquivo com linhas de texto; - separa as primeiras linhas como uma espécie de cabeçalho, conforme recebidas; - as linhas seguintes são agrupadas de n em n linhas numa única mesma linha; - deixa as últimas linhas sem serem agrupadas, como um rodapé; Deve ser habilitada a execução com "chmod +x ./format001.awk" $ ./format001.awk -v header=nnn1 -v footer=nnn2 -v step=nnn3 ou $ ./format001.awk --assign=header=nnn1 --assign=header=footer=nnn2 --assign=header=step=nnn3 Onde: - header: quantidade de primeiras linhas chamadas aqui como cabeçalho; - footer: quantidade de últimas linhas chamadas aqui como rodapé; - step: quantidade de linhas a serem unidas numa mesmo linha a cada vez; Há possíveis variações, como não agrupar apenas as últimas linhas, apenas que não puderem completar o número de linhas máximo permitido numa linha criada na saída do programa. Não consegui ainda descobrir como o script pode detectar que não há um arquivo de entrada. Se não houver nome de arquivo, ele entra em loop saindo apenas com Ctrl+C ou semelhante. Porém há outra situação em que a entrada não possui um nome de arquivo e que o script recebe via pipe "|", por exemplo. Nos dois casos, redirecionamento e estar sem nome de arquivo de entrada mesmo, o AWK interpreta o nome do arquivo de entrada como o caractere "-". Como saber em qual caso "-" é um pipe e em qual caso é uma falha? Fora isto talvez haja um caso ou outro não-previsto de falha na passagem de parâmetros sem tratamento de erro pelo script.

Por: Perfil removido





Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts