Corrigindo o GNOME

Gnome Corrigindo o GNOME

"Corrigi" o GNOME para o meu uso.

[ 618 hits ]

Publicado em: 15/07/2022

Enviado por Xerxes




  

Comentários
[1] Comentário enviado por xerxeslins em 15/07/2022 - 11:44h


Muita pretensão falar que eu corrigi algo, mas tenho que explicar.

Acho o GNOME bonito, mas algumas coisas eu não gosto.

O Overview, por exemplo, é enjoativo e um passo desnecessário no processo de selecionar aplicativos que estão rodando.

Uma forma de "corrigir" isso é com a extensão "Dash to PANEL":

https://github.com/home-sweet-gnome/dash-to-panel

E coloquei o painel na parte superior.

A maioria dos menus dos aplicativos ficam na parte superior.

Então, com o painel dos aplicativos na parte superior, eu acabo fazendo menos movimento de mouse.

Basicamente o mouse vai ser mais usado no primeiro quarto da tela. Que destaquei em vermelho.

Além disso, sem precisar do OVERVIEW, um passo desnecessário.

Só preciso olhar o aplicativo em execução e clicar. O mesmo para as áreas de trabalho.



--
Chega uma hora na vida que você só quer bater o prego e não perder tempo estudando a ciência da construção de um martelo.

[2] Comentário enviado por mauricio123 em 15/07/2022 - 20:27h


Ficou bom.

___________________________________________________________
Conhecimento não se Leva para o Túmulo.
https://github.com/mxnt10

[3] Comentário enviado por Delusion em 15/07/2022 - 21:18h

mas, se pensar bem, não seria o mesmo que usar o cinnamon?

[4] Comentário enviado por xerxeslins em 16/07/2022 - 19:41h


[3] Comentário enviado por Delusion em 15/07/2022 - 21:18h

mas, se pensar bem, não seria o mesmo que usar o cinnamon?


Seria. Mas Cinnamon não tem Wayland.

[5] Comentário enviado por ru4n em 18/07/2022 - 11:13h

O GNOME é bonito, porém sinto que o projeto se perdeu, não há alinhamento com nada novo, original. Uma prova disso é a "grande" mudança na versão 40, onde a princípio, parece ser apenas uma mudança para seguir tendências do mundo Apple, pois a Dock ficou idêntica ao do macOS, inclusive com a inclusão de "aplicativos recentes".

Outra extensão necessária, é o "appindicator". O GNOME removeu essa feature pois não se enquadrava no design do projeto, entretanto, aplicativos que rodam em background como dropbox, mega, discord, entre outros, ficam perdidos sem essa extensão.

Inclusive, o Docker Desktop exige que essa extensão seja instalada, caso contrário, o funcionamento do aplicativo no GNOME fica todo zoado.

[6] Comentário enviado por xerxeslins em 18/07/2022 - 13:51h


[5] Comentário enviado por ru4n em 18/07/2022 - 11:13h

O GNOME é bonito, porém sinto que o projeto se perdeu, não há alinhamento com nada novo, original. Uma prova disso é a "grande" mudança na versão 40, onde a princípio, parece ser apenas uma mudança para seguir tendências do mundo Apple, pois a Dock ficou idêntica ao do macOS, inclusive com a inclusão de "aplicativos recentes".

Outra extensão necessária, é o "appindicator". O GNOME removeu essa feature pois não se enquadrava no design do projeto, entretanto, aplicativos que rodam em background como dropbox, mega, discord, entre outros, ficam perdidos sem essa extensão.

Inclusive, o Docker Desktop exige que essa extensão seja instalada, caso contrário, o funcionamento do aplicativo no GNOME fica todo zoado.


Concordo.


Contribuir com comentário




Patrocínio

Site hospedado pelo provedor RedeHost.
Linux banner
Linux banner

Destaques

Artigos

Dicas

Tópicos

Top 10 do mês

Scripts